sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Deputado Roberto Henriques representa Alerj em Seminário Nacional sobre Telefonia no Espírito Santo




O Deputado Estadual Roberto Henriques (PMDB) esteve nesta quinta-feira (26) representando a ALERJ no 2º Seminário Nacional da Telefonia, em Vitória, Espírito Santo. Na oportunidade, o deputado fez questão de citar em plenário o caso específico da falta de telefonia móvel na região norte de Campos (Santo Eduardo, Santa Maria, Espírito Santinho e etc.) Roberto também fez questão de apontar em seu discurso que desde 2000 existe o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST), cuja finalidade é o de proporcionar recursos para o cumprimento das obrigações de universalização de serviços de telecomunicações, mas que apenas 7% dos recursos do fundo até hoje foram aplicados, fato que explica, talvez, a falta de soluções de casos como o de nossa região. Detalhe, o Fust já conta com mais de 9 bilhões em caixa, mas nunca são usados para suas finalidades originais, acusou Roberto.

Roberto Henriques discursou e apontou o problema específico da falta de telefonia celular da região norte de Campos.

Os principais problemas enfrentados pelos usuários de telefonia móvel e o novo marco regulatório foram temas discutidos no evento que foi promovido pela Comissão Especial da Telefonia da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).
Roberto foi ouvido atentamente por todos e acusou a falta de aplicabilidade dos recursos do Fust para a solução dos problemas da área da telefonia no país.


Outra constatação percebida na reunião é que muitos dos problemas da telefonia no País se devem à precária fiscalização promovida pela ANATEL, que faz um trabalho medíocre em todo o país. Infelizmente.


Roberto Henriques com o deputado Sandro Locutor, que também está à frente da CPI da Telefonia na casa legislativa do Espírito Santo.



3 comentários:

Fábio disse...

Enquanto as pessoas resolvem problemas o nobre dputado só faz visitar, falar e nda faz....

L Werneck Santo Eduardo disse...

Que pessoas seriam estas, Fábio?

Mayko disse...

Imaginei q o papel do deputado estadual era legislar no ambito estadual. Logo, ele deveria fazer oq mais? Fazer cabe ao executivo Fabio. Bem, ate ontem era ne.