quinta-feira, 17 de abril de 2014

Não teremos mais MICADÚ neste feriado de Páscoa: Polícia Militar indefere pedido


Acabei de receber esta notificação do Supervisor de Serviços da Prefeitura de Campos, em Santo Eduardo, Paulo Beraldi. Segundo explicação na nota da PM, os eventos têm que ser comunicados ao Batalhão com 45 dias de antecedência, o que não foi feito, segundo Paulo, por desconhecimento de tal resolução, já que a mesma foi publicada em 20 de Fevereiro deste ano, ou seja, poucos sabiam que existia esta nova regulamentação em vigência.

Leia o Ofício: 


terça-feira, 15 de abril de 2014

Enquete mostra população insatisfeita com as definições da programação e datas da Festa de Santa Maria deste ano

Uma enquete foi lançada na semana passada na Rede Social Facebook, na página do jovem Mayko Julião, que também está, por sinal, envolvido diretamente com a organização social da festa de Santa Maria deste ano. Mayko tem se mostrado muito insatisfeito com os rumos das negociações junto com os responsáveis pela liberação dos shows e outras situações impostas pela prefeitura de Campos, fazendo questão de comparar o tratamento e atenção dados a outros lugares do município, inclusive os shows realizados na Programação do Verão da Família, no Farol de São Tomé e em Santo Eduardo.

Bom, segundo a enquete, mesmo sabendo que a maioria que participam destas pesquisas de redes sociais são jovens, mostra que a imensa maioria está insatisfeita com estes desdobramentos, causando muita discussão entre os envolvidos.

A enquete fez duas perguntas:

VOCÊ SANTAMARIENSE, CONCORDA COM A FESTA NO DIA 31 DE MAIO, JUNTO COM A FESTA DE SÃO JOSÉ DO CALÇADO E O CAMPOS FANTASY?

97,43% - NÃO, DIVIDIRÁ O PUBLICO;
02,57% - SIM, NÃO FAZ DIFERENÇA.

----------------------

RESULTADO PARCIAL DA ENQUETE.

VOCÊ SANTAMARIENSE E VISITANTE ESTÁ SATISFEITO COM A PROGRAMAÇÃO DA TRADICIONAL FESTA DE SANTA MARIA 2014?

SEXTA-FEIRA (30): DIBOBEIRA

SÁBADO (31): ALINE BRASIL / TUDUBLU

DOMINGO (01): SANDRO BALLI

00% SIM
100% NÃO

Mayko, aproveitou e divulgou também uma nota de esclarecimento, para, segundo ele, não deixar nenhuma dúvida sobre os fatos. Confira:

[NOTA DE ESCLARECIMENTO]

Caríssimos,

Gostaria antes de mais nada desejar uma boa tarde a todos.
Queria informar a comunidade de Santa Maria de Campos que desde a tarde do dia 09/04/2014 (quarta-feira) fiquei indignado e constrangido, com o resultado da reunião na FCJOL, onde compareceram a representantes da fundação, o nosso ilustre representante local Aristeu Rangel (que tem corrido atras pra melhorar nosso lugar), e um representante da igreja (Washington).

Fiquei chateado, pelo desfecho. Com base em emails, mensagens no facebook e por conhecer a FCJOL.

Entretanto, desde então, na emoção, muita coisa me fugiu ao controle.
Ofendi pessoas que não queria (mesmo que com a razão em algumas vezes), fui chamado de "Terrorista" e taxado de otário.

Enfim...tenho 31 anos de idade, trabalho, pago impostos, declaro IR, tenho minha mulher, mas tenho um defeito grave. Talvez o maior defeito de todos: "AMO SANTA MARIA". Amo, e sempre tentei fazer o melhor pelo meu lugar, pois ali tenho família e amigos.

Meu caráter, eu graças a Deus, devo a meus pais, irmão, avós e uns 5 ou 6 amigos de longa data (com reputação inabalável).

Aprendi no catecismo com dona Nina e Minha Avó, dona Laide, que Deus esta em todo lugar, e nada foge aos seus olhos. Deus é justo com quem é justo. Já com o meu Pai, Paulinho, aprendi que um dia há de prestarmos conta com o Senhor.

- SEGUE ABAIXO UM RELATO NA ÍNTEGRA DOS FATOS QUE CERCEIAM A FESTA DA PADROEIRA SANTA MARIA, DESTE ANO.

“Uma semana após o carnaval, cobrei de Aristeu que desde já procurasse os órgãos competentes de município para fazer a melhor festa de todos os tempos.

No Ato Aristeu me convidou pra ajuda-lo, e eu prontamente aceitei, na condição de criarmos uma comissão de Festa, para trabalhar VOLUNTARIAMENTE em pró da comunidade. E meu pedido foi aceito.

Montei uma comissão de festa, e no dia 22 de março fizemos a primeira reunião. Trocamos ideias sobre a melhor programação possível (onde Se lê programação não se resume a shows), mostrei vídeos de algumas bandas e por fim o Sr Marcio Batista nos lembrou sobre a Igreja, uma vez que a festa é da padroeira.

Na segunda-feira (23/03) salvo engano, parte da comissão de festa reuniu-se com o Padre Fabiano, que recebeu-vos muito bem por sinal. A reunião foi rápida, e ele confirmou o que a Sra Neuza Teles e Carlos Evandro nos passou. A igreja não desejaria nada de nós, não queria a festa junto, pois desejaria que a rua estivesse livre para as barraquinhas (quermesse) e os festejos da parte religiosa. Respeitamos sua decisão, oferecemos um ponto na festa social, para que a igreja arrecadasse dinheiro. Indagamos se a igreja queria realizar o bingo, a fim de levantar fundos a igreja. A única coisa que foi pedido, é que entre as 19h e 20h30min o som do palco estivesse desligado.

Com esse posicionamento, fomos à luta. Demos entrada na FCJOL com um oficio pleiteando shows e estrutura para os dias 22 a 25 de maio. No ato, a Sra Elaine nos passou que a prefeitura só poderia dar 3 dias de estrutura e 3 shows. A mesma ainda indagou sobre a igreja, e dissemos que como no ano anterior a igreja iria fazer seus festejos separados. A mesma nos passou tudo que era preciso para legalizar a festa,e assim FIZ todos os ofícios, para todos os órgãos competentes.

Após darmos entrada, o Sr Washington deu entrada pleiteando shows e estrutura (NADA MAIS QUE JUSTO) para a festa religiosa, separada da festa social.

A FCJOL informou que seria impossível dar as 2 festas. Com isso, nos da comissão nos reunimos mais uma vez com Washington, representante da igreja, a fim de solucionar.

As conversas entre EU e Washington (através do facebook), iniciaram-se no dia 02/04/2014 às 17h08min e terminou no dia 08/04/2014 às 18h04min.

Não irei revelar publicamente o teor da conversa, em respeito ao de cujos, à sua família, à igreja, e aos demais envolvidos. Não acho justo levar um problema pessoal que surgiu à 2 dias a comunidade. Santa Maria é maior que Eu, maior que Washington e que todos.

Entretanto, informo que, quem quiser conhecer a verdade, eu IMPRIMIR 18 paginas de conversa. Todo diálogo entre nós eu printei (fiz isso a tempo, antes que ele me bloqueaase de seu perfil, a fim de evitar que eu não tivesse essas informações).

Logo, posso comprovar tudo aquilo que defendi, tudo aquilo que expus, tudo aquilo briguei pelo melhor do meu lugar.

Enfim...adianto somente que, o Sr Washington TINHA CONHECIMENTO que não poderíamos fazer dia 31, pois teríamos prejuízos irreparáveis – quando digo prejuízos, é porque o oferecido pela FCJOL não era suficiente para atender a comunidade, com isso nossa única fonte de renda eram os barraqueiros. Eu o informei que usaríamos o dinheiro dos barraqueiros para pagar mais shows. E na referida data, muitos deles nos confessaram que não viriam, pois estariam na festa de São José dos Calçados.

Afirmo ainda (ESTA GRAVADO) que o mesmo declara ter conseguido estrutura para o sábado (31 de maio) e uma banda. O cujos afirma expressamente que precisaria apenas na sexta de um palco, que já estaria lá para um espetáculo de Teatro da Comunidade Shalon.

Resumindo... a festa será dia 31 apenas por conta de um espetáculo de teatro que ocorreria na sexta feira (30) e o desejo incessante em ter o show de Aline Brasil.

Respeito o desejo da Igreja, respeito o desejo do Sr Washington em buscar o melhor para a Igreja, mas concluir que faltou bom senso. Faltou pensar no restante da comunidade. O 18º distrito sempre comemorou as festividades juntos, unidos.

Aliás, o cujos, informou em nota que (...)A festa da padroeira estava triste, diferente, pois a unidade entre as festas (religiosa e social) havia sido desfeita por motivos tão pequenos e irrelevantes, que poderiam ser resolvidos em apenas um diálogo.

Aí lhe pergunto, desde quando a comissão de festa social quis fazer separada? Posso comprovar, como disse, que a todo instante procuramos unir. Prestamos apoio. Essa afirmação não condiz com a realidade.

Diante do exposto, informo a todos, que fracassei! Não conseguir com ética e bom senso ajudar mais na luta pela nossa festa. Desejo a toda a comunidade um ótimo final de semana, uma ótima festa, no final do próximo mês. E perdoe-me, a todos que de alguma forma ofendi.

Um abraço,

Mayko Julião

Nascido, criado e filho de Santa Maria

segunda-feira, 14 de abril de 2014

TRE multa Crivella por propaganda antecipada no Norte e Noroeste

Juiz considerou entrega de retroescavadeiras uma propaganda antecipada.
Assessoria do senador informou que irá recorrer da decisão.


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) divulgou na tarde desta segunda-feira (14) a decisão do juiz Alexandre Chini Neto, que multou em R$ 15 mil o senador Marcelo Crivella, do PRB, por propaganda eleitoral antecipada durante a entrega de retroescavadeiras em oito municípios do Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro, no dia 10 de março.
De acordo com o TRE-RJ, esta foi a primeira multa recebida este ano pelo potencial candidato ao governo do estado. O juiz entendeu que a entrega de retroescavadeiras vinculada a um compromisso de fidelidade no dia da eleição é ato de propaganda eleitoral e os atos de Crivella “revelam nítida promoção política eleitoral".
De acordo com a assessoria de imprensa do senador, ele irá recorrer da decisão.

G1

domingo, 13 de abril de 2014

Santo Eduardo: católicos saem em procissão relembrando a tradição do Domingo de Ramos

Católicos de Santo Eduardo saíram em procissão nesta manhã de domingo comemorando a tradicional data que dá início à Semana Santa, o Domingo de Ramos. Neste ano, os fiéis vieram do bairro São Sebastião e seguiram até a Igreja de Santo Eduardo, onde também foi celebrada a missa.

Católicos de Santo Eduardo saíram em procissão comemorando o Domingo de Ramos.

 Para quem não sabe, esta procissão católica, relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e, segundo os relatos evangélicos, ocorre por volta de uma semana antes de sua ressurreição. De acordo com eles, Jesus chegou montado em um jumento em Jerusalém e o povo, festivo, lançou seus mantos à sua frente, assim como pequenos ramos de árvores.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Inscrições para o concurso da saúde terminam nesta sexta-feira

Terminam nesta sexta-feira (11) as inscrições para o concurso da Prefeitura de Campos para a área de saúde. Os interessados devem se inscrever no site do Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Cepuerj) – www.cepuerj.uerj.br. Ao todo, são oferecidas 194 vagas de níveis médio e superior, com salários entre R$ 1.647,63 e R$ 3.309,20. O valor da inscrição para profissionais de nível médio é de R$ 50. Para profissionais de nível superior a taxa é de R$ 100.

São 124 vagas para auxiliar de saúde bucal e 70 para médicos para as seguintes especialidades: angiologista (2), cardiologista (5), clínico (30), dermatologista (1), médico do trabalho (1), endocrinologista (2), geneticista (2), geriatra (1), ginecologista/obstetra (5), infectologista/adulto (1), infectologista/pediatra (1), mastologista (1), neuro psiquiatria infantil (1), neuropediatra (1), oftalmologista (2), pediatra (7), proctologista (1), psiquiatra (4) e reumatologista (2).

Inscrições - Caso não possua acesso à internet, o candidato pode dirigir-se ao setor Protocolo da Prefeitura de Campos, na Rua Coronel Ponciano Azeredo Furtado, 47, Parque Santo Amaro, das 9h às 16h. 

As provas objetivas para os dois níveis de escolaridade estão previstas para serem realizadas no dia 4 de maio, em Campos, e terá duração de quatro horas.

Clique aqui para visualizar o edital e a ficha de inscrição:

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Profissionais da área de educação do município fazem paralisação nesta quarta-feira em Santo Eduardo

Profissionais de Educação da rede municipal de Campos entraram em paralisação nesta quarta-feira nas duas unidades de Santo Eduardo. A Creche Professor Paulo Freire está sem nenhuma atividade nesta manhã, já que os professores aderiram em 100% a paralisação. Já na Escola Municipal N. Senhora Aparecida há apenas algumas turmas com aula.

Segundo informações, os profissionais resolveram fazer esta paralisação porque estão insatisfeitos com o plano de cargos e salários adotado pelo município entre outros detalhes.

Rua Santos Augusto Mello, sem movimentação de alunos nesta manhã de quarta-feira em Santo Eduardo.

terça-feira, 8 de abril de 2014

TRE-RJ afasta novamente a prefeita de Bom Jesus de Itabapoana

Branca Motta e Jarbas Borges Junior podem recorrer da decisão no TSE. 
Eles foram cssados no ano passado pelo juiz eleitoral do município.


O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro determinou, na sessão desta segunda-feira (7), o imediato afastamento da prefeita reeleita de Bom Jesus de Itabapoana, cidade do Norte Fluminense, Maria das Graças Ferreira Motta, a Branca Motta (PMDB), e do vice, Jarbas Teixeira Borges Junior (PRP), cassados pelo uso da máquina pública. Em 2012, a então prefeita autorizou a pavimentação de seis ruas do município do Norte Fluminense, a menos de três meses da votação. Outra obra, de terraplanagem numa estrada vicinal do distrito de Rosal, chegou a ser realizada no sábado, véspera da eleição. A prefeita e o vice também ficaram inelegíveis por oito anos.
Branca Motta e Jarbas Borges Junior podem recorrer da cassação dos mandatos ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, mas têm que deixar os cargos. O TRE-RJ vai oficiar à Câmara Municipal para que o segundo colocado na eleição, Roberto Elias Figueiredo Salim Filho (PR), seja empossado como novo prefeito assim que ele for diplomado pela 95ª Zona Eleitoral de Bom Jesus de Itabapoana. Nas eleições de 2012, a prefeita obteve 30,84% dos cerca de 20 mil votos válidos, contra 30,35% de Roberto Salim Filho, derrotado por uma diferença de 108 votos. Cassados no ano passado pelo juiz eleitoral de Bom Jesus do Itabapoana, a prefeita e o vice se mantinham no cargo por força de uma decisão liminar.
O do G1 tentou contato com a prefeita Branca Motta e com o vice Jarbas Teixeira Borges Junior, sem sucesso. Segundo um assessor da prefeitura, que preferiu não ser identificado nesta reportagem, a prefeita deverá recorrer da decisão no TSE.

 G1 Norte Fluminense

sábado, 5 de abril de 2014

Capela Mortuária Urgente para Santo Eduardo

CHEGA! Não dá mais pra aguentar tanta omissão dos órgãos competentes para solucionarmos esta questão.

Para quem não sabe, a Associação de Moradores de Santo Eduardo, cuja Sede Social têm sempre servido a população para diversos tipos de evento, de forma gratuita, diga-se de passagem, têm também prestado este serviço para as famílias da localidade. Entretanto, ao meu ver, isso está mais do que na hora de acabar.
Sede da Associação de Moradores: num mesmo dia, às vezes, o local é usado para festas e danças, e horas depois, dependendo da situação, o recinto é adequado para capela mortuária por falta de local adequado no distrito. 
Não dá pra aceitar que num mesmo dia, num mesmo final de semana, ou seja, em poucas horas atrás, alguns de nós tenhamos estado num ambiente com várias pessoas tristes e, de repente, como num passe de mágica, o mesmo ambiente vire um lugar de festa, bebedeira, farra, enfim, de comemoração. A impressão é que isso só acontece em Santo Eduardo mesmo.

É simplesmente ridículo e imperdoável não cobrarmos da prefeitura de Campos uma solução para este caso, já que sabemos que o que não falta neste município são recursos financeiros. Entretanto, o que vemos no nosso distrito, assim como em tantos outros lugares do município é que vivemos mesmo é recheado de pessoas que não têm coragem de cobrar o que é nosso por direito, isso, muito por culpa de nós mesmos que sempre colocamos para tomar conta da gente pessoas ligadas diretamente com o governo de forma de "contratos de confiança", ou seja, estamos sempre amarrados à ineficiência e a subordinação destas pessoas descompromissadas com o coletivo.

Santo Eduardo está, mais do que nunca, necessitando de um espaço adequado e decente para velar os seus mortos. Chega de tanta omissão dos comandantes e representantes do distrito que não  procuram uma solução rápida para esta situação que é, no mínimo, constrangedora.
Funcionários da CODEMCA, órgão responsável pelos cemitérios do município,estiveram no ano passado em Santo Eduardo verificando a antiga Capela Mortuária, que além de estar sem luz e água, ou seja, abandonada, quase nunca foi usada pela população da localidade também por estar muito mal localizada e ser muito pequena.

O que é uma capela, prefeita Rosinha, diante do valor gasto na construção de mais de 100 casas populares? Santo Eduardo merece mais respeito!





Rio e Espírito Santo avaliam redefinição de limites do Rio Itabapoana

Matéria extraída do site URURAU

Membros do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro) reuniram-se para avaliar a aplicabilidade das ações de redefinição dos limites intermunicipais e interestaduais do Rio Itabapoana, localizado na divisa do Estado do Espírito Santo com o Rio de Janeiro.
Curso do rio foi alterado por meio de retificações artificiais do seu leito natural

Curso do rio foi alterado por meio de retificações artificiais do seu leito natural

O curso do Rio Itabapoana foi alterado por meio de retificações artificiais do seu leito natural, que acarretou na modificação na linha divisória entre os estados, no perímetro entre a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) - também conhecida como Pedra do Garrafão - até a foz do Rio Itabapoana, no Oceano Atlântico. As alterações foram observadas, em um primeiro momento, em reuniões de gabinete a partir de análises de insumos cartográficos, e, posteriormente, confirmadas pelas equipes técnicas dos órgãos envolvidos.
Na reunião ficou acordado que o Idaf, a Ceperj e o IBGE emitirão um laudo técnico em conjunto, para submissão aos dois estados, e para uma futura validação perante a Advocacia Geral da União, órgão responsável pelo exercício da advocacia pública na esfera federal. Esta iniciativa entre órgãos federativos distintos revela uma perspectiva de cooperação institucional, que, em última análise, objetiva o desenvolvimento integrado do território brasileiro.



“As ‘divisas’ que estas instituições têm e terão em mãos, se adequadamente aplicadas, farão de verdade uma nova divisa ES/RJ, ali no baixo Rio Itabapoana, com maior preservação ambiental, atenção social e desenvolvimento econômico, tudo isso absolutamente sustentável. Mas, além de dividir, o momento é buscar onde se pode somar ao futuro do Rio Itabapoana”, disse o pescador esportivo do Rio Itabapoana, José Armando Barreto.

De acordo com ele, assim como todas as retificações em Rios da Região, como Imbé, Macabú, São João, Macaé e até os Canais da baixada e das Flechas, a intenção de aumentar a porção de terras agricultáveis é para fins pecuários, um benefício às propriedades em suas margens. Ainda segundo ele, uma utilização mais adequada das “divisas”, poderia ser a devolução do rio ao antigo traçado, uma reparação ambiental histórica e que teria atenção e aprovação e investimentos vindos de todo o planeta.

“A retificação do Itabapoana foi executada (trecho final) entre a ponte da divisa e a Foz na localidade de Barra do Itabapoana, no município de São Francisco de Itabapoana. Na época não havia conhecimento e o entendimento de que esta ação levaria a um dano ambiental muitas vezes irreparável. A divisa entre ES e RJ, fica em uma área baixa, quase sem assentamentos urbanos, e tem este trecho constantemente alagado. Uma nova delimitação da divisa seria de pouca ou nenhuma necessidade, pois não haveria benefícios a Agricultura Familiar, pescadores, nem mesmo as populações ribeirinhas ou aos proprietários do baixo Itabapoana”, explicou o pescador que complementou:

“Barra de Itabapoana sofre anualmente com enchente e alagamentos, possivelmente por conta do grande fluxo das águas em períodos de cheias, agravados a cada ano pela redução da calha do Rio Itabapoana e assoreamento, além do que, Barra de Itabapoana tem captação e tratamento zero de esgoto sanitário”, denunciou.

A Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana é formada por 18 municípios numa área de divisa, que abrange os Estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Chuva atinge Bom Jesus do Itabapoana e causa estragos

Temporal durou pouco mais de uma hora e meia. Moradores e comerciantes ficaram ilhados. Chuva Bom Jesus do Itabapoana (Foto: Roberta Moreira/Arquivo pessoal)


A cidade de Bom Jesus do Itabapoana foi atingida por uma forte chuva no início da tarde desta quinta-feira (3). Moradores da cidade registraram a força da água que arrastou lixo e inundou o centro da cidade. Carros e motos estacionados pelas ruas da cidade ficaram debaixo da água.
De acordo com o secretário de Defesa Civil Alexandre Alcântara, a chuva começou por vota das 14h. A tempestade durou cerca de uma hora e meia. Além de inundar ruas, a chuva provocou a queda de um barranco no bairro Bela Vista. Uma casa teve a estrutura comprometida e a família precisou ser retirada de casa. Os moradores da casa foram encaminhados para residência de parentes.
No bairro Asa Branca um córrego transbordou. Equipes da Defesa Civil estão no local avaliando pontos de risco e alagamentos. Não há relatos de desabrigados na cidade.

G1