terça-feira, 19 de junho de 2012

BR-101 aos 'pedaços' no ES terá nova administração, diz DNIT


Departamento informa que um contrato será assinado até 26 de julho.
Motoristas que passam pelo trecho Sul do Espírito Santo reclamam das condições da via.


Buracos, falta de sinalização, muitas placas caídas ou escondidas pelo mato. Essa é a situação encontrada pelos motoristas que passam pela BR-101 na região Sul do Espírito Santo. De acordo com o Departamento da Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT-ES), até o dia 26 de julho, pelo coronograma da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), um contrato será assinado com a empresa que vai administrar a via.
“O leilão de privatização já aconteceu e foi homologado pela ANTT. A concessionaria vai ter que recuperar toda a extensão da rodovia nos quatro primeiros anos. Paralelamente, vai ter que duplicar todo o trecho”, explicou o superintendente do Dnit-ES, Halpher Luigi.
Quem passa pela BR-101 na região Sul, entre os municípios de Cachoeiro de Itapemirim, Rio Novo e Atílio Vivácqua sofre com as irregularidades da estrada. “ É muito buraco na pista. Tem que andar com muita cautela, se não, é acidente na certa”, disse o motorista Elson Simões.
Para a empresária Marlene Figueiredo perigo maior está na falta de sinalização.” A estrada precisa de sinalização e manutenção constante. A chuva vem estraga tudo, mas é preciso consertar para não provocar mais acidentes”, comentou.
Acidentes
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nos primeiros quatro meses de 2012 foram 268 acidentes, 17 pessoas morreram e 61 ficaram feridas. Com base nas estatísticas da PRF, um dos maiores perigos está atrás do volante. Muitos acidentes são causados por descuidos dos motoristas, as ultrapassagens em local proibido e o desrespeito aos limites de velocidade são as causas de 80% das ocorrências.
Do G1 ES com informações da TV Gazeta Sul

Nenhum comentário: