sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Envelhecimento precoce pode ser combatido a partir de agora

Adoção de hábitos saudáveis, como dormir e se alimentar melhor, é um bom passo


Afinal,o que nos faz envelhecer? Por que nossas células não se mantêm jovens indefinidamente? Veja quais são os processos que aceleram o envelhecimento precoce e o que fazer para retardar o envelhecimento, mantendo-se uma pessoa jovem e ativa por mais tempo. 

Nas últimas décadas, a expectativa de vida aumentou de forma significativa graças aos avanços médicos na área de prevenção e controle de doenças crônicas, fazendo com que o envelhecimento se dê cada vez mais tarde.

Hoje, é comum vermos pessoas joviais com 50, 60 anos e que a idade cronológica está deixando de ser parâmetro determinante da juventude. Hoje, vivemos mais e queremos sim, viver cada vez mais e melhor. Mas, por que envelhecemos? Não existe uma única causa para o envelhecimento acontecer, pois esse processo se dá por diversos fatores, tais quais: herança genética, alimentação, estilo de vida, exposição ao sol, entre outros. 
Um processo natural
 Desde que nascemos, começamos a envelhecer um pouquinho a cada dia. Cada um dos elementos que nos leva ao envelhecimento agem no organismo de maneira diferenciada e individual, mas estudos demonstram que 35% da longevidade conquistada por uma pessoa se devem a sua herança genética.

Adotar hábitos saudáveis, abandonando de vez o sedentarismo, o fumo e a má alimentação vão levar você com certeza a ganhar mais anos de vida, mesmo que sua genética não seja tão privilegiada.

Pessoas com melhor condicionamento físico e que se alimentam de forma equilibrada sofrem menos infartos, derrames e outras doenças do gênero, e, portanto, vivem mais.

Pessoas estressadas também correm um risco maior do envelhecimento precoce. Estudos demonstram que pessoas menos preocupadas, que lidam melhor com o estresse e pessoas extrovertidas correm menos riscos de desenvolvimento de doenças, além é claro, de ficarem com uma aparência melhor.

Boas noites de sonos são fundamentais
Outro fator importante na qualidade de vida, e consequentemente, no retardamento do envelhecimento é a qualidade do sono do indivíduo, pois durante o sono profundo ocorre a liberação de hormônios importantes para o organismo, como o hormônio do crescimento, o GH.

Esse hormônio é o grande segredo da juventude, uma vez que melhora o desempenho físico, a qualidade da pele, disposição física e ajuda na manutenção de nossa massa muscular. Mas, à medida que vamos envelhecendo, o GH sofre uma queda natural, portanto, se o indivíduo além de tudo começar a dormir mal, seu organismo sentirá com mais força essa queda, que se refletirá em pele desvitalizada, pouco ânimo e disposição física, perda da massa muscular e a sensação de envelhecimento precoce.

Para se ter uma idéia melhor, uma noite de sono ruim, leva à taxa do hormônio do crescimento a metade do nível considerado normal. 
Alimentação balanceada
O futuro das novas gerações depende da adoção de hábitos que vão muito além de ser apenas saudáveis, é preciso uma conscientização global em termos de prevenção e de atenção ao consumo de alimentos que afetam de maneira desastrosa nosso organismo. É bom controlar com atenção o consumo de gorduras, carboidratos simples, alimentos refinados, cheios de corantes e conservantes que, a longo prazo, só trazem prejuízos a saúde.

Você ficaria impressionado ao descobrir quantas doenças derivam da má alimentação. Não é apenas a quantidade de calorias que ingerimos que vai fazer mal para o nosso organismo, mas sim a qualidade dos alimentos que consumimos, se eles são ou não nutritivos e o que eles lhe trarão de benefícios.

Nosso corpo, como máquina perfeita, precisa estar alinhado, balanceado, e com a reposição certa dos nutrientes para funcionar em sua totalidade, prevenindo doenças e tornando o processo natural do envelhecimento em algo saudável e não doentio.  
Minha Vida

Nenhum comentário: