quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Vasco aceita receber taça de campeão de 'Brasileirão paralelo' e esquenta clima com CBF

Troféu oferecido pelo site que monitora erros de arbitragem ao Vasco, virtual campeão brasileiro


Após inúmeras reclamações e uma “guerra declarada” na última segunda-feira, quando foi ignorado pela CBF e nem sequer convidado para a festa do Campeonato Brasileiro, o Vasco esquentou ainda mais o clima com a entidade máxima do futebol nacional. O clube cruzmaltino aceitou receber a taça de campeão de um “Brasileirão paralelo’, organizado por um site que monitora os erros dos juízes das partidas, e reforçou a teoria de que só não alcançou o título por conta de irregularidades na arbitragem. O troféu simbólico será entregue ao presidente Roberto Dinamite na próxima segunda (12), às 15h, em São Januário.



Apontado pelo Placar Real como a equipe mais prejudicada da competição, o time vascaíno terminou a competição virtual, mantida sobre os critérios estipulados a respeito de como supostos equívocos do apito podem melhorar ou prejudicar a situação de times, em primeiro lugar, com 79 pontos, dez a mais que a pontuação real.
Para Dinamite, esta é mais uma maneira de demonstrar como os erros dos “homens de preto” impediram que a taça real chegasse a São Januário. Rechaçando qualquer discurso de protesto, o mandatário cruzmaltino pediu uma reflexão profunda sobre o caso garantiu que o título conquistado no Placar Real é apenas uma constatação de tudo que já foi falado anteriormente sobre os lances polêmicos nos jogos do Vasco.
“Este troféu é mais uma demonstração de como as coisas estão erradas. Se não ocorressem tantos erros, poderíamos tranquilamente conquistar o campeonato. É claro que isso não resolve a perda do título, mas serve para que se faça uma análise, uma reflexão mais profunda. E não falo apenas do Vasco, até porque vários clubes foram prejudicados. Isso aqui não é ‘chororô’, apenas uma constatação. Além disso, é uma idéia saudável”, ressaltou Dinamite.
Segundo levantamento do site especializado, o time vascaíno foi prejudicado em pelo menos quatro jogos da reta final da competição, além dos erros no início do campeonato. Entre pênaltis não marcados, gols anulados e faltas inexistentes, o cruzmaltino deixou de ganhar nove pontos nas partidas contra Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Santos nas últimas rodadas do Brasileiro.
Erros também na parte de baixo da tabela
Ainda de acordo com a tabela do Placar Real, o Vasco não é o único prejudicado pelos erros dos árbitros. Na briga contra o rebaixamento, o Cruzeiro, com 40 pontos, três a menos que a tabela real, teria ido para a série B no lugar do Atlético-PR.
Site que monitora arbitragem mostra diferenças no primeiro lugar e no "G5" - Reprodução
Enquanto isso, Botafogo e Atlético-MG também não escaparam. Com 58 pontos, dois a mais que a pontuação oficial, o time carioca teria se garantido na Libertadores, visto que outros concorrentes à vaga perderiam alguns preciosos pontos. Já a equipe mineira, com 54, nove a mais que a contagem real, beliscaria um lugar na Sul-Americana.

Portal UOL

Nenhum comentário: