terça-feira, 10 de julho de 2012

Anchieta e Itapemirim batem recorde de investimentos com repasse de royalties no ES


Reprodução
Um levantamento feito pelo anuário Finanças dos Municípios Capixabas apontou que as cidades de Anchieta e Itapemirim bateram recorde de investimentos no Espírito Santo em 2011, com a ajuda da verba de repasse de royalties. Os dois municípios subiram bastante no ranking total com o dinheiro proveniente da exploração do petróleo e figuram entre os 10 maiores do Estado.
Em Anchieta o valor passou de R$ 24,4 milhões, em 2010, para R$ 57,2 milhões, em 2011, fazendo com que a cidade passasse da oitava para a sexta posição no ranking dos maiores investimentos. Em Itapemirim, o montante triplicou, saltando de R$ 11,4 milhões para R$ 35,4 milhões, pulando da 16º para a sétima colocação em 2011.
Em todo o Espírito Santo os municípios investiram em 2011 um montante total de R$ 1,21 bilhão, um crescimento de R$ 126 milhões se comparado ao valor do ano anterior. Essa marca praticamente se iguala ao recorde registrado em 2008, quando foram aplicados R$ 1,24 bilhão.
Nas cidades com mais de 50 mil habitantes, conforme os dados do anuário, os aumentos mais significativos aconteceram em São Mateus, que passaram de R$ 13,6 milhões em 2010 para R$ 25,8 milhões em 2011, registrando um recorde histórico, e em Cachoeiro de Itapemirim, que subiram de R$ 20,7 milhões para R$ 31,2 milhões. As taxas de crescimento foram de 90,1% e 50,9%, respectivamente.
O economista e editor da publicação, Alberto Borges, enfatizou ainda que as cidades de Linhares e Cariacica também registraram um bom desempenho no item investimentos, com alta de 24,6% e 21,7%, respectivamente. “Já os bons resultados de Aracruz e Viana foram porque esses municípios investiram pouco no ano anterior”, lembrou.
Ocupando a primeira colocação no ranking, Vitória investiu em 2011 um montante de R$ 237,7 milhões, um aumento de 5,1% se comparado com 2010 e que correspondeu a 17,4% de toda sua despesa. Vila Velha ficou praticamente estável, ao investir R$ 115,8 milhões em 2011 contra R$ 119,6 milhões registrado no ano anterior. “Vitória como Cariacica têm mantido seus investimentos em patamares elevados desde 2007”, avaliou Borges.
Por outro lado, Guarapari e Serra tiveram queda no montante destinado aos investimentos. Mesmo mantendo um nível elevado para seu padrão histórico, a Cidade Saúde aplicou R$ 35,4 milhões, um recuo de 9,6% se comparado com o ano de 2010. Já o município de Serra desacelerou em 6,4%, somando um valor de R$ 132,7 milhões.
Borges ressaltou que, no caso específico da cidade de Serra, segundo colocada no ranking geral dos municípios capixabas, a queda se deve ao impacto da crise econômica em sua receita aliado à maturação das realizações dos anos anteriores.
Folha Vitória

Nenhum comentário: