quarta-feira, 19 de maio de 2010

Hepatite C se alastra no Brasil

Hoje, Dia Mundial do Combate às Hepatites Virais, moradores da Baixada poderão fazer gratuitamente exames para diagnosticar a doença, em posto especial, em São João de Meriti. No ano passado, somente a Hepatite C infectou cerca de 15 mil pessoas, de acordo com levantamento do Ministério da Saúde. Segundo o Grupo Otimismo de Apoio a Portadores de Hepatite C, de cada 40 pessoas, uma tem o vírus.

Segundo o coordenador do Programa Nacional de Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Ricardo Gadelha, a doença é silenciosa, mas pode ser identificada por exames de sangue.

“Homossexuais, profissionais do sexo, usuários de objetos cortantes como manicure e pedicure, profissionais de saúde e pessoas que não usam preservativo são os grupos mais vulneráveis”, explica.

A hepatite A, transmitida pela água e alimentos contaminados, é mais comum na infância, por isso, os bebês devem ser vacinados ao sair da maternidade. A hepatite B, transmitida sexualmente ou pelo sangue, pode ser prevenida com vacina disponível nos postos de saúde para pessoas de 0 a 19 anos e ao público vulnerável.

“Não existe vacina para o vírus da C. Por isso é importante que as pessoas evitem comportamento de risco e façam o exame. Quando descoberta cedo, ela tem tratamento”, diz Gadelha.

O vírus da hepatite C tem poder de contaminação cinco vezes maior do que o do HIV. Em estágio avançado, a doença causa cirrose e necessidade de transplante de fígado.

O Dia

Nenhum comentário: