terça-feira, 21 de novembro de 2017

Municípios do Sul do ES têm alerta de deslizamento por causa da chuva.

As áreas de risco estão sendo monitoradas e até o momento nenhum transtorno foi registrado.

A Defesa Civil do Espírito Santo emitiu, nesta terça-feira (21), alerta de chuva forte, transbordamento de rios e deslizamento de encostas nos municípios de Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guaçuí, Mimoso do Sul, Muqui, Presidente Kennedy e São José do Calçado. As áreas de risco estão sendo monitoradas e, até o momento, nenhum transtorno foi registrado.
Em Guaçuí, estradas chegaram a ser interditadas, duas árvores caíram nas rodovias BR 482 e 484 e uma pequena barreira deslizou na rodovia que liga o município a Dores do Rio Preto. O tenente-coronel Carlos Wagner, do Corpo de Bombeiros, explicou que a situação já foi resolvida. “Rapidamente a coordenadoria da Defesa Civil junto com o DER começaram a trabalhar a desobstrução dessa via para facilitar o escoamento do tráfego nessa região”, disse.
Ainda de acordo com Carlos Wagner, os motoristas devem ter cautela e atenção ao passar pela rodovia. Ele destacou a importância de estar atento ao nível dos rios e uma possível inundação nos municípios.
“Se o rio começar a subir, já começa a colocar os móveis em partes mais elevadas. Mas, se começar a entrar água dentro de casa, não fique, procure um abrigo. Nada de brincar na rua durante esse período, porque pode ter um acidente grave e há riscos de doença”, falou.
O tenente-coronel também alertou sobre a previsão de chuva forte na Grande Vitória.
“A coordenadoria estadual de Defesa Civil já está conectada 24 horas com as coordenadorias municipais. Elas podem entrar em contato, pois nós estamos prontos a atender”, disse.
Monitoramento
Os Municípios que receberam o alerta de chuva forte, transbordamento de rios e deslizamento de encostas estão monitorando as áreas de risco. Desde esta segunda-feira, chove forte na região Sul, mas nenhum transtorno foi registrado.
Em Mimoso do Sul, a Defesa Civil está coma atenção voltada para o bairro Mangueira, onde um deslizamento de pedras atingiu parte do bairro em dezembro de 2016, após fortes chuvas. O coordenador Franciney Oliveira disse que a área tem risco alto de ocorrer novos deslizamentos e a área está sendo monitorada.
Em Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Presidente Kennedy, Muqui e São José do Calçado as áreas de risco continuam sendo monitoradas.

Fonte/Foto/Matéria: Gazeta Online e com foto e informações Blog Alan Gonçalves.

Nenhum comentário: