sexta-feira, 13 de setembro de 2013

PT entregará cargos do governo Cabral

A aliança do PMDB com o PT no Estado do Rio pode estar perto do fim. Pelo é o que disse, nessa quinta-feira (12), o jornal Estadão, segundo o qual, sob pressão do comando nacional do PT, o senador Lindbergh Farias, pré-candidato ao governo fluminense, teria aceitado fixar em 30 de novembro a saída do partido do governo de Sérgio Cabral (PMDB), no qual controla duas secretarias e cerca de 150 cargos. De acordo com o presidente do PT em Campos, Eduardo Peixoto, “não existe por hora nenhum chamado para fazer esse debate” e a vontade, até o momento, é “continuarmos parceiros para 2014”.

Segundo a matéria, o acordo no PT foi anunciado depois de Lindbergh ter conversado com Cabral segunda-feira, como relataram pessoas próximas aos dois.

Eduardo explica que há uma corrente que deseja o fim da aliança não apenas no Rio, mas no Brasil inteiro. Porém, essa decisão só será tomada consultando as executivas: “Não fomos convocados para discutir essa questão. Não vai ser tomada nenhuma decisão de o diretório estadual não se posicionar”, disse.

Suzy Monteiro  - Folha da Manhã

Nenhum comentário: