sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Makhoul destaca plano de governo em entrevista ao Balanço Geral




Educação, Saúde e Transporte foram os temas abordados na entrevista de hoje com o candidato Makhoul Moussallem, na Rede Record, no Programa Balanço Geral. Após responder as perguntas sobre seu plano de governo nas áreas, além da dúvida de um morador de Saturnino Braga, Makhoul também explicou para a população porque está nesta campanha para o Executivo. Segundo ele, por discordar da maneira como o município vem sendo administrado nos últimos 30 anos, principalmente, após o advento dos royalties do petróleo, com governos que não trabalham pensando no futuro e nos jovens. “É preciso outro olhar. Em breve a Região Norte Fluminense será a que mais vai se desenvolver no Brasil”, disse.

Na área de Educação, Makhoul focou a necessidade de apostar na educação fundamental, mas sem esquecer a importância dos ensinos médio e superior. “Nossas crianças precisam ficar em horário integral na escola, na área rural é preciso tirar a criança do trabalho e levar para a escola, repondo esse ganho para a família”, disse, ressaltando que neste processo será preciso qualificar os professores e funcionários da rede de educação, além de que o teto salarial do professor passará para R$ 2.500, por 20 horas trabalhadas. “Trabalho voltado para tirar Campos do último lugar no estado do Rio, no IDEB nacional”, pontuou.

Sobre Saúde e Transporte o candidato defendeu a necessidade de se apostar em gestores e técnicos à frente das políticas e cargos destas áreas. “Não vejo complicação na área de Saúde, vejo a falta de gestores, de gente que entende de saúde. Não dá para indicar amigos, a indicação tem que ser técnica”, destacou Makhoul, revelando que ainda será importante para Campos ter helicóptero atuando na área da Saúde Pública, a exemplo das redes conveniadas no município.

Já na área de Transporte, Makhoul frisou a necessidade ter uma equipe técnica, porque o transito de Campos, não pode ser tratado por “achismos”. “Precisamos planejar a cidade para o futuro, tirar o trânsito pesado da área urbana e implantar o programa de Veículos Leves Sobre Trilhos (VLT) com os trens cortando a cidade, a exemplo do que já é realidade em outras capitais até em Macaé”, disse.

A última pergunta do programa de entrevistas com os candidatos partiu de um morador da Baixada, do Largo do Garcia, em Saturnino Braga, que quis saber do candidato os projetos para sua localidade. Makhoul ressaltou a importância da Baixada Campista para a economia do município, prometeu incentivos para a agricultura, vocação local, além de benefícios para a comunidade da área como o acesso à internet, já que a previsão é que 50 mil pessoas estarão residindo na área de Baixa Grande nos próximos anos.

Nenhum comentário: