quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Rio disputa título de destino mais sexy do mundo


Em 2009 cidade foi eleita melhor destino gay do planeta. Concurso é feito por site americano.


Um ano após ser eleito o melhor destino gay do planeta, o Rio volta a participar de um concurso, entre as principais cidades do mundo. Agora a cidade concorre na categoria "destino mais sexy". A disputa será contra Barcelona (Espanha), Tel Aviv (Israel) e as cidades americanas Key West (Flórida), Las Vegas (Nevada) e Palm Springs (California). A cidade eleita como mais sexy em 2009 foi Paris. A votação é livre pela internet no site do concurso, que é organizado pelo TripOutGayTravel.com, em parceria com o Logo, canal voltado para o público LGBT, os mesmos do concurso de 2009, que elegeu a cidade como melhor destino gay. Na disputa por melhor destino gay do planeta, o Rio superou os concorrentes Barcelona, Buenos Aires, Londres, Montreal e Sydney. “Com mais essa indicação, o Rio vai se firmando como um destino gay friendly de ponta. Trata-se de um mercado importante e que se identifica com a natureza da cidade, que é festiva, mas também acolhedora e hospitaleira. Aqui, as mais diversas tribos convivem em harmonia, o que comprova nosso imenso potencial para atender a este segmento. Vamos continuar investindo nesse mercado, que movimenta bilhões de dólares anualmente com viagens”, comemorou o secretário de Turismo e presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello. Outra brasileira na disputa é a boate The Week do Rio e de São Paulo, que concorre como melhor bar gay. Em 2009, a The Week concorreu, mas somente com a filial paulista, mas o prêmio ficou com a The Abbey, em Hollywood.

G1

Um comentário:

Sandro disse...

Mais um titulo para manchar o Brasil e o Rio.
O Rio de Janeiro deve ser “vendido” lá fora como a “Cidade Maravilhosa”, com seus encantos naturais, as praias, as montanhas; a hospitalidade, a alegria e a descontração do seu povo; as opções de lazer. Não como “destino sexy” para atrair de gente do mundo inteiro, adepta do turismo sexual. O Rio não quer esse tipo de turismo e com todo o respeito, ganhar esse título de “destino mais sexy do planeta” só vai servir para incentivar a prostituição, inclusive de crianças e adolescentes, essa que é a verdade.
Para piorar, Paes vai gastar dinheiro para produzir um vídeo para o concurso e verbas publicitárias para divulgar essa imagem do Rio, nos Estados Unidos.

Francamente é mais uma bola fora de Paes, que acha que está abafando, mas demonstra a cada dia, que não tem estatura para o cargo que ocupa.