sábado, 18 de dezembro de 2010

Teólogo propõe que evangélicos dêem sossego de cinco anos aos gays

Para teólogo, evangélicos precisam de um tempo para pensar melhor sobre gays

Atualmente vivendo na Costa Rica, América Central, o teólogo presbiteriano Juan Stam deu uma ideia bem original aos evangélicos de todo o mundo: deixem de discutir a homossexualidade por cinco anos. Segundo ele, seria um tipo de moratória para os fieis se concentrarem no que ele considera pontos mais urgentes a serem discutidos.

Seria um período para os evangélicos analisarem com calma a questão da homossexualidade. Isto porque o teólogo acredita que esta guerra homofóbica está causando dano à igreja, além de deixar os fieis obcecados. “Como se fossem os únicos problemas críticos de nosso tempo e como se deles dependesse o futuro da igreja e da civilização”, dispara Juan.

Para ele, as igrejas evangélicas “carecem de autoridade moral para que suas campanhas anti-homossexuais sejam convincentes. Suas arengas contra a homossexualidade caem no ridículo ante os setores pensantes e críticos da população e, às vezes, cheiram a oportunismo e hipocrisia”.

 Mixbrasil

2 comentários:

Caetano disse...

A questão não é essa, como sempre querem manipular as coisas.
A questão é: Segundo a Biblia é pecado sempre será e isto nunca vai mudar.
O querem os Gays?Ser um povo com direitos especiais?Vc pode criticar Deus o diabo, católico, mas criticar a conduta homossexual não.
O numero de homossexuais que têm deixado de ser homossexual cresceu muito, e muitos agradecem hoje,quem quer ajuda tem direito de saber que pode contar com uma ajuda.
Por isso o que esse cara quer é deixar as coisas andarem sem rumo sem resistência, coisa que não vai caontecer.

Anônimo disse...

QUEM É REI! NUNCA PERDE A MAJESTADE!