quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Festa do Reencontro em Morro do Coco com Cassiane e Falamansa

Começa nesta quinta-feira (25), com apoio da prefeitura, via Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, a 21ª Festa  do Reencontro, em Morro do Coco. A tradicional festa começa com uma pregação evangélica, seguida do grande show da cantora gospel Cassiane, nesta quinta-feira (25), a partir das 21h. O show promete levar uma multidão à comunidade. Cassiane é uma das cantoras gospel mais conhecidas do público. Na oportunidade ela cantará grandes sucessos como “A Cura”, “Chuva de Bênçãos” e “Fogo Santo”.
    
A 21ª Festa do Reencontro de Morro do Coco prossegue no final de semana. Na sexta-feira (26), às 22h, haverá o show regional da Banda Brilho do Forró, seguido de Gil Paixão e Banda. No sábado (27), às 22h, show com a banda Impacto e, às 24h, “A Massa”. 
    
No domingo haverá mais grande show com “Falamansa”, às 21h, seguido de show pirotécnico. A programação terá, ainda, jogos de futebol, apresentação de bandas marciais e corridas de bicicleta. O organizador da 21ª Festa do Reencontro, Gilson Sarlo, diz  que este ano a prefeitura deu o maior apoio já dado à festa. “O prefeito nos recebeu muito bem e não mediu esforços para atender à população”, finalizou Gilson.



Obs: Segundo informações a Festa de São Sebastião, em Santo Eduardo, em Janeiro próximo não terá apoio da prefeitura mais uma vez. Mas atenção: não é por falta de pedido, e sim, porque existe uma ordem para a prefeitura não apoiar mais "festinhas de bairro" neste governo.



6 comentários:

Washington Luiz disse...

Não acredito nessa ordem da Prefeitura, até acredito que seja desculpa esfarrapada de alguns. Porém foi feito algum pedido? tem algum ofício? o que a FCJOL tem pedido é ofício com atecedência de 30 dias, sendo a festa em 20 de janeiro ainda há tempo hábil. Vamos a luta, pedir Deus deixou.

José disse...

E está certa, em vez de apoiar "festinha de bairro" invista no local.
Essas festas levam nada a lugar nenhum, muito pelo contrário, só faz bagunça, e bebedeira.

Blog do L. Werneck disse...

Washington, foi feito o pedido sim, só não posso, por enquanto, revelar o nome de quem foi quem fez.
O interesse da prefeitura no verão é propagar o Farol de São Tomé, como ponto "turístico" de Campos, e tudo mais, ou seja, o restante para o restante do município não sobra nada, nem migalhas para uma festa tradicional como é a de São Sebastião, em Santo Eduardo.

Blog do L. Werneck disse...

José, esta é a sua opinião, e em parte eu até concordo contigo, porém, investir no local passa por também pela parte do lazer, pois gera renda para os comerciantes e barraqueiros. A bagunça generalizada só acontece quando não há organização nestas festas, quando falta policiamento, guardas municipais e etc.; agora "bebedeira" não precisa de festa para ter, pois muitos, mesmo sem motivos bebem demais, mas isso não é problema nosso, pois cada um deve saber o que é melhor para si mesmo.

Edler Del Esposti disse...

Nossa lenilson, genial mais uma vez, afinal, tenho poucas palavras a dizer, ou quem pede por santo Eduardo não tem cerdibilidade nenhuma, ou eles não querem mesmo fazer nada aqui, nem festas, nem obras, nem casas populares nem nada, santo Eduardo não é ajudado em nada e ponto final, querem mudar minha opinião? mostrem resultados, eu e a população vamos agradecer, não estou reclamando do governo em geral, até acho que a cidade de campos está melhorando muito nos ultimos tempos, inclusive em abitação e obras emergencias, agora que estão querendo tirar-nos do mapa ou de qualquer lugar sei lá... isso é fato.

Blog do L. Werneck disse...

Edler, acredito que não há interesse mesmo da parte deles para conosco. Paulo Beraldi tem corrido atrás, pelo que sei, mas parece que a prefeitura está divida entre os que aceitam ordens do prefeito interino e os outros que obedecem as recomendações do deputado eleito Antony Garotinho. Ou seja, estamos sendo guiados por vários capitães, mas o barco, este continua a deriva.