terça-feira, 14 de setembro de 2010

Incêndio continua na reserva

A Brigada de Combate à Incêndios conseguiu impedir que as chamas avançassem, mas o fogo continua em parte do Parque Nacional do Caparaó, localizado na região de Iúna. Os trabalhos já duram 72 horas. O fogo está há 10km do Pico da Bandeira.

O fogo já atingiu as nascentes de dois rios e destruiu o equivalente a oito campos de futebol de uma das principais reservas de Mata Atlântica da Região Sudeste. No auge dos trabalhos, foram necessários mais de 60 brigadistas para conter as chamas.

Local de difícil acesso


Os primeiros brigadistas tiveram que caminhar por cerca de 4 horas até chegare à linha de combate ao fogo. Um helicóptero enviado pelo Governo Federal foi enviado na segunda-feira (12) para o transporte de pessoas, comida, água e equipamentos.

Há 16 anos não eram registradas queimadas graves na reserva. O fogo começou na noite de sábado (10). Há suspeitas de que tenha sido criminoso. A chefe do Parque Nacional do Caparaó, Thaís Farias Rodrigues, disse que vai levar o caso à polícia para que seja aberto um inquérito que apure as causas do incêndio.

A previsão é de que o fogo seja controlado até nesta quarta-feira (15).

Gazetaonlinesul

Nenhum comentário: