sexta-feira, 23 de março de 2012

Obra da ponte do Bairro Departamento, em Santo Eduardo, segue em bom ritmo.

Ao que parece,  a obra do Bairro Departamento, em Santo Eduardo, segue num bom ritmo. O pilar que estava danificado está praticamente pronto e os andaimes já foram todos colocados para que sejam feitos os procedimentos restantes.

Com certeza os moradores do Bairro e os demais santoeduardenses estão ansiosos e aliviados porque estamos sofrendo há tempos com a falta desta ponte tão essencial para a comunidade.

Detalhe: Parece que os R$ 188.000,00 previstos para a execução da obra vão dar! Ou seja, quando querem o dinheiro sempre da´!

Obra da ponte segue com bom ritmo.

Pilar de sustentação lateral praticamente pronto.

Andaimes foram colocados para facilitar o deslocamento dos operários.

14 comentários:

Sávyo disse...

Por essas e outras que Rosinha vai ser reeleita.

Carlos Celso disse...

É Savyo, eu confesso que não acho a Rosinha uma Prefeita excelente, mas diante dos concorrentes, Roberto, Arnaldo, João Peixoto não tenho nem dúvidas, afinal, ela pelo menos está fazendo alguma coisa, diga-se em Santa Maria, pontes, praça, calçamentos, programas na Agricultura,isso sem falar na passagem á 1 Real que possibilitou ao povo o trabalho em Campos, enquanro os de cima, um nunca veio em Santa Maria e fica pulando mais de lado do sapo na lagoa, já os outros dois dispensa comentários.

Anônimo disse...

Carlos, respeito sua opinião mais a prefeitura de Campos com que recebe de royalty, os distritos eram para ter um desenvolvimento humano comparado a Noruega.
A passagem de 1 Real pode até ajudar, mais o correto seria desenvolver o interior trazendo indústrias que geram empregos.
Os distritos estão se transformando em comunidades dormitórios,não se esqueça que a prefeita vai
ter que se explicar sobre as terceirizações.

jvnight disse...

hum....??? sei não en sera que essa ponte vai dar certo? rsrs

Mariano disse...

Ao anônimo, os incentivos paras as industrias são oferecidos, mas no geral, só que quem vai deixar de colocar uma industria em plena a BR101 para colocar dentro de um distrito?
Só se o empresário for burro.
Quando aos distrito virarem dormitório, não vou dar minha opinião quanto a Santo Eduardo, embora tenha essa opnião formada.
Mas a renda dos moradores em Santa Maria cresce absurdamente, são muitas casas em construção, população com carro zero moto e só crescendo, as pessoas estão tranalhando em Macaé Campos e volta para a localidade para gastar.
Isto de empresa em interior, só serve para gerar emprego para pião.
Quem quer crescer pega o ônibus dos estudantes ou a passagem a 1 real estude ou trabalhe.

Anônimo disse...

Márcia disse...

Mariano... você se acha o máximo. Essa é que é a verdade!
E absurda é a sua ignorância em relação ao seu lugar e ao meu, pois há diferenças sim, de poder aquisitivo, mas existe tanto em Santa Maria como em Santo Eduardo muitos que não podem e nem direito a nada e você só quer ver o que te interessa.
Em Santa Maria tem a rua do fogo e vila operária, além do Caldeirão e Areal que existem muitos sacrificados. Em Santo Eduardo tem o 69, Departamento e boa parte do São Sebastião também.
Por Santa Maria ter mais gente a tendência é aparecer mais coisas e mais casas bonitas, mas não vamos tapar o sol com a peneira, pois a miséria está ao seu lado e você é que não quer ver.
Outra coisa: o pião também precisa de emprego, não seja preconceituoso e acorda pra vida!

Anônimo disse...

Mariano, a realidade é outra a questão não é se a indústria fica longe da BR 101, lógico que isso pesa no custo final do produto, mais se há vontade política e social de nossos governantes isso fica irrelevante. A questão é mais profunda talvez vc. não perceba, se tivermos indústrias no interior à população fica independente não precisa de empregos em hospital, limpeza etc.
Isso é chamado de voto de cabresto, com era antigamente nos tempos dos coronéis.

Anônimo disse...

O Mariano deve ter votado no Serra pra presidente. Deve ser contra o bolsa família e etc...
Burguês.

André disse...

Concordo com o Mariano, e quanto a falarem da Vila Operária, e Areal, saibam vocês que o MAriano está certo, a maioria dos nossos jovens estão trabalhnado em Petrobras ou em Campos, a renda deles melhorou muito, casas estão em obras, comércios crescendo, concordo com ele, Santa Maria por exemplo não fica pedindo fabrica, a galera se tocou, estudam trabalham e gastam por aqui, moral da história:
Muitos estão a reclamar, mais nunca foi tão fácil arrumar um empregos ou estudar, tma ônibus na porta passagema a 1 real.
Sinceramente, ou vocês acordam para a vida, e param de pensar nesta história de fábrica, ou vão continuar a decair.
Acorda povo de Santo eduardo(crítica construtiva)

Anônimo disse...

Amigo vc. está equivocado, quem paga a passagem de 1Real não é a prefeitura e sim o povo, quando pagamos a conta de energia, e vem discriminado o valor de R$5,00 (cinco reais) taxa de iluminação pública residencial, e R10,00 (dez reais) comercial vc sabe para onde vai esse dinheiro ? eu não, IPTU e outros tributos que não vale a pena mencionar, todo governo tem que investir em educação é a única saída, o que estamos debatendo é o emprego dos royalties, a prefeitura recebe uma verba maior que muitos estados, e continuamos com bolsões de pobreza comparados à África, é só vc percorrer vários distritos para conhecer o problema.

André disse...

Ahh esse anônimo, já mostra sua falta de atide em postar como anônimo.
A questão é, tem emprego e falta qualificação, falta qualificação por que tem um bando de moleque que não quer nada, não querem ndad por que o governo federal da bolsa familia, bolsa estudo, bolsa e bolsa.
Aqui em Campos na minha empresa tem mais de 70 vagas para pessoas com qualificação, o balcão de empregos está lotado de vagas e a toda hora a prefeitura libera cursos grátis.
Fala sério.......

lucas ribeiro disse...

concordo com o andré e o mariano
vcs ficam pensando em vir industria pra santa mamria e santo eduardo.e se viesse alguma industria pra ca vc achão que teria mão de obra qualificada pra suprir as necessidades da empresa??
pesnsem bem hj em dia com a passagem de 1 real e os onbus escolares todos podem trabalhar e se qualificar por isso não critiquem a prefeita ninguem fez pra campos o que ela esta fazendo
em vez de vcs criticarem agradeção pois nem coragem para dizer o nome de vcs nem isso vcs tem!!!!

ZÉ FOCA disse...

tô gostando da discusão de voçes,interagindo,e quem proporciona?O BLOG DO LÉO ,Que tal usá-lo em pról de todo o interior da cidade de CAMPOS, fá-lo de povo se UNIR prá escolher futuros políticos menos ruins ,pois a maioria dos conhecidos são suspéitos de algumas" coisas". Vamos lembrar q. o nosso interior sempre foi AGRÍCOLA,e já pensaram q. ninguém toca no assunto? Tudo bem com qualificação,BR 101,bairros que ñ crecem,vejo que os comentarios são infantis,É preciso CRESCERM prá conseguir fazerem-se respeitar pelo SEU político,pois o(ADULTO DÁ A CRIANÇA O Q. ACHA CONVENIENTE0 );assim político aos ELEITORES INFANTIS.

Moisés Oliveira disse...

O mariano tem razão ao dizer,"Quem quer crescer pega o ônibus dos estudantes ou a passagem a 1 real estude ou trabalhe."pois sem força de vontade neste país ou em qualquer lugar do mundo não se vence na vida.Há pouco mais de 20 anos atrás,não se tinha esta facilidade de ônibus a 1 real ou ônibus universitário,ou era na base da carona,passe ou R$5,30(preço atual para B. Jesus)e eu fui um dos "privilegiados" deste tempo,digo isto porque se tivesse sido fácil não teria dado valor e vencido na vida,onde eu na época,terminei meu 2ºgrau com 19 anos e fui para a cidade grande,corri atrás e aos 23 anos já estava trabalhando em uma das 5 maiores empresas do país na época(1993)atualmente esta empresa é nada mais nada menos que AMBEV ao qual participei das fusões e ainda a ajudei a se solidificar no mercado por 2 anos.O que estou relatando não é para me vangloriar,mas sim dar um incentivo aos jovens para que estudem e tenham um objetivo na vida.graças a Deus hoje voltei para cá estou feliz e realizado na vida apesar de meus problemas de saúde,que qualquer um de nós pode passar.E com relação a obra da ponte que é o principal foco deste debate,não é de se estranhar que justamente no ano de eleições municipais,caia uma enxurrada de verba para obras em Santo Eduardo,não nos esqueçamos que no ano passado tivemos transtornos por causa desta ponte que havia caído,que nos deixou praticamente sem opções nas festas quando a rua principal era fechada para o evento,quero ver no dia da inauguração a quantidade de pais da criança,deve ter até pedido de teste de DNA expedido pela Itinerante.