sexta-feira, 12 de abril de 2013

Deputado Roberto Henriques reforça pedido para construção, reforma e duplicação de estradas.


Duplicação de Macaé ao Espírito Santo é emenda aprovada para o orçamento deste ano



Facilitar o escoamento da produção do Norte e Noroeste Fluminense, em franco processo de desenvolvimento, é uma das razões apresentadas pelo deputado estadual Roberto Henriques para solicitar ao governo Sérgio Cabral uma série de obras nas estradas da região, atendendo a vários municípios e interligando, inclusive, a outros estados. O pedido já tinha sido feito e foi reiterado essa semana. Quarta-feira o deputado esteve com o vice-governador Luiz Fernando Pezão e quinta-feira com o presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), Henrique Alberto, além de fazer pronunciamento sobre o tema na Assembléia Legislativa (Alerj) e encaminhar ofício ao governador. Roberto Henriques pede construção, reforma e duplicação, para melhorar o escoamento da produção, fomentar o turismo e adequar a infraestrutura das estradas ao novo cenário que se aproxima de crescimento demográfico, especialmente em função do Super Porto do Açu, em São João da Barra. “Existe uma necessidade de intervenção por se tratarem de estradas estratégicas. O asfalto na RJ 228, que liga Santa Maria de Campos a Murundu, é uma obra sonhada pelos moradores há mais de 50 anos”, disse.
Também foi solicitado o asfaltamento da RJ 204, ligando Praça João Pessoa, em São Francisco de Itabapoana, ao posto Mangueira, na altura de Morro do Coco, já em Campos, e da RJ 202, que liga o pólo de confecções de Boa Ventura, distrito de Itaperuna, ao distrito de Santo Eduardo, em Campos. Entre os pedidos está a reforma da RJ 186, ligando Santo Antônio de Pádua a Bom Jesus do Itabapoana. Ainda a que nasce no trevo de Natividade, na BR 356, ligando Itaperuna e Porciúncula, propiciando a integração de vários municípios do Noroeste, fazendo ainda ligação com a BR 262, que liga Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a Vitória, capital do Espírito Santo. Ainda será beneficiado Varre-Sai, pólo turistico e de vocação agropecuária.
O deputado reivindicou ainda que seja iniciada a obra de duplicação de grande trecho, envolvendo várias rodovias estaduais, emenda de sua autoria aprovada para o orçamento deste ano. A obra começa a partir da RJ 158, a partir de Macaé, passando pela RJ 196, até a RJ 240, em Carapebus, Quissamã , Baixada Campista, e quinto distrito de São João da Barra, onde está sendo construído o Super Porto do Açu, cruzando a BR 356 pela ponte que ligará os municípios de São João da Barra a São Francisco de Itabapoana, já em fase de licitação, e seguindo pela RJ 194, passando pelas praias de São Francisco de Itabapoana até o distrito de Máquina, na divisa com o Espírito Santo.
— É necessário e estruturante que aconteça a duplicação. Isso é planejamento estratégico, é levar a estrutura antes de existir o caos. Se não acontecer será insustentável tanto para movimentar a economia quanto para o cotidiano dos moradores. Há uma previsão alarmante de crescimento demográfico devido aos novos investimentos na região e temos que preparar a estrutura para viver este momento de desenvolvimento de forma organizada, planejada. Sei que a região também pede a duplicação da BR 101, mas esse é um passivo anterior aos investimentos em Barra do Furado, no Açu e em Presidente Kennnedy — ressaltou o deputado.

12/04/2013

Assessoria de comunicação do deputado Roberto Henriques
Júlia Maria de Assis

Um comentário:

Anônimo disse...

É importante essa intervenção do deputado em relação a reforma e construção das rodovias estaduais de nossa região. O crescimento trará um impacto muito grande para campos e toda a região norte e noroeste fluminense e sul do espirito santo.
Mas não entendo como ele não menciona a RJ 230 que liga a BR 101 passando por Santo Eduardo até o município vizinho de Bom Jesus do Itabapoana. Que É também importante para a logística desse desenvolvimento.
Marcos Cabral de Oliveira.