terça-feira, 18 de janeiro de 2011

"Internet é democracia e não pode ser controlada", diz Al Gore


"Defendam a internet. Ela não pode ser controlada por governos ou grandes corporações. A internet é do povo."
Essa foi uma das frases do ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore durante sua breve apresentação durante o segundo dia da Campus Party, evento de tecnologia e entretenimento que acontece até domingo em São Paulo.
Durante seu discurso, Al Gore afirmou que a internet traz a democracria à vida real e que a neutralidade da rede deve continuar.
"A forma como se usam as ferramentas tecnológicas é absolutamente importante. Sigam seus corações e mantenham os sonhos das pessoas vivos, não deixem que a rede seja controlada", afirmou.
A discussão vem em um momento em que a neutralidade da internet é questionada, inclusive por iniciativas de empresas globais sobre a possibilidade de priorizar conteúdo de acordo com a vontade do usuário no momento.
Outra forma de interferência também apontada pelos especialistas é o bloqueio da rede por companhias de telefonia ou acesso à internet como forma de "proteger" a rede e evitar o consumo de banda.
Sob a ótica dos especialistas, todo conteúdo e toda navegação deve ser tratada da mesma forma, sem privilégios ou proibições e sem interferências
O tema também foi abordado por Tim Berners-Lee, um dos criadores da rede, que também participou do painel.
"Quando alguém tentar impedir que vocês acessem um conteúdo, protestem. Em paz, mas protestem", disse Berners-Lee.
As formas podem ser diferentes, segundo ele. Pode envolver desde protestos silenciosos, como posts em blogs e no Twitter ou também ganhar proporções maiores, como reclamar com a companhia telefônica que bloquear o acesso, por exemplo.
"Essas são revoluções silenciosas que ganham as ruas", afirmou.

Folha.com

Nenhum comentário: