segunda-feira, 30 de abril de 2012


Reginaldo Quinta está preso há 10 dias, acusado de chefiar quadrilha que superfaturava contratos

Reginaldo Quinta, prefeito de Presidente Kennedy
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido, em caráter liminar, para que o prefeito Reginaldo Quinta (PTB), de Presidente Kennedy, fosse liberado imediatamente e reassumisse o cargo. Ele está preso há 10 dias, acusado de chefiar uma quadrilha que superfaturava contratos, direcionava licitações e desviava recursos do município.

Em sua decisão, o ministro Jorge Mussi argumentou que seriam necessárias outras informações para o julgamento da soltura, e por isso pediu novos dados ao Tribunal de Justiça do Estado (TJES).

"Expliquei o caso que levou o prefeito à prisão e remeti ao ministro as 200 páginas da decisão do desembargador Pedro Valls Feu Rosa. Ele achou necessárias novas informações e agora o TJES vai ter que argumentar os motivos para manter a prisão", destacou o advogado Pedro Cordeiro, que defende Reginaldo no caso.
Eduardo Fachetti
efachetti@redegazeta.com.br

Espírito Santinho: um protesto bastante "curioso" para chamar a atenção das autoridades

Que a comunidade de Espírito Santinho, no distrito de Santo Eduardo sempre foi muito organizada e sempre batalhou por melhorias isso todos nós sabemos; e agora insatisfeita com uma obra na rede de esgoto que nunca começa resolveu inovar fazendo um protesto, no mínimo "curioso" e que, com certeza, tem tudo pra chamar muito a atenção de quem for passar pela localidade.

A foto me foi enviada por e-mail pelo morador Wagner Crespo, com o seguinte recado:


divulgue em seu blog, as fotos do novo "sanitário público" em Espírito Santinho, um protesto da comunidade em virtude dos 5 meses de atraso para início das obras da rede de esgoto. As fotos são de um cano danificado pela empresa que realizou a construção das calçadas, cujo reparo não foi feito.




sábado, 28 de abril de 2012

Obra da Creche de Santo Eduardo parece que vai ser reiniciada em breve

A placa informando a obra ainda não foi afixada no local, mas tapumes já foram colocados no muro da Creche Prof. Paulo Freire, obra esta que foi paralisada desde 2008 por suposto desvio de verbas e foi parar na Justiça.
Após muitos prejuízos aos alunos, funcionários e aos responsáveis pelas crianças que ali estudaram e de muitas jogatinas políticas parece que agora as coisas vão andar.

Em ano de eleição tudo sempre anda, devagar, mas anda!

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Inauguração de mais uma Igreja em Santo Eduardo neste Sábado

Cada vez mais observamos as pessoas de nossa localidade se entregando à religiosidade, principalmente na parte evangélica. Pelas minhas contas, já temos umas 12 denominações instaladas em Santo Eduardo. E neste sábado, teremos a inauguração da Igreja Batista Nova Ebenezer presidida pelo pastor Gelson de Souza de Bom Jesus do Norte. Confira o anúncio abaixo:

Vereador assume a prefeitura de Presidente Kennedy


Data: 24/04/2012 - ES - Presidente Kennedy - Jadeci Oliveira Terra, vereador de Presidente Kennedy - Editoria: Política - Foto: Bernardo Coutinho - GZ
foto: Bernardo Coutinho / GZ



O vereador de Presidente Kennedy, Jardeci de Oliveira Terra (PMDB), assumiu interinamente a prefeitura do município nesta quinta-feira (26). A decisão foi tomada durante uma sessão extraordinária, sem público, na noite de quarta (25), às 23 horas.
A medida é resultado de um acordo entre os vereadores da cidade e o presidente do TJES, desembargador Pedro Valls Feu Rosa, após o prefeito Reginaldo Quinta (PTB) ter sido preso pela Polícia Federal, e toda atual mesa diretora ser afastada judicialmente.

Na mesma sessão foi eleita a nova mesa diretora, composta por: Jardeci de Oliveira (Presidente); José Carlos de Araújo (Vice-Presidente); Jacimar Marvila (Secretário).
Com a confirmação do peemedebista na prefeitura, quem assume a função de suplente é Germano Diorechio.
(Com informações de Ana Paula Santos)


Campos dos Goytacazes: Rosinha participa com presidenta Dilma de solenidade no Açu


A prefeita Rosinha Garotinho, acompanhada dos deputados federais Anthony Garotinho e Paulo Feijó, a convite do Cerimonial da Presidência da República, participou na tarde e noite desta quinta-feira (27) no Superporto do Açu da solenidade de celebração do início da produção comercial de petróleo da OGX, no campo petrolífero de Wimea, na Bacia de Campos. A prefeita Rosinha e os parlamentares assistiram à celebração do acordo entre empresários da LLX e a Vale para construção da Ferrovia que ligará Campos, o Porto do Açu, o Complexo Logístico e Industrial Farol Barra do Furado e o Porto de Praia Formosa, no Rio, e de Santos à Ferrovia Intercontinental da MRS, que faz ligação com o Mercosul.
A presidenta Dilma demonstrou ter ficado impressionada com o gigantismo do Complexo Portuário do Açu e, ao cumprimentar as autoridades, nominou a prefeita Rosinha, os deputados Garotinho e Paulo Feijó e a prefeita de São João da Barra, Carla Machado, para representar as demais autoridades. O empresário Eike Batista, ao citar as autoridades que contribuíram para a realização do empreendimento, nominou o então governador Garotinho e a então governadora Rosinha, que tiveram participação na instalação do empreendimento. Ele adiantou que, a partir de 2013, serão gerados 12 mil postos de trabalho, alcançando 50 mil empregos no Complexo.
O deputado Garotinho foi mencionado entre autoridades como mentor do Porto Off Shore quando governador do Estado do Rio, em 1999. Na ocasião, por decreto, tornou a área de 90 milhões de metros quadrados da massa falida Usina Baixa Grande, como área de interesse industrial, culminando com o lançamento da pedra fundamental em 2006, a partir do advento da Lei Rosinha, que concede incentivos fiscais com a redução da alíquota do ICMS, de 19% para 2%, com o propósito de promover a atração de empreendimentos estruturantes para gerar emprego, renda, e o conseqüente desenvolvimento.
A solenidade, que tem importância histórica por ser relevante para o desenvolvimento econômico e social da região Norte do Estado do Rio, foi prestigiada por um número reduzido de autoridades da região e contou com as presenças do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão; do ministro dos Portos, José Leônidas Cristino; da minstra chefe de Comunicação Social da Presidência da República, Helena Chagas; do governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral; do secretário de Transportes do Estado, Julio Lopes e de investidores coreanos, inclusive da Hyundai, parceiros da OSX na construção da UCN (Unidade de Construção Naval) que foram ciceroneados pelo megaempresário Eike Batista, dono da OGX, que ressaltou a importância das parcerias, com grupos empresariais nacionais e estrangeiros, com prefeituras da região, com o governo do estado e com a união.
No seu pronunciamento, a  presidenta Dilma ressaltou a importância das parcerias entre os governos e a iniciativa privada, “desde que comprometidas com o desenvolvimento do Brasil”. Durante entrevista, a prefeita Rosinha, também, falou sobre a importância deste empreendimento. “Me sinto feliz por ver tornar realidade um empreendimento em que acreditei em 2006 e procurei agilizar o lançamento da pedra fundamental por saber da importância do empreendimento para gerar empregos e renda para a região”, disse a prefeita.   
Postado por: Marcela Araújo – 26/04/2012 22:37:00

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Dilma chega a Campos e segue com Cabral para Superporto do Açu


A presidente Dilma Rousseff está em São João da Barra. Dilma foi recebida pelo presidente do Grupo EBX, Eike Batista, em visita as obras do Complexo Logístico e Portuário do Açu. Na ocasiã,o eles celebram o primeiro óleo da empresa OGX, na Bacia de Campos. 

Phellipe MoacyrNo início desta tarde Dilma e o governador Sérgio Cabral participaram da cerimônia que comemora a marca de 1,5 milhão de beneficiados pelo Plano Brasil sem Miséria, através da integração dos programas Renda Melhor, Cartão Família Carioca e Bolsa Família. O evento aconteceu no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio. A presidente chegou ao aeroporto Bartholomeu Lysandro ás 16h  e de lá, seguiu em dois helicópeteros, para São João da Barra, com Sérgio Cabral e comitiva.

Phellipe MoacyrO empresário Eike Batista também passou pelo aeroporto de Campos, onde está a sua aeronave, e seguiu para São João da Barra.

No interior do Estado, na parte da tarde ela será recebida por prefeitos, capitaneados pela prefeita de São João da Barra, Carla Machado, políticos e empresários — a imprensa receberá o credenciamento até às 14h, segundo assessoria do Planalto.

Empreendimento — O Complexo Industrial do Superporto do Açu é hoje considerado o maior empreendimento porto-indústria da América Latina e deverá movimentar, pelo menos, 350 milhões de toneladas por ano, entre exportações e importações, posicionando-se como um dos três maiores complexos portuários do mundo. A previsão é que entre em operação no ano que vem.


Primeiro escalão — Em junho do ano passado, esteve visitando oficialmente o Superporto o então ministro da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio, que já prometia em discutir com a presidente Dilma uma visita ao Complexo.
Passando por Campos — Antes de seguir para o Superporto do Açu, a presidente Dilma Rousseff estará trocando de aeronave no aeroporto Bartolomeu Lysandro, em Campos, onde possivelmente estará sendo recebida pela prefeita do município, Rosinha Garotinho, que também foi convidada pelo Planalto para participar da visita de Dilma à São João da Barra, inicialmente, prevista para às 15h.


Outros presidentes
 —  Antecessor de Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Campos duas vezes. Na primeira visita oficial inaugurou o Instituto Federal Fluminense, campus de Guarus. Na segunda vez, ele desceu no aeroporto Bartolomeu Lysandro, na cidade, e seguiu para uma plataforma na Bacia de Campos.

Folha da Manhã

Dilma visita hoje o Super Porto do Açú


A presidente Dilma Rousseff estará nesta quinta-feira em São João da Barra. Dilma será recebida pelo presidente do Grupo EBX, Eike Batista, quando visitará as obras do Complexo Logístico e Portuário do Açu e celebrará o primeiro óleo da empresa OGX, na Bacia de Campos. A visita é a primeira da presidente  Dilma ao interior do Estado do Rio de Janeiro.

Antes, às 11h, será recebida pelo governador Sérgio Cabral, no Jardim de Inverno do Palácio Guanabara, para a solenidade de comemoração de um  milhão e meio de beneficiados pelo Plano Brasil Sem Miséria, através da integração dos programas Renda Melhor, Cartão Família Carioca e Bolsa Família.

No interior do Estado, na parte da tarde ela será recebida por prefeitos, capitaneados pela prefeita de São João da Barra, Carla Machado, políticos e empresários — a imprensa receberá o credenciamento até às 14h, segundo assessoria do Planalto.

Empreendimento — O Complexo Industrial do Superporto do Açu é hoje considerado o maior empreendimento porto-indústria da América Latina e deverá movimentar, pelo menos, 350 milhões de toneladas por ano, entre exportações e importações, posicionando-se como um dos três maiores complexos portuários do mundo. A previsão é que entre em operação no ano que vem.

Primeiro escalão — Em junho do ano passado, esteve visitando oficialmente o Superporto o então ministro da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio, que já prometia em discutir com a presidente Dilma uma visita ao Complexo.
Passando por Campos — Antes de seguir para o Superporto do Açu, a presidente Dilma Rousseff estará trocando de aeronave no aeroporto Bartolomeu Lysandro, em Campos, onde possivelmente estará sendo recebida pela prefeita do município, Rosinha Garotinho, que também foi convidada pelo Planalto para participar da visita de Dilma à São João da Barra, inicialmente, prevista para às 15h.

Com Cabral — No compromisso de Dilma com Cabral, estarão presentes o  prefeito do Rio, Eduardo Paes e o secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves. Ela estará acompanhada da ministra de Estado de Desenvolvimento Social e Combate à Fome,  Tereza Campello.

Outros presidentes —  Antecessor de Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Campos duas vezes. Na primeira visita oficial inaugurou o Instituto Federal Fluminense, campus de Guarus. Na segunda vez, ele desceu no aeroporto Bartolomeu Lysandro, na cidade, e seguiu para uma plataforma na Bacia de Campos.

Folha da Manhã

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Abertas as inscrições para o Pré-Vestibular Social

curso preparatório para as provas de acesso às universidades, inclusive o Enem, uma iniciativa do Governo do Estado do RJ, através de sua Secretaria de Ciência e Tecnologia e da Fundação CECIERJ.
Missão
Orientar, preparar e estimular estudantes de baixa renda, de todas as idades, a ingressarem no Ensino Superior através do acesso gratuito aos conteúdos básicos das disciplinas e de informações relacionadas às provas de acesso às universidades.
Descrição
O que é?

O Pré-Vestibular Social (PVS) é um curso preparatório para as provas de acesso às universidades, uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através de sua Secretaria de Ciência e Tecnologia e da Fundação CECIERJ.
Para quem é?

O PVS é dirigido a interessados que já concluíram ou estão frequentando o último ano do Ensino Médio ou equivalente e que desejam realizar as provas de acesso às universidades, mas que não têm condições de arcar com os custos dos cursos preparatórios particulares.
Quanto Custa?

O PVS é totalmente gratuito, inclusive o material didático.
Como ingressar?

São abertos dois processos seletivos por ano. Para o Extensivo, com aulas de março a dezembro, as inscrições são abertas entre dezembro e fevereiro e para o Intensivo, com aulas de julho a dezembro, as inscrições são abertas em maio.
Quantas vagas oferece?

O PVS disponibilizou, em 2011, 14.000 vagas para o Extensivo e 6.600 vagas para o Intensivo.
Onde são as aulas?

O PVS abrange 37 municípios no estado do RJ e conta com 50 pólos de aulas (veja a lista).
Quando ocorrem as aulas?

As aulas são aos sábados, na maioria dos pólos, das 8h às 17h. Em Campo Grande, Duque de Caxias e Nova Iguaçu são oferecidas turmas duas vezes por semana no período da tarde e no Centro do Rio há turmas no horário noturno, também duas vezes por semana.
Quais são as disciplinas oferecidas?

Tanto no Extensivo quanto no Intensivo são oferecidas as disciplinas de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Redação.
Quem são os professores?

Os professores passam por um rigoroso processo seletivo constando de provas de conteúdo e didática.


Caixa reduz em até 21% juros para financiar casa própria


A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (25) a redução das taxas de juros voltadas a financiamento imobiliário em até 21% pelo (SFH) Sistema Financeiro de Habitação. Ontem, o banco já havia antecipado que diminuiria os juros. As novas taxas passam a valer a partir do dia 4 de maio, data de abertura do 8º Feirão da Caixa. Os contratos que já existem não serão modificados.
Uma das medidas anunciadas é de que os imóveis de até R$ 500 mil, dentro do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), terão os juros reduzidos de 10% para 9% ao ano. Os clientes da Caixa pagam juros menores, de 7,9% ao ano. Já para os imoveis que estão fora do SFH , os juros caem de 11% para 10%.

AS NOVAS TAXAS COBRADAS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

TIPO DE FINANCIAMENTOTAXAS ANTERIORESTAXAS NOVAS
Imóveis de até R$ 500 mil (SFH)De 8,9% a 10% ao anoDe 7,9% a 9% ao ano
Imóvel de valor superior a R$ 500 mil (fora do SFH)De 10,5% a 11% ao anoDe 9% a 10% ao ano
  • Fonte: Caixa Econômica Federal
A Caixa estima que as contratações de crédito imobiliário em 2012 chegarão a R$ 90 bilhões após R$ 81,8 bilhões em empréstimos habitacionais tomados em 2011, afirmou nesta quarta-feira o vice-presidente de governo e habitação do banco, José Urbano Duarte.
Em simulação da Caixa, se contratar um financiamento de imóvel no valor de R$ 600 mil, o cliente economizará mais de R$ 54 mil durante 20 anos, dos quais R$ 5,6 mil logo no primeiro ano.
A redução acontece após uma série de rodadas de cortes nas taxas de juros para empréstimos concedidos a empresas e consumidores.
Caixa e o Banco do Brasil já promoveram cortes duas vezes. BradescoItaúSantander eHSBC também promoveram cortes nas últimas semanas.
Na segunda-feira (23), a Caixa também anunciou o lançamento de uma linha de financiamento com recursos de R$ 2 bilhões voltada à compra de móveis e itens de linha branca para participantes do programa "Minha Casa, Minha Vida".

terça-feira, 24 de abril de 2012

Empresas fazem acordo e 100% dos coletivos voltam as ruas nesta quarta

Após a homologação do acordo no Ministério Público do Trabalho (MPT), o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Campos, Roberto Virgílio, afirmou que nesta quarta-feira (25/04), toda a frota de ônibus estará circulando normalmente.


Clique Aqui e veja a matéria na íntegra sobre este assunto que está no Site Ururau

Cantor santoeduardense lança mais um CD

O amigo Aelton de Souza, sempre muito versátil, irreverente e atento às novas tendências, lança mais um trabalho musical na praça para a apreciação de todos; desta vez apostando na linha do acústico.

Confira a faixa " Gostava Tanto de Você" na voz de Aleton de Souza:

Contato para shows: (22) 2781-1522.

Música anti- Eike Batista bombando no You Tube


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Assessoria da Presidenta Dilma já está em Campos

Já estão em Campos alguns assessores e a equipe técnica que irá cobrir a visita da Presidenta Dilma Roussef nesta quinta-feira ao Super Porto do Açú.
Passando pelos arredores do Aeroporto Bartolomeu Lisandro pude registrar o pouso de duas aeronaves oficiais da Força Aérea Brasileira que trouxe toda essa comitiva e que, na sequência seguiu em carros oficiais para o Hotel Palace, no centro de Campos, onde ficarão hospedados.

Obs: ouvi um dos engravatados da comitiva dizer que o aeroporto parecia ser de uma cidadezinha qualquer do interior, que não combinava com o tamanho de Campos. Verdade que dói.

domingo, 22 de abril de 2012

Dilma tem aprovação recorde, mas Lula é favorito para 2014






Presidente atinge novo pico de popularidade, com 64% de ótimo ou bom


Questionados quem preferem ver como candidato do PT, 57% citam ex-presidente, contra 32% para a atual


A presidente Dilma Rousseff bateu mais um recorde de popularidade, mas seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, é o preferido dos brasileiros para ser o candidato do PT ao Planalto em 2014.
Esse é o resultado principal da pesquisa Datafolha realizada nos dias 18 e 19 deste mês com 2.588 pessoas em todos os Estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
O governo da petista é avaliado como ótimo ou bom por 64% dos brasileiros, contra 59% em janeiro.
Trata-se de um recorde sob dois aspectos: é a mais alta taxa obtida por Dilma desde a sua posse, em 1º de janeiro de 2011, e é também a maior aprovação presidencial com um ano e três meses de mandato em todas as pesquisas até hoje feitas pelo Datafolha.
Para 29%, Dilma faz um governo regular. Outros 5% consideram que a atual administração é ruim ou péssima. Em janeiro, essas taxas eram de 33% e 6%, respectivamente.
Como a curva de popularidade positiva de Dilma tem sido ascendente desde o início, o Datafolha incluiu desta vez uma nova pergunta no levantamento sobre a eleição de 2014 -quem deveria ser o candidato do PT a presidente: Dilma ou Lula?
As respostas foram bem mais favoráveis a Lula. Ele é o predileto de 57% dos brasileiros para disputar novamente o Planalto daqui a dois anos e meio. Outros 32% citam Dilma. Para 6%, nenhum dos dois deve concorrer. E 5% não souberam responder.
"A presidente Dilma vem tem tendo curva crescente de popularidade e pode reduzir essa desvantagem em relação a Lula se mantiver essa trajetória", diz Mauro Paulino, diretor do Datafolha.
Dilma, entretanto, está tecnicamente empatada com o antecessor, dentro da margem de erro, quando se observam grupos considerados formadores de opinião.
Por exemplo, entre os eleitores com renda acima de dez salários mínimos, Dilma tem 48% contra 45% de Lula. Situação de empate técnico.
O mesmo entre os que têm escolaridade de nível superior: 42% para atual presidente e 41% para seu antecessor.
A ATUAL E OS EX
A comparação com os dois últimos presidentes é muito favorável a Dilma e seus 64% de aprovação. Nesta época, em seu primeiro mandato, Lula tinha 38%. O tucano Fernando Henrique Cardoso tinha ainda menos, só 30%.
Mesmo no segundo mandato, Lula tinha 55% de aprovação com um ano e três meses de governo. Ou seja, nove pontos menos que Dilma.
A alta da petista foi em quase todas as faixas de renda, idade e escolaridade.
Grupos socioeconômicos nos quais Dilma não ia tão bem agora mostraram forte reação. É o caso dos brasileiros com renda familiar acima de dez salários mínimos -4% da população. A petista subiu 17 pontos nesse grupo, passando de 53% para 70%.
Outra alta significativa foi entre a população mais pobre, com renda até dois mínimos por mês -uma massa de 48% dos brasileiros. Nesse grupo, Dilma saiu de 59% para 64% de aprovação.
O atual levantamento foi feito já sob o impacto da queda da taxa de juros de bancos e da redução da taxa básica de juros do país, que passou de 9,75% para 9% na quarta.
A aprovação pessoal da presidente também evoluiu. Para 68%, o desempenho de Dilma é ótimo ou bom; 25% dizem que é regular; 4% avaliam como ruim ou péssimo.

FERNANDO RODRIGUES
 folha de São Paulo

Caminhada tem impacto positivo contra depressão, diz pesquisa


Uma simples caminhada rápida nos arredores de casa pode ter um papel importante no combate à depressão, segundo pesquisadores de uma universidade na Escócia

Estudos anteriores já haviam demonstrado que exercícios vigorosos aliviam os sintomas da depressão, mas o efeito de atividades menos árduas ainda não foi analisado em profundidade.

O novo estudo publicado na revista científica Mental Health and Physical Activity afirma que "caminhar é uma forma de intervenção efetiva contra a depressão" e tem resultados similares aos de formas mais vigorosas de exercício.

O estudo da Universidade de Stirling analisou dados de oito pesquisas com um total de 341 pacientes.

"A caminhada tem a vantagem de poder ser praticada pela maioria das pessoas, de implicar pouco ou nenhum custo, e de ser relativamente fácil de incorporar à rotina diária", dizem os autores.

Os pesquisadores admitem, no entanto, que mais pesquisas precisam ser feitas sobre o assunto. Ainda há questões sobre a duração, a velocidade e o local onde a caminhada deve ser realizada. (As informações são da BBC Brasil)

sábado, 21 de abril de 2012

Presidente Kennedy: Vice-prefeito é afastado de cargo por não morar em cidade que administra


Presidente Kennedy, no Espírito Santo, é alvo de investigação.
Prefeito foi preso nesta quinta (19) na Operação Lee Oswald.


O vice-prefeito de Presidente Kennedy, no Litoral Sul do Espírito Santo, Edson da Rocha Nogueira, foi afastado pela Justiça na tarde desta sexta-feira (20) por não residir no município e exercer função pública em Apiacá, no Centro Sul, segundo o Tribunal de Justiça do estado (TJ-ES).
Com a decisão, o município terá que ser administrado pelo presidente da Câmara de Vereadores Dorlei Fontão da Cruz, mas ele também foi afastado e é investigado na Operação Lee Oswald, que apura a suspeita de fraudes em licitações na cidade. Como Fontão ainda não foi localizado pelo TJ-ES para receber a notificação de afastamento é dele a responsabilidade administrativa do município. Só a partir desta notificação é que Fontão será afastado do cargo.
G1 tentou contato com o vice-prefeito e com o presidente da Câmara, mas eles não foram  localizados.
Edson Nogueira já havia sido afastado em outubro de 2011, mas conseguiu uma liminar que o recolocou na função. A liminar foi cassada pelo juiz Ronaldo Domingues, da comarca do município. Segundo o Tribunal de Justiça do Espírito Santo, o fato do vice-prefeito não residir em Presidente Kennedy fere a Lei Orgânica do município. De acordo com o TJ-ES, o vice-prefeito tentou de várias formas adiar o julgamento de sua liminar.
Afastamento em 2011
A Câmara de Vereadores de Presidente Kennedy, município do Sul do estado, aprovou a cassação do mandato do vice-prefeito da cidade, Edson Rocha Nogueira, no último dia 27 de outubro de 2011. Ele foi cassado por ter se ausentado da prefeitura por 15 dias, sem autorização do Legislativo.
A sessão extraordinária durou cerca de seis horas e aprovou a decisão com sete votos a favor e apenas dois contra. Ele foi alvo de uma investigação feita pelos parlamentares sobre o fato de ele não residir no município e por não comparecer ao trabalho há mais de dois anos.
Operação Lee Oswald
O prefeito de Presidente Kennedy, município do Litoral Sul do Espírito Santo, Reginaldo dos Santos Quinta, foi preso durante operação da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (19) pela suspeita de desviar cerca de R$ 50 milhões dos cofres públicos. Outras 27 pessoas também foram presas na operação, batizada de "Lee Oswald" (nome do assassino do ex-presidente norte-americano John Kennedy), que cumpriu 79 mandados judiciais, sendo 51 de busca e apreensão, além de 13 mandados de prisões preventivas e 15 de prisões temporárias.
Envolvidos
A quadrilha era formada pela sobrinha do prefeito, que acumulava a chefia de três secretarias municipais, além do procurador geral do município, integrantes da comissão de licitação, empresários e dois policiais militares, sendo um deles o Comandante da Guarda Municipal. Um membro da executiva estadual do partido político do prefeito também participava do esquema criminoso.
Segundo a Polícia Federal, os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, advocacia administrativa, prevaricação, peculato, falsidade ideológica, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, além de crimes específicos previsto na Lei de Licitações (lei 8.666/93).

Mais informações no link do Jornal A Gazeta: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/04/a_gazeta/minuto_a_minuto/1199771-presidente-kennedy-sem-comando-juiz-afasta-vice-prefeito-da-cidade.html

Prefeito de Presidente Kennedy foi preso pela Polícia Federal. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Prefeito de Presidente Kennedy foi preso pela Polícia Federal. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Divulgado novo calendário dos Concursos Públicos de Campos

O Centro de Produção da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (CEPUERJ) divulgou nesta quarta-feira (18) o novo calendário de provas dos Concursos Públicos Municipais, que serão realizadas nos dias 20 e 27 de maio, e em 03 de junho. As provas serão realizadas somente no município de Campos e, apenas, para os candidatos que realizaram pagamento bancário e geraram cartão de confirmação de inscrição para a etapa realizada em 15 de abril.

Na área de Educação, as provas serão no dia 20, para Professor II 25h e 35h, pela manhã; e para funções de nível superior, como Pedagogo e professores de disciplinas específicas, à tarde; para o Nível Médio, as provas serão no dia 27 de maio para Agente de Operação e Fiscalização, pela manhã, e para os demais cargos de nível médio, no mesmo dia, à tarde. As provas para carreiras de Nível Superior, como Médico, Assessor Técnico, Fiscal de Saúde Pública, Fisioterapeutas, entre outras, serão aplicadas no dia 03 de junho, no turno da manhã.

O CEPUERJ informa ainda que enviará a todos os candidatos inscritos emails comunicando as novas providências. Assim, aquele candidato que, por qualquer razão, precisou usar email de terceiros no ato da inscrição, deve estar atento porque não haverá outras formas de comunicação além das já mencionadas. Não haverá novas despesas de inscrição para os candidatos e nem alteração dos conteúdos já divulgados.

Confira aqui os detalhes a respeito do cronograma de aplicações:

Combustível comprado pela Prefeitura de Presidente Kennedy é suficiente para 111 voltas ao redor do planeta

foto: Gabriel Lordêllo - GZ
Reginaldo Quinta, prefeito de Presidente Kennedy
Prefeito Reginaldo Quinta escondendo o rosto ao sair do DML, em Vitória. Ele é acusado de desviar dinheiro público

Vinícius Valfré | CBN Vitória (93,5 FM)
vpereira@redegazeta.com.br


A quantidade de combustível comprada de forma fraudulenta pela Prefeitura de Presidente Kennedy para uma frota de 37 carros oficiais, movidos a gasolina, permite que eles deem, ao todo, 111 voltas ao redor do planeta. Foram comprados 500 mil litros de gasolina. Uma análise feita pela Controladoria Geral da União (CGU) mostrou que, com essa quantidade de combustível, estes carros percorreriam 5 milhões de quilômetros por ano.
“Cada veículo percorreria em média 135 mil km/ano, ou seja, daria mais de três voltas no planeta em um ano”, concluiu a CGU.
De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual, a prefeitura comprou, ao todo, uma quantidade de 1,9 milhão de litros de combustível num valor de R$ 4,4 milhões. Destaca o MP que, 'surpreendentemente' a vencedora da licitação, a Petromax Comércio de Combustível, é uma micro empresa que competiu com grandes distribuidoras do mercado.
Os donos são os irmãos Eli Ângelo Jordão Gomes e José Carlos Jordão Gomes, conhecidos dentro do esquema como os 'irmãos Gomes'. Os irmãos e outras 26 pessoas - entre elas o prefeito de Presidente Kennedy, Reginaldo Quinta (PTB), e seis secretários municipais - foram presos na manhã desta quinta-feira (19) pela Polícia Federal durante a operação Lee Oswald.
A denúncia destaca ainda que o processo licitatório não apresentou informações básicas necessárias para o cálculo da quantidade do combustível a ser comprado, como: tipo de combustível para cada veículo, consumo para cada carro e a quilometragem anual percorrida pelos automóveis.
Ar condicionado
A denúncia aponta outra situação em que os 'irmãos Gomes' também teriam participado da fraude. No ano passado, a Prefeitura de Presidente Kennedy comprou aparelhos de ar condicionado no valor total de R$ 538 mil. As três empresas que participaram da licitação, destaca o Ministério Público, são ligadas a Eli Ângelo Jordão Gomes e José Carlos Jordão Gomes.
Uma análise feita pela Controladoria Geral da União também aponta várias irregularidades nesse processo. Uma delas refere-se ao preço dos equipamentos, que indicou um sobrepreço na compra de R$ 291 mil. "O custo médio praticado pelas empresas pesquisadas pela equipe técnica da Controladoria Geral da União, para a aquisição dos aparelhos de ar condicionado, é de R$ 247 mil. Constata-se, assim, o sobrepreço no montante de R$ 291 mil", frisou a CGU.
Outra irregularidade detectada pela CGU no edital de licitação está no valor da taxa para retirada do próprio documento. Enquanto o custo normal, com base no valor da reprodução gráfica, gira em torno de R$ 5,20, a prefeitura cobrou R$ 50 para que os empresários retirassem o documento.
OUÇA A NOTÍCIA
PMs na manutenção de esquema
O secretário municipal de Segurança, major Fabrício da Silva Martins, é acusado pelo Ministério Público de utilizar uma equipe de policiais para fazer a segurança pessoal do prefeito. Martins e outros dois militares são apontados na denúncia como peças fundamentais para manutenção das fraudes. Eles seriam responsáveis por intimidar e coagir as pessoas que pudessem atrapalhar o esquema fraudulento comandado por Reginaldo Quinta. Entre as vítimas do grupo está um colaborador da Polícia Federal, propositadamente inserido em pregões presenciais para ajudar nas investigações.

O colaborador foi desclassificado no primeiro pregão, que teve como vencedor empresa ligada aos irmãos Eli Ângelo e José Carlos Gomes. O segundo pregão do qual participou o colaborar foi para decidir qual empresa forneceria material escolar ao município. O homem que ajudava os policias federais na investigação foi novamente desclassificado e, dessa vez, investigado por policiais militares a pedido do pregoeiro da prefeitura, Jovane Cabral, também preso nesta quinta-feira. 
Ligações telefônicas interceptadas com autorização da Justiça revelaram que, após o encerramento do pregão, no dia 15 de fevereiro deste ano, o pregoeiro telefonou para o soldado Walas Bueno para informar que o "concorrente indesejado" (colaborador da PF) estava deixando a sede da prefeitura. Ele chegou até mesmo a descrever características físicas do homem. Walas está entre os detidos na operação.
Walas: Fala pra nós.
Jovane: Você está aí?
Walas: Tô, tô aqui em baixo.
Jovane: Ele tava aqui...tá saindo daqui agora...entende?
Walas: Tá, eu já sei o carro, eu vou esperar, vou procurar o carro. Aquele carro que você me deu, ele tá atrasado, eu tentei achar o carro aqui e não achei. Como que ele é?
Jovane: Rapaz, ele ta de camisa verde.
Walas: Camisa verde, né? To aqui em;baixo da prefeitura, beleza. Tô aqui por baixo, vou ver.
Jovane: Beleza.
Walas: Tá, valeu.
foto: Divulgação | PF
Colaborador da Polícia Federal foi interceptado por policiais militares que atuavam em benefício do esquema fraudulento comandado pelo prefeito Reginaldo Quinta (PTB)
Colaborador da Polícia Federal foi interceptado por policiais militares que atuavam em benefício do esquema fraudulento comandado pelo prefeito
Cinco minutos após deixar a prefeitura, o colaborador foi abordado pelo soldado Walas, sem qualquer motivo aparente, conforme relatório do delegado da Polícia Federal, Álvaro Fajardo.
O carro em que seguia o empresário inserido no pregão pela Polícia Federal foi abordado na rodovia ES 162 pelos policiais. Tempo depois, Jovane voltou a telefonar para o soldado, que afirmou ter "desenrolado" com o suposto empresário, mas conversaria com o pregoeiro pessoalmente.

A denúncia do MP salienta que o empresário Eli Gomes sabia da ordem dada ao policial militar para que o "estranho empresário " fosse investigado, o que evidencia um esquema articulado de fraudes nos processos de licitação

"Não há como negar o esquema montado (bem aparelhado e com divisão de tarefas) na Prefeitura de Presidente Kennedy para usurpar o erário", frisa a denúncia.
Os responsáveis pela defesa dos acusados localizados pela reportagem disseram que se manifestariam apenas nesta sexta-feira, após lerem os autos do processo.
foto: Tiago Félix
Presos fizeram exame de corpo de delito no DML de Vitória
Presos na operação "Lee Oswald"

Reginaldo dos Santos Quinta - prefeito

Constâncio Borges Brandão - Procurador

Geovana Quinta Costalonga – sobrinha do prefeito e secretária em três pastas

Juliana Bahiense Fontão Cruz – secretária municipal

Flávio Jordão da Silva – secretário municipal

Márcio Roberto Alves da Silva – secretário municipal

Jovane Cabral da Costa – Comissão Licitação

Eli Ângelo Jordão Gomes - empresário

José Carlos Jordão Gomes - empresário

José Roberto da Rocha Monteiro - empresário

Cláudio Ribeiro Barros – empresário

Jurandy Nogueira Júnior - empresário

Prisões temporárias (5 dias)

Alexandre Pinheiro Bastos – secretário municipal

Maria Andressa Fonseca Silva – Comissão de Licitação

Sílvia França de Almeida – Comissão de Licitação

Charlene Carvalho Sechin

Fabrício da Silva Martins – capitão, policial militar

Wallas Bueno da Silva – soldado, policial militar

Samuel da Silva Moraes Júnior - empresário

Paulo César Santana Andrade - empresário

Carlos Fernando Zaché - empresário

Rodrigo da Silva Zaché - empresário

Juliana de Paula - empresária (liberada)

Alessandra Salomão Rodrigues - empresária (liberada)

Sabrina da Silva Tesch - empresária (liberada)

Fábio Saad Junger - empresário

Joel Almeida Filho - empresário

Miguel Jorge Freire Neto


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Câmara aprova Regime Jurídico Único dos servidores de Campos

Com a presença de plateia formada em sua grande parte por representantes do funcionalismo municipal, a Câmara de Campos aprovou o projeto do Executivo que institui o Regime Jurídico Único para os servidores da prefeitura. Antes, no período da manhã, a matéria passou pelo crivo da Comissão de Legislação, Constituição e Justiça.

Aprovado por unanimidade, a mudança de regime de celetista para estatutário uniu vereadores da bancada governista e da oposição, de onde se ouviu até “parabéns”  ao governo.  “Quero parabenizar o Executivo e a todos os servidores por esta luta. Vocês venceram e estão de parabéns. Para uma administração avançar, o governante depende da ajuda e da qualidade dos seus servidores”, disse a vereadora Ilsan Vianna (PDT).

Autor do projeto encaminhado à prefeita Rosinha Garotinho (PR), o vereador Altamir Bárbara (PSB) declarou que só a aprovação da matéria tão importante de sua autoria já justifica o seu mandato. “Hoje eu afirmo que valeu a pena retornar à Câmara Municipal. Foi uma grande conquista e quero agradecer à prefeita Rosinha Garotinho pela sensibilidade em fazer acontecer um sonho desses servidores”, falou Altamir.

Foram beneficiados um total de 3.056 servidores, sendo 2.286 da Fundação João Barcelos Martins; 620 do Hospital Geral de Guarus (HGG) e 150 funcionários da Fundação Municipal da Infância e da Juventude.

O líder do governo, Jorge Magal (PR) destacou a “sensibilidade” da prefeita. “A prefeita demonstrou sensibilidade, dedicação, compromisso e responsabilidade com o servidor em solucionar um problema que outros prefeitos não conseguiram. Se fosse tão fácil, outros prefeitos teriam feito”, afirmou Magal.

O vereador Jorge Rangel (PSB) ainda lembrou que o projeto pode sofrer ainda emendas no Legislativo visando aperfeiçoá-lo, com a incorporação definitiva de outras conquistas obtidas no regime estatutário.

Com a mudança de regime, os ex-celetistas agora estatutários passam agora a ter direito a vantagens como Licença Prêmio e Quinquênio, entre outros benefícios e podem se aposentar pela Previcampos.

Novo horário – A partir de terça-feira (24), as sessões da Câmara Municipal de Campos serão realizadas no período da manhã, a partir de 9 horas. A decisão foi aprovada pelos vereadores em razão de compromissos à tarde e à noite devido à campanha eleitoral, e que as sessões neste período do dia impediriam os vereadores em cumpri-los.

O Diário

Operação 'Lee Oswald' prende prefeito de Presidente Kennedy por desvio de R$ 50 milhões


28 pessoas foram presas. A quadrilha era formada pela sobrinha do prefeito, empresários, dois policiais militares e um integrante de partido político. A organização seria responsável por fraudes em licitações, superfaturamentos e desvio de verbas na cidade do litoral sul do Espírito Santo

Viatura da Polícia Federal - Foto: Letícia Gonçalves
O prefeito da cidade de Presidente Kennedy, no litoral Sul do Espírito Santo, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (19) acusado de desviar cerca de R$ 50 milhões. A operação, batizada de Lee Oswald, cumpre 79 mandados judiciais, sendo 51 de busca e apreensão, além de 13 mandados de prisões preventivas e 15 de prisões temporárias. Todas as 28 pessoas já foram presas.
Durante o cumprimento dos mandados, a rua principal da Prefeitura de Presidente Kennedy chegou a ser interditada pela Polícia Federal. Funcionários não puderam entrar no prédio. O mesmo aconteceu na Secretaria de Educação do município.
A organização seria responsável por fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de verbas, além de pagamentos indevidos em contratos de serviços e compra de materiais no Espírito Santo. Os policiais federais trabalham com apoio da Controladoria Geral da União e do Ministério Público Estadual. 
De acordo com a Polícia Federal, a quadrilha era formada pela sobrinha do prefeito, que acumulava a chefia de três secretarias municipais, além do Procurador Geral do Município, integrantes da comissão de licitação, empresários e dois policiais militares, sendo um deles o Comandante da Guarda Municipal. Um membro da executiva estadual do partido político do prefeito também participava do esquema criminoso.
A operação é um aditamento as denúncias feitas pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo, decorrente das operações Moeda de Troca e Tsunami, originadas respectivamente em Santa Leopoldina e Fundão.

Dado do número e extensão dos elementos de prova colhidos, o relator da ação penal, desembargador Pedro Valls Feu Rosa, a pedido do Ministério Público Estadual, solicitou ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o envio ao Espírito Santo de uma força tarefa para auxiliar as investigações.

Licitações montadas

De acordo com informações da Polícia Federal, a investigação começou há seis meses e descobriu o prefeito de Presidente Kennedy, Reginaldo dos Santo Quinta, seria o líder da quadrilha. A grande quantidade de recursos municipais era desviada para os membros da quadrilha. As licitações eram montadas a partir de editais que restringiam a concorrência e eram direcionadas para grupos econômicos previamente escolhidos, que simulavam legalidade do processo. Foi identificado, até o momento, o desvio de cerca de R$ 50 milhões.

Crimes

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, advocacia administrativa, prevaricação, peculato, falsidade ideológica, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, além de crimes específicos previsto na Lei de Licitações (lei 8.666/93).
O nome da operação:
Lee Oswald foi considerado responsável pelo assassinato do Presidente norte americano John Kennedy. A ação policial desta quinta-feira (19) possibilita o fim de desvio de recursos públicos na cidade.
O município de Presidente Kennedy
A cidade é a campeã de créditos em royalties do estado, com quase 20% de todo o valor recebido pelo Espírito Santo, o que permite que o PIB per capita alcance padrões superiores aos de países desenvolvidos. Entretanto, o município é o lanterna do ranking educacional no estado e apresenta o 4º pior índice de desenvolvimento humano entre as cidades capixabas, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PUND.
Gazeta

Greve dos rodoviários continua por tempo indeterminado

Terminou sem acordo a reunião entre rodoviários e sindicato patronal na noite desta quarta-feira (18/04). Trabalhadores insistem em aumento salarial de 23%, mas empresários oferecem apenas 10%. 

A greve continua por tempo indeterminado, durante todo o dia apenas 30% da frota circulou pelas ruas da cidade.


Matéria completa no site Ururau