sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Vasco: Carlos Alberto e Felipe estão fora dos planos e vão virar 'moedas de troca'

A crise instalada em São Januário não para de fazer vítimas. Desta vez, as mudanças serão dentro de campo. Após a saída do técnico Paulo César Gusmão, os meias Felipe e Carlos Alberto serão os próximos a deixar o clube. Sem contar com os jogadores, a diretoria planeja usá-los como moedas de troca na busca por reforços para o time. A cúpula vascaína corre atrás de dois meias e um atacante.
Ambos os jogadores não se reapresentaram junto com o restante do elenco, nesta sexta-feira, e estão com os dias contados em São Januário. Em princípio, eles foram afastados da equipe até o clássico deste domingo, diante do Flamengo.
O capitão da equipe, inclusive, teve uma áspera discussão com o presidente do clube, Roberto Dinamite, e precisou ser apartado pelo diretor executivo, Rodrigo Caetano, após a derrota por 3 a 1 para o Boavista, na última quinta-feira. Depois da briga com o mandatário, o camisa 19 enfrenta um clima de total rejeição dentro do clube.
Já o meia Felipe desagradou, mais uma vez, os dirigentes cruzmaltinos ao deixar o estádio do Engenhão bem antes do final da partida da última quinta-feira. Para Carlos Alberto, a situação é ainda pior.
O Vasco acumulou a terceira derrota consecutiva na Taça Guanabara, nesta quinta, e está na última posição do grupo A, não somando nenhum ponto na competição. A classificação para próxima fase do primeiro turno é praticamente impossível.
Esfacelado e com inúmeras dúvidas em relação ao futuro , os jogadores do Vasco tentam juntar os cacos e encontrar forças para o clássico de domingo, contra o Flamengo, no Engenhão, às 19h30, pela quarta rodada do grupo A da Taça Guanabara.
Para a partida, o time será dirigido interinamente por Gaúcho. O resto do plantel se reapresentou normalmente, nesta sexta, e teve uma larga conversa com Roberto Dinamite, que tenta botar ordem na casa.
UOL

Nenhum comentário: