segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Governo do Rio quer adotar delação premiada contra a corrupção

Agentes que denunciarem cúmplices poderão manter benefícios e até o emprego



O governo do Rio de Janeiro deve enviar nesta segunda-feira (28) para a Alerj (Assembleia Legislativa) um projeto de lei que cria a delação premiada para os servidores públicos do Estado com o objetivo de combater a corrupção na esfera administrativa.
A nova medida, inédita no país, também pretende acelerar a quebra de estruturas ilícitas que possam existir dentro da polícia. Segundo o governo, agentes que denunciarem seus cúmplices poderão ter mantidos benefícios administrativos e até o emprego, dependendo do caso.
O projeto de lei vai permitir que o servidor indiciado em um processo administrativo disciplinar possa colaborar valendo-se dos benefícios de uma punição menos grave, caso apresente novos cúmplices ou provas relevantes. Atualmente, as punições para quem comete desvios vão da advertência à demissão ou até mesmo à cassação da aposentadoria.
No caso do servidor fazer uso da nova medida, ele poderá não ser demitido, recebendo somente suspensão ou redução de aposentadoria.
Agência Estado/R7

Nenhum comentário: