segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Funcionários contratados para as obras da Creche Prof. Paulo Freire e da Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, em Santo Eduardo, cruzam os braços por falta de pagamento

A informação me foi passada nesta manhã de segunda-feira (19) pelos próprios funcionários que foram contratados para executar as obras da Creche Professor Paulo Freire e da Escola Municipal N. S. Aparecida, ambas em Santo Eduardo. Segundo os trabalhadores, os mesmos estão há quase dois meses sem receber os pagamentos e o responsável pela Firma Alas, que é a responsável inclusive também pela construção da Vila Olímpica que fica entre Santo Eduardo e Santa Maria, não resolve a questão, deixando os mesmos muito ansiosos e contrariados.

A novela do término destas obras parece mesmo não ter fim!

Nenhum comentário: