quinta-feira, 4 de agosto de 2011

'Reis' do primeiro semestre, Vasco e Santos vivem realidades diferentes após títulos

A vitória do Vasco sobre o Santos, por 2 a 0, na última quarta-feira representou de maneira quase que perfeita a realidade antagônica dos dois grandes campeões do primeiro semestre. Enquanto o vencedor da Copa do Brasil ratificou sua boa fase alcançando a quinta vitória em seis jogos, o campeão da Taça Libertadores não conseguiu reencontrar o bom futebol do início da temporada, amargando a terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro e a sexta após o título conquistado.
Com a vaga garantida na principal competição sul-americana do próximo ano, nada mais interessa para ambos os times que não o título do Campeonato Brasileiro. Entretanto, apenas o Vasco parece disposto a usar todas as suas forças para atingir tal objetivo. Na briga direta pelo primeiro lugar, o time está em terceiro lugar, com 27 pontos, enquanto o Santos amarga a 18a posição, na zona do rebaixamento, com apenas 11 pontos.

"Essa vitória comprova tudo o que falamos após a conquista da Copa do Brasil. Não podíamos entrar em uma zona de conforto por estarmos com a vaga garantida na Libertadores do ano que vem. Nossa briga é pelo título, e assim vai ser até o fim do Campeonato Brasileiro. Montamos uma boa base para isso, vamos disputar as primeiras colocações em todas as competições disputadas", destacou o técnico vascaíno, Ricardo Gomes.
Veja os gols do jogo:
video

Já no Santos, nem mesmo a desculpa de estar com três jogos a menos justifica a péssima campanha no Brasileiro, principalmente após o fim da Libertadores. Com apenas três vitórias, o time amarga o quarto pior aproveitamento da competição, conquistando apenas 33,3% dos pontos disputados. E a pífia campanha já preocupa alguns jogadores, que não sabem como explicar a queda brusca de rendimento.
"Não sabemos nem como explicar essa fase ruim do nosso time. Na Libertadores, a bola batia na trave e saía, agora ela entra. A sorte virou contra o Santos", justificou o goleiro Rafael, usando como o exemplo o gol do vascaíno Diego Souza, quando a bola bateu no travessão antes de balanças as redes e abrir caminho para mais uma derrota santista.
No próximo domingo, o Santos tentará mais uma vez fazer as pazes com a vitória e com o bom futebol da primeira metade da temporada. O adversário será o Ceará, às 16h, na Vila Belmiro, pela décima quinta rodada da competição. Já o Vasco, que busca manter a rotina de bons resultados, encara o clássico contra o Botafogo, às 16h, no Engenhão.

Uol

Nenhum comentário: