quinta-feira, 22 de julho de 2010

Sul do Espírito Santo: novo point para desempregados


O litoral é a principal fonte deles, com implantação de indústrias. Mas Cachoeiro também deve se beneficiar, com melhorias na infraestrutura e novas vagas de trabalho


O sul do do Estado do Espírito Santo deve receber mais de R$ 17 bilhões em investimentos diretos. O litoral Sul é a principal fonte deles, mas a cidade de Cachoeiro de Itapemirim também deve se beneficiar com isso. A expectativa é de que a cidade ganhe mais infraestrutura e novas vagas de trabalho sejam abertas.

Já em Anchieta, os investimentos chegam a R$ 16 bilhões, com a instalação da Companhia Siderúrgica de Ubu e da Quarta Planta de Pelotização da Samarco. E em Presidente Kennedy, mais R$ 1 bilhão e meio com a implantação da Ferrous. O litoral conta ainda com os repasses da exploração do petróleo, os famosos Royalties.

Tudo isso vai gerar reflexos também em Cachoeiro. A questão foi discutida nesta quarta-feira (21) na cidade, por empresários, representantes do município e do Governo do Estado. O secretário estadual de Desenvolvimento, Márcio Félix Bezerra, explicou como a cidade pode ser beneficiada.

"Cachoeiro já é uma região comercial, com pólos metal-mecânico e educacional, e as conhecidas rochas. E ainda tem a possibilidade de um aeroporto regional operando, o que tornaria a cidade a área líder da região", afirma o secretário.

A consequência é a geração de trabalho. Estão previstos mais de 30 mil empregos nas fases de construção e operação das empresas. E para conquistar o mercado promissor, não basta apenas querer trabalhar, é preciso também ter qualificação.

Os projetos ainda estão no papel, mas existe a previsão de algumas mepresas começarem os trabalhos a partir de 2011. "Esses projetos tem um tempo para maturação e vamos aproveitar esse tempo para capacitar mão de obra. Vamos buscar convênios para certificar também as nossas empresas", disse o secretário de Desenvolvimento de Cachoeiro, Ricardo Coelho.

gazetaonlinesul

Nenhum comentário: