terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Aterro Sanitário de Conselheiro Josino entra em funcionamento

. No local, está prevista ainda a construção de um Centro de Educação Ambiental (Foto: Check)
Entrou em funcionamento na manhã desta segunda-feira (21) o novo aterro sanitário do município, em Conselheiro Josino. Viabilizado pela prefeitura, através da Secretaria de Serviços Públicos e da concessionária Vital Engenharia, responsável pela obra, o Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) está instalado numa área de 990 mil metros quadrados e tem capacidade para receber até 300 toneladas de lixo domiciliar por dia. No local, está prevista ainda a construção de um Centro de Educação Ambiental.
    
Um investimento de cerca de R$ 5 milhões, o CTR marca mais uma etapa para que Campos atenda plenamente toda a legislação sanitária e ambiental. Para concluir o sistema de tratamento de resíduos sólidos, o próximo passo será a inauguração da Usina de Reciclagem no aterro controlado do Distrito Industrial da Codin. A expectativa é para que, em dois meses, a usina, com capacidade para reciclar 100 toneladas de lixo por dia, entre em funcionamento e o lixão da Codin seja desativado.
   
- Todo o lixo domiciliar do município que hoje é levado para o lixão da Codin será destinado para a Usina de Reciclagem e para o aterro de Conselheiro Josino. Serão 100 toneladas para serem reciclados e outras 200, aterradas. Por enquanto, no CTR, vai ser aterrado apenas lixo da Região Norte do município e o Codin continua em atividade até que a usina seja inaugurada e possamos absorver mão de obra existente no lixão. Vamos aproveitar na usina os catadores que são explorados por atravessadores - , informou o secretário municipal de Serviços Públicos, Zacarias Albuquerque.
   
 Unidade de Tratamento de Resíduos de Saúde - Segundo o secretário, Campos, que possui em operação desde novembro, uma Unidade de Tratamento de Resíduos dos Serviços de Saúde, pode ser considerada referência entre os 5.565 municípios brasileiros no que se refere à responsabilidade de gerenciamento de resíduos sólidos. “A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece um prazo de quatro anos para que os municípios se adequem às exigências sanitárias. Esse prazo vence em agosto de 2014 e Campos já está no cumprimento da lei, principalmente, no Estado do Rio de Janeiro, que vai sediar a Copa de 2014. Campos já teve resolução no resíduo doméstico e de Saúde”, salientou Zacarias.



Campos.rj.gov.br

Nenhum comentário: