sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Governo do Rio paga o 13º salário de 2017 para 202 mil servidores

Resultado de imagem para palácio guanabara rio de janeiro - rj

O governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Fazenda, paga nesta sexta-feira (19/01) o 13º salário de 2017 para 202.757 servidores ativos, inativos e pensionistas, de todas as categorias, que têm vencimentos líquidos de até R$ 3.458. Ao todo, serão depositados R$ 400 milhões.

Com o pagamento que será efetuado amanhã, o Estado terá quitado o 13º salário de 2017 para 64% do funcionalismo público, com depósito total de R$ 590,3 milhões.

O 13º salário de 2017 já havia sido pago integralmente para 90.178 ativos, inativos e pensionistas, em um total de R$ 190,3 milhões. Receberam integralmente, em dezembro de 2017, os servidores ativos da Secretaria de Estado de Educação e do Degase, funcionários de empresas celetistas e de outros órgãos que custearam a folha com recursos próprios. O 13º salário ficará pendente para 167.111 servidores, em um total de R$ 1,1 bilhão.

Os depósitos serão efetuados ao longo do dia, mesmo após o fim do expediente bancário.

PAGAMENTO DE FÉRIAS

A Secretaria de Fazenda também depositou no último dia 15/1, décimo dia útil do mês, o adicional de férias de janeiro para todos os servidores que protocolaram o pedido em seus órgãos de origem. Ao todo foram depositados R$ 44,2 milhões para 18.854 servidores de todas as categorias, exceto os da Educação - que já tinham recebido o adicional. Os pagamentos foram efetuados com recursos do Tesouro.

Os 66.970 servidores da Secretaria de Estado de Educação receberam o adicional de férias no último dia 9/1. Foram depositados R$ 42,8 milhões com recursos do Fundeb.

Ascom RJ

Dom Roberto Francisco celebra missa em Santo Eduardo nas comemorações do padroeiro São Sebastião

A Capela de São Sebastião, em Santo Eduardo, ficou totalmente tomada nesta noite de quinta-feira (18) pelos fieis que vieram assistir a Santa Missa celebrada pelo Bispo Diocesano, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz. O Bispo, como sempre, levou a todos a refletir o papel do cristão na sociedade, principalmente a atual, onde temos, segundo ele, de ficarmos atentos e vigilantes, pois as adversidades da vida dizem respeito a todos nós, que temos que ser caridosos e prestarmos bastante atenção nos políticos, pois eles, aqui na terra, definem muito o nosso destino. Ou seja, o Bispo pede aos cristãos que não fiquem omissos, que participem efetivamente da vida religiosa, mas que não fiquem alheios também ao seu papel de cidadão.
No final da missa, o Bispo foi homenageado pelos fieis com presentes e palavras de carinho e admiração, o que o deixou bastante emocionado.

Confira as fotos da noite:
Bispo Diocesano celebrou a missa nesta quinta-feira, em Santo Eduardo.
Capela de São Sebastião, tomada de fieis para receber o Bispo Dom Roberto.
Capela de São Sebastião, em Santo Eduardo, com nova pintura.
Confira o vídeo que fiz ao vivo ontem na missa:

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Festa de São Sebastião: Bispo Diocesano nesta quinta-feira em Santo Eduardo

O Bispo de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz, estará nesta quinta-feira (18) celebrando uma missa na Capela de São Sebastião, por conta das celebrações do padroeiro do bairro. Dom Roberto, todos os anos, tem vindo prestigiar a festividade e deixar suas palavras, sempre muito pontuais para todos os católicos da paróquia.
A missa está marcada para as 19 horas.

Em 2017, Dom Roberto esteve presente na Festa de São Sebastião, trazendo palavras edificantes para todos os fieis.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Moradores da Usina Santa Maria reclamam da qualidade da água fornecida pela SAAE e pedem providências

A localidade de Usina Santa Maria, em Bom Jesus do Itabapoana, tem passado por problemas sérios de todos os tipos, e isso não é de hoje. Falta tudo no lugar, começando pela manutenção das vias públicas, limpeza, tratamento de esgoto, entre tantas outras questões. Mas o que tem tirado as pessoas do sério desta vez é a qualidade da água que tem sido servida para a população. Segundo relatos colhidos com moradores do lugar, a água que sai das torneiras está com péssima aparência, muitas vezes amarelada e também apresentando um odor muito forte, que lembra peixe podre, o que sugere  que a mesma não tem passado pelo tratamento adequado para ser distribuída para a população, colocando, é claro, em risco a saúde de todos os moradores.

Estive na Usina e pude constatar que o Ribeirão Santo Eduardo, onde é feita a captação da água está tomado por uma vegetação bem espessa, parecendo ser gigoia, o que dá a entender que a água esteja muito poluída.

Segundo os moradores, a água não pode ser utilizada para muita coisa, principalmente para beber e cozinhar, e pior, pelo serviço mal prestado pela SAAE é cobrada, mensalmente, uma taxa aos moradores em torno de R$ 13,00. 

Atenção autoridades, na Usina Santa Maria tem eleitores, pessoas de bem e que merecem respeito!

Aspecto do Ribeirão Santo Eduardo, na Usina Santa Maria, no local onde é feita a captação da água para abastecer a localidade, cheio de vegetação.

Bomba que faz a captação da água do Ribeirão Santo Eduardo para distribuir para a comunidade da Usina Santa Maria.

Água está cheia de vegetação, sinal de que está cheia de material orgânico.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Moradora de Santo Eduardo perde seu cachorrinho e pede ajuda para recuperá-lo

Está sumido desde o dia 13 deste mês o cachorrinho de nome "pretinho", da raça pincher. O cachorrinho já é um pouco idoso e é de propriedade da Senhora Eliane Monteiro, residente da Rua Margem da Linha (Rua da Coroa do Padre).

Quem puder ajudar a identificar este cãozinho, caso o tenha visto pelas ruas de Santo Eduardo, favor entrar em contato com Eliane, que será recompensado.


Dona Eliane Monteiro, está triste pela perda do seu animalzinho de estimação.

Prefeitura divulga programação do Carnaval de rua em Bom Jesus do Itabapoana

Desfiles dos blocos e os shows serão realizados durante cinco dias, entre 9 e 13 de fevereiro.

Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense, divulgou nesta segunda-feira (15) a programação do Carnaval de rua da cidade.
Programação será realizada na Praça Governador Portela (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana)
Programação será realizada na Praça Governador Portela (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana)
Os desfiles dos blocos e os shows serão realizados na Praça Governador Portela durante cinco dias, entre 9 e 13 de fevereiro.

Programação:

Sexta-feira (09/02):

21h - Desfile do bloco Castelo Branco.

23h - Show de Karol e Felipe.

Sábado (10/02):

21h - Desfile do bloco Monte Calvário.

23h - Show da banda Mandioca com Torresmo.

Domingo (11/02):

21h - Desfile do bloco Pimentel Marques.

22h - Noite das drag queens.

23h - Show da banda Mandioca com Torresmo.

Segunda-feira (12/02):

18h - Matinê com a banda Mandioca com Torresmo e recreação infantil com pinturas faciais, baile a fantasia, pipoca e brincadeiras.

21h - Apresentação de DJ tocando músicas de Carnaval.

23h - Show com a banda Mandioca com Torresmo.

Terça-feira (13/02):

18h - Matinê com a banda Mandioca com Torresmo e recreação infantil com pinturas faciais, baile a fantasia, pipoca e brincadeiras.

20h - Desfile dos blocos Castelo Branco, Monte Calvário e Pimentel Marques.


23h - Show com a banda Balada VIP.

G 1- Norte Fluminense

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Presos dois suspeitos do assassinato do taxista Adriano, de Bom Jesus do Itabapoana



Após guarnição de Patamo da 2ª Cia ( Cabo Elvis e Soldado Magalhães) receberem informações  precisas dos policiais 2º Sargento Geraldo e 2º Sargento Ronaldo Silva ( guarnição de Delta 10 Rosal)  de que os possíveis autores do homicídio do taxista seriam dois homens (um de 33 outro de 39 anos) que  estariam escondidos em um endereço no bairro Lia Márcia.

Por volta das 11 horas da manhã desta segunda-feira (15/01/2018), os policiais militares da 2ª companhia fizeram um cerco na rua Itaperuna e procederam em diligencia ao nº 121  onde localizou e prendeu um dos suspeitos (o de 33 anos)que confessou participação no crime e apontou a autoria a outro ( o de 39 anos), identificados pelos vulgo de Garnizer e o Ex-Taxista Gaguinho que foi preso em seguida na Ladeira Paulo VI também no Lia Márcia.  Mesmo tentando resistir à ação, fugindo pelos fundos da residência onde estava escondido, foi alcançado e preso pelos policiais quando tentava se esconder debaixo de uma cama.

Os suspeitos foram encaminhados a 144ª DP onde o fato está sendo registrado.  Ambos confessaram participação no crime.

O caso gerou grande comoção na cidade e foi descoberto durante a manhã do último sábado quando por volta das 07h20 um senhor de 54 anos que trafegava pela estrada da cachoeira, no bairro Bom Jardim  e deparou-se com o corpo do taxista caído bastante machucado e sem sinais vitais. O veículo onde a vítima trabalhava, um corsa classic prata,  foi localizado, abandonado, aberto, com a chaves na ignição e com marcas de sangue, no bairro Lia Márcia.  Adriano tinha 43 anos.

Fonte: Comunicação Social 29 BPM e Blog ABC News

Ação comunitária distribui roupas e alimentos em Santo Eduardo


A situação problemática de desemprego e a falta de perspectiva de uma melhora no quadro da economia do país, do Estado do Rio e também de Campos tem causado muita angústia em muitas famílias, todos nós estamos percebendo isso, não é verdade? Como não poderia ser diferente, em Santo Eduardo e em toda nossa região o quadro não é nada animador, pois já estamos presenciando várias pessoas passando necessidade. 

Pensando nisso, uma equipe foi formada para angariar doações de alimentos e roupas para famílias carentes, principalmente da comunidade do "69", onde o quadro é historicamente complicado de ser resolvido, visto que a maioria das pessoas que residem na comunidade não tem qualificação profissional e quando tem uma oportunidade de serviço de carteira assinada é na área canavieira, que está em declínio em toda região. Ou seja, enquanto não se resolve a amplitude do problema, o que podemos fazer é tratar o urgente que, no caso, é minimizar o sofrimento das pessoas mais necessitadas de amparo.

A ação foi coordenada pelos moradores Romenick Rangel Julião e sua esposa, Samira Barreto Vasconcelos, que já fizeram outras ações anteriormente e agora também tiveram o apoio do administrador local, Patrick Rangel que ajudou na arrecadação dos donativos.

Atenção: quem quiser ajudar, pois haverá outras ações, pode doar alimentos não perecíveis e roupas deixando na residência de Romenick e Samira, que fica na Rodovia RJ-230, ao lado da Oficina do Juarez ou também ligar para o telefone (22) 2731-7699 (residência) ou pelo Whatszap (22) 99944-4408 para marcar para recolher os donativos.
Um dos mais empenhados na ação foi o empresário Romenick Rangel Julião, teve apoio do administrador de Santo Eduardo, Patrick Rangel, que o ajudou na arrecadação dos alimentos e roupas.

Moradores cadastrados receberam doações de alimentos e roupas em Santo Eduardo.
Romenick e Samira abriram os portões de sua casa para receber os moradores para fazer a distribuição de donativos.
Parabéns aos envolvidos na ação. Unidos somos muito mais fortes!

sábado, 13 de janeiro de 2018

Assassinato de taxista choca Bom Jesus

Violência para todos os lados

O taxista Adriano Ribeiro Velasco, mais conhecido como Adrianinho, foi assassinado nesta madrugada de Sábado (13) em Bom Jesus do Itabapoana. O corpo de Adrianinho foi encontrado na localidade de Bom Jardim, próximo a sede do município com sinais de perfurações de balas. O corpo foi identificado pelos policiais e encaminhado para o IML de Itaperuna. Já o veículo foi encontrado abandonado numa rua do Bairro Lia Márcia, cheio de sangue e com a porta do motorista aberta. Segundo informações, Adrianinho trabalhava durante o dia numa loja de material de construção e à noite como taxista.





Fotos e Informações colhidas do Blog do Jailton da Penha

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Polícia Federal deflagra nova etapa de operação que investiga esquema de fraude na Previdência do RJ

Policiais estão em Campos na manhã desta sexta-feira (12).


Polícia Federal e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) realizam nesta sexta-feira (12) uma nova fase da Operação Cardiopatas, que investiga um esquema de fraudes na Previdência, em Campos dos Goytacazes. A polícia busca cumprir dois mandados de prisão, e quatro de busca e apreensão.

Segundo a investigação, o prejuízo ao INSS chega a R$ 4,3 milhões e a quadrilha começou a atuar em 2010. A OAB acompanha o trabalho dos policiais, porque advogados estariam envolvidos no esquema. A operação foi deflagrada no dia 8 de dezembro de 2017 quando 13 suspeitos foram presos.
Operacão Cardiopata cumpriu mandados de prisão e de condução coercitiva em Campos na primeira fase (Foto: Cleber Rodrigues | Inter TV)
Operacão Cardiopata cumpriu mandados de prisão e de condução coercitiva em Campos na primeira fase (Foto: Cleber Rodrigues | Inter TV)
"É um desbobramento com base nos dados coletados na primeira fase da operação. A partir do que descobrimos em dezembro foram expedidos novos mandados de prisão", informou o delegado Vinícius Venturini, que coordena a operação.

A quadrilha recrutava pessoas saudáveis que apresentavam os exames de uma senhora doente à perícia, como se fossem delas. Servidores do INSS, incluindo médicos peritos, que participavam do golpe, aprovavam os exames e autorizavam o auxílio-doença.

Além de médicos peritos e médicos particulares, também são investigados técnicos do Seguro Social, agenciadores de benefícios e clientes da organização criminosa. De acordo com a PF, foram comprovadas fraudes em 34 benefícios por incapacidade, entre auxílios-doença e aposentadoria por invalidez.
O golpe foi descoberto por uma médica perita que desconfiou do mesmo tipo de doença cardíaca em vários pacientes que pediam o auxílio-doença. A fraude também era aplicada por pessoas que fingiam ter problemas ortopédicos.

Na primeira fase, em dezembro, a Operação Cardiopatas ainda cumpriu 20 mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para depor) em Campos, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu. Os suspeitos que foram presos ganharam a liberdade após o fim do prazo da prisão temporária. Além destes, dois dos três médicos peritos que tiveram a prisão preventiva decretada conseguiram o habeas corpus.

Na época, os pacientes que tinham perícias agendadas com os médicos presos na operação foram remanejados e passaram pelo procedimentos com outros profissionais.

Matéria do G1 Norte Fluminense