terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Pároco de Santa Maria de Campos pede afastamento da paróquia e Bispo aceita



 Comunicado à Paróquia Santa Maria

 O Padre Fabiano Marins dos Santos teve seu pedido de desligamento da Paróquia Santa Maria aceito pelo senhor Bispo Dom Roberto Ferreria Paz.

Segundo informações colhidas com pessoas ligadas à Paróquia, a situação do padre estava se tornando insustentável, a ponto de alguns fieis já terem, anteriormente, ido se queixar ao Bispo Diocesano pelo seu comportamento conflitante e unilateral, adotando medidas polêmicas, como retirar pessoas antigas de cargos da Igreja e demissões sumárias de funcionários da paróquia sem maiores esclarecimentos, entre outros impasses que é melhor nem citar, de tão lamentáveis...
Padre Fabiano, em Janeiro de 2013, recebeu o Bispo de Campos em Santo Eduardo, nos festejos de São Sebastião.

Obs.: há indícios que o Bispo anunciará, no próximo sábado, dia 17/01, o nome do padre que assumirá a paróquia.


Um comentário:

Bruno dos Santos Del' Esposti disse...

Minhas palavras não são de ataque aos padres, mas de defesa à Igreja Católica. As medidas tomadas pelos padres, enquanto estão à frente de uma comunidade, devem ser respeitadas e cumpridas pelos fiéis desde que coerentes com as orientações dos Bispos e dos ensinamentos do Evangelho. Durante a atual administração paroquial, a comunidade deu uma aula de OBEDIÊNCIA, mantendo-se firme e respeitando as ordens do sacerdote. Há sim um saldo positivo: ganhamos em obediência, uma virtude cristã hoje não muito praticada. São Pedro afirma que devemos ser submissos "a toda autoridade humana" (I Pd 2, 13); portanto, não somente àquelas que julgamos serem boas e justas. Também São Paulo é claro nesse sentido: "Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de Deus; as que existem foram instituídas por Deus" (Rm 13, 1). A obediência e perseverança demonstradas pelos paroquianos fez brotar a esperança de que os padres - que sai e que entra - como pastores façam uma boa administração de suas novas paróquias e zelem pelo bem de suas ovelhas.