quinta-feira, 28 de abril de 2011

Garotinho divulga punição dos deputados

O deputado federal Anthony Garotinho (PR) anunciou ontem (27) em seu blog a decisão do PR em relação aos deputados que votaram no deputado Paulo Melo (PMDB) na eleição para a presidência da Alerj, no início de fevereiro. No caso do deputado Roberto Henriques, além de uma advertência, ele será observado pela Direção “porque, mesmo depois de encerrado o atual processo disciplinar, persiste em atitudes anti-partidárias e de agressão à direção do Partido, podendo ser representado novamente perante o Conselho de Ética. 7″, diz a nota.
Confira:
NOTA OFICIAL DO PR-RJ
A Comissão Diretora Regional do PR-RJ, com base em recomendação do Conselho de Ética, concluiu o julgamento sobre as infrações disciplinares ocorridas em sua bancada na ALERJ, que vão aqui resumidas:
1. O deputado Iranildo Campos, como já havia sido decidido, foi declarado infiel, suspenso por um ano de suas funções e prerrogativas partidárias, inclusive a de líder da Bancada, não podendo, nesse período, representar o Partido em qualquer instancia interna ou externa. O deputado teve essa pena agravada porque alem de não ter seguido a posição do PR na eleição da presidência da ALERJ, afrontou publicamente a direção do Partido, não cumpriu a pena anterior de suspensão da liderança, e tomou diversas outras atitudes que feriram o código de ética e os estatutos. O Deputado teve seu recurso – contra a posição da Regional – negado pela Direção Nacional do PR;
2. Os deputados Samuel Malafaia, Fabio Silva, Roberto Henriques, Altineu Cortes, Édino Fonseca, Samuquinha e Miguel Jeovani receberam a pena de advertência como sanção por não terem seguido a posição da Direção Pardidária;
3. O deputado Roberto Henriques será observado pela Direção porque, mesmo depois de encerrado o atual processo disciplinar, persiste em atitudes anti-partidárias e de agressão à direção do Partido, podendo ser representado novamente perante o Conselho de Ética. 7
Blog do Bastos

Nenhum comentário: