quarta-feira, 20 de março de 2013

A Petrobrax dos Tucanos e a Petrobras do povo brasileiro




O papel da Petrobras no desenvolvimento da economia brasileira é indiscutível. Nos últimos dez anos, a empresa quadruplicou o faturamento e os investimentos, dobrando os lucros e o quadro de pessoal. A Petrobras, que valia US$ 15,5 milhões de dólares em 2002, atualmente vale US$ 126 bilhões. O lucro da empresa, que hoje é de R$ 21,18 bilhões, era de R$ 8 bilhões no governo FHC.

Causa estranheza o movimento divulgado nos últimos dias pelo PSDB, que tem atuado falsamente “em defesa da Petrobrás”. Enquanto estavam no comando do governo federal, os tucanos cometeram enormes erros na gestão da empresa, entre eles o projeto de privatização, apresentado pelo ex-presidente FHC ao Fundo Monetário Internacional, e a geração de grandes prejuízos para o país. Quem não se lembra da Petrobrax?Uma tentativa covarde de vender um dos maiores patrimônios do povo brasileiro.

A receita da Petrobras, no ano de 2002, era de R$ 69,2 bilhões. Em 2012, saltou para R$ 281,3 bilhões. Nos governos Lula e Dilma, a empresa aumentou em 73% a produção de petróleo nacional, ao passo que a produção mundial aumentou apenas 12%. Em relação ao gás natural, a produção brasileira apresentou um incremento de mais de 60%, enquanto a produção internacional aumentou 36%.

As metas de exploração do pré-sal estão sendo cumpridas e os resultados são os melhores possíveis. No final de fevereiro, foi atingida a marca de 300 mil barris de petróleo produzidos por dia. Isso, apenas sete anos depois da primeira descoberta de petróleo na camada, em 2006. No Golfo do México, por exemplo, foram necessários 17 anos para se alcançar a produção de 300 mil barris de petróleo por dia. E tudo isso com apenas 17 poços produtores, o que mostra a elevada produtividade dos campos já descobertos.

A Petrobras é responsável por segurar a inflação no país e colabora com uma fatia importante do PIB nacional. Está previsto no Plano de Negócios e Gestão 2012-16 da empresa um crescimento contínuo até que sejam atingidos 2,5 milhões de barris por dia em 2016 e 4,2 milhões de barris por dia em 2020. A produção de petróleo passará, então, a superar a produção de derivados, o que dará ao País, que já é autossuficiente em petróleo, a autossuficiência em derivados.

Por estes e outros motivos, é importante que a opinião pública esteja esclarecida a respeito da real situação da Petrobras. Não podemos ter uma atitude passiva diante da manipulação rasteira da oposição, que atua para desmoralizar a instituição, um dos símbolos da história do Brasil, em mais uma tentativa de sujar a imagem do governo democrático e popular da presidenta Dilma, que conta hoje com a aprovação recorde de 78% dos brasileiros.

Zeca Dirceu
Deputado federal pelo Paraná
Vice-líder do PT na Câmara

Nenhum comentário: