segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Ministério Público Federal exige da Prefeitura de Bom Jesus do Itabapona mapeamento de todos pontos de lançamento de esgoto no Rio Itabapoana


Após pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Itaperuna (RJ), a Justiça determinou que o município de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense, realize um mapeamento capaz de identificar de forma detalhada todos os pontos de lançamento de esgoto no curso do rio Itabapoana, no prazo de 90 dias, sob pena de multa diária de R$ 1 mil. 

A sentença determina ainda que o município tome providências para interromper todo lançamento de esgoto sem tratamento no rio Itabapoana. 

De acordo com a ação, movida pelo procurador da República Cláudio Chequer, o município agiu de forma omissa por permitir o lançamento de esgoto sem o devido tratamento nas águas do rio, o que ocasionou danos ambientais. 

Conforme consta no laudo do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Conforme pedido do MPF, o Ibama deverá apresentar um relatório técnico detalhado capaz de demonstrar a quantidade de esgoto doméstico e industrial lançado diretamente no rio Itabapoana, no prazo de 90 dias. (Processo nº 0000082-77.2010.4.02.5112).

Jailton da Penha
Programa: Jornal do Vale - Rádio Bom Jesus 1.170 khz das 12h30 às 14h30 aos sábado


Fonte: MPF Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria da República no Estado do Rio de Janeiro

Blog Repórter Online

Em Abril de 2011 o blog foi à Usina Santa Maria verificar uma obra feita pela prefeitura de Bom Jesus que supostamente jogaria o esgoto da localidade no Ribeirão Santo Eduardo.

Relembre o caso no vídeo abaixo

Nenhum comentário: