quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dengue: Saúde divulga balanço de mutirão nesta quinta


A Secretaria de Saúde de Campos divulga, na tarde desta quinta-feira (7), balanço do mutirão de combate ao Aedes aegypti, realizado terça-feira (5) em Morro do Coco, Conselheiro Josino e adjacências, juntamente, com o balanço semanal do número de casos de dengue em Campos. O número de casos é repassado às quartas, mas o diretor do Centro de Referência da Dengue, Luiz José de Souza, informou um problema no sistema de informações da unidade, solicitando o adiamento para amanhã, quando o diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), César Salles, também apresentará o resultado da ação desenvolvida na região Norte do município.

 O secretário de Saúde, Geraldo Venâncio, participou do mutirão, que contou com a atuação de cerca de 350 agentes de endemia, além de homens e máquinas das secretarias de Obras e Urbanismo e Serviços Públicos. “Podemos adiantar que o número de casos nos dois distritos caiu este mês, se consideramos a situação lá verificada no mesmo período de 2012”.

- O CRD também acredita que, como Morro do Coco e Conselheiro Josino concentraram o índice mais alto de casos em dezembro e janeiro passados, a população local já está adquirindo imunidade para o sorotipo 4 da dengue e – o mais importante – sem a ocorrência de óbitos e casos com quadros de complicações, como hemorragia. No entanto, foram encontrados muitos focos do mosquito transmissor nessa região e, se os moradores não colaborarem, especialmente, nesse período de Carnaval, a situação poderá se agravar”, disse Venâncio.

 O diretor do CCZ destacou que foi feita uma programação, que está sendo seguida desde janeiro, com a atuação de agentes de controle de endemias em pequenos mutirões: “No entanto, em função da grande quantidade de focos encontrados em Morro do Coco e Conselheiro Josino, verificamos a necessidade de focar mais esforços nesses distritos e localidades próximas. Além das visitas de rotina aos imóveis, colocaremos agentes atuando em grupos, como nos mutirões, a fim de intensificar o repasse de informações e orientações à população, especialmente sobre o novo sorotipo da doença”, contou Salles.

 Casos – O secretário de Saúde voltou a alertar que a previsão é de que os casos de dengue continuem aumentando e que a preocupação é maior ainda neste período de Carnaval. “Sabemos que as pessoas viajam e os imóveis ficam fechados. É fundamental que, antes de fecharem suas casas, às vezes por três ou quatro dias, que cada cidadão limpe seus quintais, retirando qualquer objeto que possa acumular água e servir de criadouros para o mosquito transmissor. Estamos tendo dias com chuva e, se esses materiais não forem retirados, e houver sol, passado o período de uma semana, teremos o mosquito se proliferando, elevando o índice da doença antes mesmo dos meses de pico, que são abril, maio e junho”, concluiu.

Campos.rj.gov.br

Nenhum comentário: