quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PIB per capita brasileiro cresce 21,7% em 14 anos, para R$ 5.405

O PIB (Produto Interno Bruto) per capita --que indica o nível médio de renda da população-- do Brasil cresceu 21,7% entre 1995 e 2009, de acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A pesquisa 'Indicadores de Desenvolvimento Sustentável' aponta que, em 14 anos, o valor passou de R$ 4.441 para R$ 5.405.

O crescimento no período foi puxado pelo maior ritmo de aumento nos anos finais, chegando a R$ 5.469 em 2008 (alta de 4,1% ante 2007). Em 2009, porém, o PIB do país caiu 0,2% por conta da crise internacional, fazendo com que o produto per capita registrasse redução de 1,17%, para R$ 5.405.

Entre as regiões, o Sudeste lidera o ranking de PIB per capita, com R$ 19.277, seguido pelo Centro-Oeste, com R$ 17.844. As maiores taxas de crescimento entre os Estados, porém, foram registradas no Norte, Centro-Oeste e Sul, de acordo com o IBGE. Os dadosn disponibilizados são de 2007.

Considerando as Unidades da Federação, o Distrito Federal tem o maior produto por habitante do país, com R$ 40.696, bem acima de São Paulo, que aparece em seguida, com R$ 22.667. Na outra ponta, Maranhão e Piauí são os Estados com menor nível de renda da população, com PIB per capita de R$ 4.662 e R$ 5.165, respectivamente.

O IBGE cita ainda que é no Norte e Centro-Oeste que têm sido registrados os maiores incrementos populacionais. "Esses movimentos vêm determinando alterações discretas na posição relativa das Unidades da Federação em relação ao indicador de PIB per capita, mas revelam a crescente interiorização da atividade econômica do País", afirma o estudo.

Folha.com

Nenhum comentário: