quarta-feira, 28 de julho de 2010

Dilma: ‘Serra usa tática do medo’

Petista rebate acusações do tucano e diz que ele estaria usando o mesmo recurso que o derrotou em 2002


Candidata à Presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff rebateu ontem as acusações feitas por José Serra na terça-feira. Segundo a ex-ministra, o tucano está “olhando no retrovisor” e repetindo a estratégia que, segundo ela, não deu certo na campanha de 2002, quando Lula derrotou o próprio Serra na disputa presidencial. O tucano, afirmara anteontem que “se a petista for eleita, as invasões de terra pelo MST vão crescer”.

“Acredito que isso é extremamente inadequado, pois trabalha com a estratégia do medo, do pessimismo e de que o Brasil não vai dar certo. Hoje, o Brasil vive uma outra realidade”, afirmou Dilma, depois de gravar programa eleitoral em Iguarassu, região metropolitana de Recife.

Em 2002, o PSDB veiculou propaganda eleitoral apresentada pela atriz Regina Duarte, na qual ela dizia ter “medo de uma mudança tão drástica no País”, caso Lula fosse eleito, por não conhecer o candidato do PT.

À tarde, já em Recife, a petista rebateu mais críticas de José Serra, que dissera anteontem que ela estaria fugindo dos debates. “Eu tenho um patrimônio para mostrar. que é o governo Lula”, reforçou Dilma.

Depois de realizar caminhada em Palmas (TO), José Serra classificou como “bobagem” a afirmação de que prega a tática do medo, como ocorrera em 2002. “Eu quero é debater propostas para os problemas do País e dos estados”, disse.

Em sua rápida coletiva durante a caminhada de ontem, Serra voltou a afirmar que tem dúvidas sobre a necessidade do projeto para construir o trem-bala entre o Rio e São Paulo. O motivo seria o alto custo do empreendimento.

Ontem, o TSE multou Serra em R$ 10 mil por campanha antecipada. O motivo é uma propaganda veiculada pelo PSDB no Rio Grande do Sul. Foi a quarta multa aplicada ao tucano nesta eleição. Ele pretende recorrer da decisão.

Marina faz alterações em seu programa

Candidata do PV, Marina Silva apresentou ontem sua segunda versão de programa de governo. As áreas que tiveram maior alteração foram Saúde e Segurança. Recentemente, Marina criticara os programas de Dilma e Serra. O primeiro por ter sofrido alterações, o segundo, por ainda não estar pronto.

Ontem, Marina também deu entrevista a uma rádio de Criciúma, quando chamou Serra e Dilma de “muito desenvolvimentistas”.

O Dia

Nenhum comentário: