quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Aposentados do INSS começam a receber a metade do 13º hoje

Aposentados, pensionistas e trabalhadores serão responsáveis pela injeção de R$ 9 bilhões na economia nacional


O INSS começa a pagar hoje a folha de agosto para mais de 27,5 milhões de beneficiários, com a primeira metade do 13º para 23,6 milhões de segurados. Serão creditados R$ 9,013 bilhões a título de antecipação, além dos R$ 20 bilhões destinados aos benefícios. No primeiro dia, o dinheiro será depositado para quem ganha até um salário mínimo (R$ 510) e tem cartão com final 1. O calendário de pagamento continua nos dias úteis e só será concluído no dia 8 de setembro.

É bom lembrar que a primeira parcela do 13º vem sem descontos. O Imposto de Renda sobre o abono de Natal só será cobrado no pagamento da segunda parcela, em novembro e dezembro. Para os que tiveram benefícios concedidos este ano, o valor da primeira parcela será proporcional. A diferença atinge os que recebem auxílio-doença, que não devem receber os 50%.

Para quem ainda não sabe o valor, é possível obter o contracheque na página do Ministério da Previdência Social na Internet, no endereço www.previdencia.gov.br. Segurados que sacam os benefícios ou têm conta nos bancos do Brasil, Mercantil do Brasil e Bradesco também têm a opção de imprimir o extrato mensal nos terminais de atendimento automático. Os que são vinculados a outros bancos só poderão retirar o extrato mensal da folha de setembro.

PROPORCIONAL

Benefício iniciado em janeiro terá o 13º calculado sobre oito meses. Não recebem: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência, vantagem do servidor aposentado por autarquia e salário-família.

Justiça Federal vai destinar R$ 234 milhões a segurados

O Conselho da Justiça Federal anunciou a liberação de R$ 346,1 milhões em requisições de pequeno valor (RPVs) para o pagamento de causas contra a União em julho. O depósito desses valores na conta dos beneficiários é feito pelos Tribunais Regionais Federais, de acordo com seus cronogramas próprios.

Os recursos liberados são para pagar processo decorrentes de salários, vencimentos, proventos, pensões e suas complementações, benefícios previdenciários e indenizações por morte ou invalidez. Do total, R$ 235.241.247 são para arcar com despesas de processos previdenciários — revisões de aposentadorias, pensões e outros benefícios. No País, eles somam 36.451 ações que beneficiam 42.519 pessoas.

O TRF da 2ª Região, com sede no Rio de Janeiro, mas que também abrange o Espírito Santo, vai pagar R$ 44.488.611, sendo que R$ 16.435.583 são para 1.530 pessoas beneficiadas que ganharam ações do INSS.

POR LUCIENE BRAGA O Dia

Nenhum comentário: