sexta-feira, 6 de maio de 2011

Vaiado, Ronaldinho Gaúcho minimiza o problema: 'Foi para o time todo'

O título antecipado e invicto do Flamengo parece que já foi esquecido pela torcida. Na derrota para o Ceará por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Engenhão, pelas quartas de final da Copa do Brasil, os rubro-negros vaiaram alguns jogadores, entre eles o meia Ronaldinho Gaúcho.



Na saída de campo, o camisa 10 minimizou as vaias e disse que as reclamações foram para todos os jogadores.
“Foi para o time todo. Precisamos saber administrar isso tudo. O Flamengo precisa estar unido neste momento para dar a volta por cima. O resultado dificultou um pouco mais, mas temos todas as possibilidades de mudar o quadro”, salientou.
Na entrevista coletiva, Vanderlei Luxemburgo foi questionado sobre as vaias para Ronaldinho Gaúcho. O treinador achou natural tudo que aconteceu no Engenhão.
“Fazer o quê? Um dia teríamos que perder. Foi hoje (quinta-feira). Com respeito às vaias, o torcedor vem aqui no estádio, aplaude, vaia e o jogador precisa dar a resposta. É assim que funciona o futebol. Quem tem que responder é o Ronaldo e o torcedor. O Ronaldo tem que jogar bola e o torcedor ver o que é certo. Não posso mandá-lo embora porque foi vaiado. Ainda tem um contrato de quatro anos pela frente”, disse, acrescentando sobre o resultado.
“Jogamos um primeiro tempo muito ruim, com posse de bola, mas sem agredir o adversário. Estávamos em cima deles e surgiu o segundo gol de uma maneira irregular. Pode ter sido sem querer, mas ele levou vantagem na jogada. No segundo tempo melhoramos, mas agora temos que buscar o resultado fora de casa”, emendou.
Para chegar à semifinal da Copa do Brasil, o precisa vencer por dois gols de diferença ou por um, mas a partir de 3 a 2. Caso devolva o placar de 2 a 1, a vaga será decidida nas penalidades máximas. Superando o Ceará, a equipe enfrenta Palmeiras ou Coritiba. No jogo de ida, em Curitiba, goleada dos paranaenses por 6 a 0.

Um comentário:

lucas disse...

eu como rubronegro nato
estou junto com o meu mengão na alegria ou na tristeza
força meu mengão!