segunda-feira, 2 de agosto de 2010

TRE/RJ indefere registro de candidatura de João Peixoto, entre outros

As informações estão no site Ururau. Leiam:


Os julgamentos dos registros de candidaturas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornaram-se os grandes destaques da política nas últimas semanas, com todas as atenções voltadas para as confirmações dos nomes daqueles que vão para a disputa no dia 03 de outubro para o Governo do Estado, Câmara Federal e Alerj. Em Campos, alguns nomes e em especial dos grupos que dominaram o cenário políticos nos últimos 20 anos, vivem a expectativa de terem seus nomes confirmados ou no caso de indeferimento, para que possam dar inícios a recursos em outras instâncias.
Na última semana o TRE/RJ indeferiu por unanimidade o registro do ex-deputado Claudeci das Ambulâncias (PSL), e o mesmo foi confirmado nos registros de candidatura do deputado estadual João Peixoto (PSDC) e do vereador Vieira Reis (PRB). Vale ressaltar, no entanto, que cabe recurso e os três políticos correm contra o tempo para garantir suas candidaturas. Está previsto para esta semana e mais provavelmente nesta segunda-feira (02/08), que o TRE avalie os registros dos ex-prefeitos de Campos Alexandre Mocaiber (PSB) e Arnaldo Vianna (PDT), que buscará a reeleição como deputado federal.

Vale ressaltar, no entanto, que cabe recurso e os três políticos correm contra o tempo para garantir suas candidaturas. Está previsto para esta semana e mais provavelmente nesta segunda-feira (02/08), que o TRE avalie os registros dos ex-prefeitos de Campos Alexandre Mocaiber (PSB) e Arnaldo Vianna (PDT), que buscará a reeleição como deputado federal. O vereador Vieira Reis informou ao blog “Momento Verdadeiro” que ficou pendente a sua Certidão Estadual sobre Antecedentes Criminais. Ele explica que os advogados do PRB já entraram com recurso. “E nesse caso não há irregularidades, visto que vai ser considerado o dia e a hora que foi tirada a Certidão que consta no Cartório. Sendo assim, ratifico que o documento atende todas as exigências do Tribunal. Fico tranquilo, e afirmo que sou candidato e vamos prosseguir a caminho da vitória”, diz o vereador. Já o ex-deputado Claudeci das Ambulâncias disse que havia uma multa da eleição de 2000 que ficou pendente. Ele explica que a multa já foi paga e a informação sobre o pagamento não havia chegado ao TRE. Na última sexta-feira, a documentação do deputado federal Arnaldo Vianna foi encaminhada ao relator do TRE. Como haverá julgamento nesta segunda-feira (02/08), existe uma grande possibilidade de o registro de Arnaldo ser avaliado nesta segunda-feira (2). Como ele foi condenado recentemente pelo TRE por abuso de poder econômico e ainda não obteve uma liminar no TSE, Arnaldo pode ter o seu registro indeferido com base na Lei Ficha Limpa. A mesma situação ocorre com Mocaiber, que também não conseguiu uma liminar para suspender os efeitos da condenação do TRE. Vale lembrar que mesmo se tiverem os registros indeferidos, eles poderão recorrer.

MÊS DECISIVO PARA O CASAL GAROTINHO O mês de agosto também promete ser decisivo para o casal Garotinho. O ex-governador Anthony Garotinho (PR) e a prefeita afastada, Rosinha Garotinho (PMDB), aguardam o julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deve ocorrer no início deste mês, já que o recesso do Judiciário se encerra nesta segunda-feira, com audiências voltando a ser realizadas às 19h. Na pauta do primeiro dia de trabalhos, não constam os dois casos e há a expectativa que entre no sistema na quarta-feira ((04/08) e possa ser julgado na quinta-feira (05/08). Os julgamentos em Brasília acontecem sempre às segundas e quintas-feiras. Rosinha, há mais de um mês afastada do cargo, tenta retornar ao governo municipal e Garotinho quer disputar uma cadeira na Câmara Federal sem pendências na Justiça. O advogado de Garotinho, Jonas Lopes de Carvalho Neto, em entrevista concedida ao URURAU na última quarta-feira (28/07), demonstrou confiança nos julgamentos do TSE. A advogada da Prefeita Rosinha Garotinho é a Doutora Rosely Pessanha. “Não há previsão por uma data para o julgamento e nem tem como saber, mas estamos na expectativa que seja julgado logo, até mesmo pela notoriedade do caso. Temos confiança pela decisão favorável seja mantida, pois estamos bem fundamentados. O caso da Prefeita está interligado e são casos conexos, tendo total reflexo. Acho que o caso da Prefeita tem todas as chances de também ser deferido”.

..........................................
Ururau

Nenhum comentário: