segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Vendas pela internet crescem 20% no Natal


Faturamento das lojas virtuais foi de R$ 2,6 bilhões no período.
Atraso em entregas recuou quatro pontos percentuais em 2011.


O faturamento nominal das empresas de comércio eletrônico cresceu 20% neste Natal na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (26) pela empresa de monitoramento de comércio eletrônico, e-bit. Entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro, o faturamento do e-commerce somou R$ 2,6 bilhões.
O porcentual de atrasos nas entregas sobre o total de pedidos recuou de 17% em 2010 para 13% este ano. Já o número de pedidos cresceu 27%. "Isso demonstra os esforços dos lojistas para que os problemas que ocorreram no Natal passado não voltassem a acontecer. No decorrer desse ano, as empresas investiram em logística, tecnologia, centros de distribuição e capacitação de profissionais", informou a e-bit, em nota à imprensa.
O tíquete médio, por sua vez, apresentou uma queda de 6,21%, para R$ 347. A categoria com maior número de pedidos foi a de eletrodomésticos, seguido por saúde, beleza e medicamentos; informática; moda & Acessórios; e eletrônicos.
G1 e Agência Estado

Nenhum comentário: