quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Programação completa da 10ª Bienal com mais de 100 atividades em 75 horas de duração

Entre os convidados está a vencedora do prêmio Jabuti, Daniela Arbex. Evento será realizado no IFF, entre os dias 20 e 25 de novembro.
Por: Lívia Nunes - Foto: Divulgação
A programação completa da 10ª Bienal do Livro de Campos foi divulgada nesta sexta-feira (9). O evento será realizado entre os dia 20 a 25 deste mês, no Instituto Federal Fluminense (IFF) campus Centro. Entre os participantes, a vencedora de dois prêmios Jabuti, a jornalista Daniela Arbex; o desenhista André Dahmer; o jornalista Artur Xexéo; e o poeta Bráulio Bessa, além dos músicos Leoni e Paulinho Moska. Confira toda a programação neste link (AQUI). No total, serão mais de 100 atividades distribuídos em 75 horas, em uma programação elaborada pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima e pelo Sesc.

A Bienal contará com palestras, mesas de debate, workshops, cafés literários, concursos e festivais. O primeiro dia de evento (20) terá a Cerimônia Oficial de Abertura às 18h, na Concha Acústica. Entre as atrações de destaque da feira, o Show Musical “Canta, canta minha gente” – Tributo a Martinho da Vila com seus netos Raoni e Dandara Ventapane ainda no dia 20, às 22h, na Concha Acústica. No dia 21, a partir das 22h, show musical com Leoni – Voz e Violão, também na Concha Acústica.

No dia 22, às 17h, a mesa “Muros Invisíveis: Segregação social, racismo e violência urbana”. Mediada pelo diretor de projetos da Superintendência Municipal de Igualdade Racial, Diogo Lima, a mesa conta com a vencedora de dois prêmios Jabuti, Daniela Arbex, o produtor e diretor de cinema, Fernando Sousa; e o Comandante do 8º BPM (Campos), tenente-coronel Fabiano Santos de Souza. O debate acontece no Auditório Cristina Bastos.

Às 17h do dia 23, será realizada a mesa “Fakenews: Mentiras Verdadeiras”, mediada pelo jornalista Ocinei Trindade. Entre os debatedores estará o coreógrafo e escritor Wagner Schwartz. Também participam da mesa o colunista de “O Globo”, Artur Xéxeo; o diretor de redação do jornal Folha da Manhã, Aluysio Abreu Barbosa; e a jornalista Cláudia Eleonora.

No dia 24, às 11h, no auditório Cristina Bastos, outra mesa que promete um debate pertinente à atualidade é “Política x Religião: o estado é laico?” com o jornalista de “A Gazeta”, Bob Fernandes; o doutor em sociologia com ênfase em sociologia da religião, políticas públicas e teoria social; e secretário de Educação, Cultura e Esporte, Brand Arenari; e a doutora em Ciências Sociais, Sílvia Fernandes.

O encerramento da 10ª Bienal do Livro acontece no dia 25. Às 17h30, o músico Paulinho Moska participa de um bate-papo na Concha Acústica. Às 18h30, será realizada a cerimônia de encerramento, seguida do show de Moska, “Tour Beleza e Medo”, a partir das 19h.


Realização — A 10ª Bienal do Livro de Campos tem patrocínio da concessionária Águas do Paraíba e Realiza Construtora, com realização da Prefeitura de Campos e Sesc, e conta também com o apoio do Boulevard Shopping e Instituto Federal Fluminense (IFF). Além de ter como patrono Nilo Peçanha, que foi presidente do Brasil em 1909 e 1910, a Bienal homenageará também Antônio Roberto Fernandes, Félix Carneiro (Felinho) e Lenilson Chaves, que implantou a Bienal do Livro em Campos, em 2000. A realização da feira literária novamente no IFF, como em sua primeira edição, traz uma economia de R$ 1,3 milhão em estrutura para a Prefeitura de Campos.

Campos.rj.gov.br

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Homens armados roubam 32 celulares e mais de R$ 16 mil em dinheiro das Lojas Americanas

Alguns clientes ainda estavam na loja quando quatro homens renderam o segurança

Foto: Terceira Via

Quatro homens armados invadiram as Lojas Americanas, na Rua 13 de Maio, em Campos, na noite desta terça-feira (13). Segundo informações da Polícia Militar, os assaltantes renderam o segurança da loja enquanto os últimos clientes ainda estavam no estabelecimento. Eles roubaram 32 celulares e R$ 16.575 em dinheiro. O caso foi por volta das 20h30 e os suspeitos fugiram em seguida.

Ainda segundo a Polícia Militar, o estabelecimento forneceu os vídeos das câmeras de segurança e foi possível ver a ação dos acusados, porém a gerente não tinha senha para salvar a filmagem.

O caso foi registrado na Delegacia do Centro e, por enquanto, nenhum suspeito foi detido.

Terceira Via

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Prefeitura de Campos e Câmara de Vereadores decretam ponto facultativo nos dias 16 e 19

Medida é em virtude dos feriados na quinta e na terça-feira
Câmara de Vereadores de Campos (Foto: Silvana Rust)


A Prefeitura de Campos e a Câmara de Vereadores decretaram ponto facultativo na próxima sexta-feira (16) e segunda-feira (19). O decreto Nº 301/2018 foi publicado na edição desta segunda-feira (12) do Diário Oficial (D.O) do Município. Já a Câmara publicou a decisão na semana passada.

Também não haverá expediente nos dias 15 de novembro (quinta), feriado nacional do Dia da Proclamação da República no Brasil, e 20 de novembro (terça), feriado estadual do Dia da Consciência Negra.

Apesar do ponto facultativo, os serviços essenciais, inclusive os atendimentos médicos, plantões médico-hospitalares, funcionarão normalmente, sem interrupção. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) ficam dispensadas do funcionamento.

Terceira Via

sábado, 10 de novembro de 2018

Pichações com alusão a organizações criminosas revoltam moradores de Santo Eduardo


No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 03 meses a 01 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio sujar edificação ou monumento urbano.
Entretanto, parece que isso não incomoda, nem trás nenhum tipo de receio para quem tem essa atitude, de sair por aí cometendo tal delito.

Há vários dias, moradores estão sendo surpreendidos, geralmente, pela manhã, com muros, fachadas de suas residências, postes, entre outros locais, com frases estranhas, que conotam vínculo com organizações criminosas, que sujerem recados que expressam tons ameaçadores e coisas do gênero.
Ou seja, parece que, infelizmente, tudo de ruim mesmo que acontece nas grandes cidades está chegando por nossas bandas, até esse tipo de manifestação, que de arte não tem nada, não é verdade?


A Polícia Militar já está tomando as devidas providências e promete sair à caça de tais vândalos o quanto antes. É o que esperamos que ocorra, pois é só o que nos faltava agora é termos a sensação de estarmos morando num lugar onde esta galera transgressora acha que pode fazer tudo que vem na cabeça e nunca tem um corretivo exemplar.

Segundo o Comandp do DPO, as portas estão abertas para denúncias, informações e orientações sobre segurança pública.
Caso tenham uma pista, ajude a PM a idenficar os meliantes, ligando para o DPO de Santo Eduardo, pelo telefone 2781-1502.

Paredes de residências também foram alvo dos pichadores


Pichações em casas fechadas, sem moradores, foram os alvos preferidos dos sujões. 
Residências com pinturas recentes também amanheceram pichadas neste sábado.
Muros com letras que são alusivas a organizações criminosas estão sendo pichadas por vários pontos

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Assalto a mão armada no Posto de Combustíveis de Espírito Santinho

Imagem relacionada

O fato ocorreu nesta noite de quarta-feira (07) por volta das 20 horas, no Posto de Combustíveis Espírito Santo, em Espírito Santinho, quando dois elementos, numa motocicleta de cor vermelha chegaram para abastecer e anunciaram o assalto. Os bandidos estavam armados e renderam o frentista, levando todo o dinheiro do movimento de sua escala, cerca de R$ 400, 00. Ao saírem ainda efetuaram um disparo para o alto, com o intuito de intimidar ainda mais o trabalhador.

A Polícia Militar do destacamento de Santo Eduardo esteve no local, mas não conseguiu, até o presente momento, prender os indivíduos, mas segue na investigação para que mais esse caso não fique sem solução. O destacamento policial também ressalta que muitas das vezes não é nem notificada de casos semelhantes a esse, fato que tem dificultado muito  para que sejam solucionados os casos recorrentes.

A onda de assaltos neste estilo, usando motocicletas, tem se repetido na região sucessivamente, o que dá a entender que pode ser um mesmo grupo que vem atuando por estas bandas, fato que tem deixado a todos com sentimento de apreensão e constante vigilância, sem falar também, no sentimento de impotência, diante de tamanha ousadia, visto que nossa região foi sempre considerada pouco atraente para este tipo de crime.

Todo cuidado é pouco!

Moradores de Santo Eduardo indignados com os sucessivos cortes no fornecimento de energia apelam para abaixo-assinado endereçado a Enel


Os sucessivos cortes no fornecimento de energia elétrica tem causado indignação aos moradores e comerciantes de Santo Eduardo. Há mais de 10 dias que acontecem diariamente picos de energia constantes e sequenciados, às vezes, em menos de uma hora, acontecem cerca de 10 picos, que duram, em média, cerca de 15 segundos cada. Há casos também que o fornecimento fica interrompido por cerca de 4 horas ou mais, o que tem deixado todos apreensivos e, é claro, com receio de que os aparelhos eletro-eletrônicos venham a queimar.

Há um abaixo-assinado sendo formulado na localidade para ser entregue à Enel relatando toda a questão e pedindo providências urgentes à Empresa para que sejam sanados os defeitos na rede elétrica antes que aconteçam maiores prejuízos a toda a população local. Caso não obtenhamos sucesso nas reivindicações junto à Empresa haverá outro abaixo-assinado que será endereçado ao Ministério Público Federal.

A folha do abaixo-assinado está percorrendo a rua e para assinar é necessário também que seja incluído um documento de identificação do morador.

Obs: segundo relato de um funcionário da Enel, que preferiu não ser identificado, há árvores que estão encostando na rede e causando estas interrupções constantes. Desde semana passada há equipes vindo a Santo Eduardo fazendo a poda de possíveis árvores que possam estar causando estes picos. O funcionário da empresa também informou que estão sendo encontrados peças com defeito nos postes, fato que tem contribuído para as quedas de energia, principalmente quando há chuva, pois a água contribui para que ocorram curtos-circuitos e as chaves de segurança desarmam assim que identificam tais eventos.

Esperamos que a Enel tome uma providência o quanto antes, pois do jeito que está não temos como ter tranquilidade para trabalhar, e os prejuízos já estão aparecendo, como geladeiras queimadas, televisores, computadores e etc.


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Campos terá, para 2019, orçamento estimado em R$ 2,021 bilhões

O anúncio foi feito durante audiência pública realizada na Câmara de Vereadores. Para saúde, estão previstos R$ 704 milhões

A secretária municipal da Transparência e Controle, Marcilene Daflon, apresentou na Câmara de Vereadores, a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019, nesta terça-feira (6). Durante a audiência pública foram apresentados os principais direcionamentos para o orçamento previstos para o próximo ano, com destaque para investimentos nas áreas da Saúde, Educação e Infraestrutura. NO próximo dia 12, a secretária volta a se reunir, dessa vez, somente com os vereadores que vão propor emendas impositivas e indicativas para que, posteriormente, o orçamento seja aprovado antes do recesso do legislativo.


– Para 2019, temos um orçamento previsto para a Saúde de R$ 704 milhões. Para Educação, a previsão é de R$ 404 milhões e, para Infraestrutura, de R$ 40 milhões. Todos os valores representam um aumento significativo em relação aos orçamentos de anos anteriores. Apresentamos também a receita por categoria econômica explanando todas as fontes de recursos que estão previstas para o ano que vem – destacou Marcilene.
 
A secretária apresentou, ainda, os recursos da Educação que serão cumpridos em 36,33% quando o mínimo constitucional é de 25%. E na área da Saúde com um orçamento previsto de 52.39% quando o mínimo é 15%.

Marcilene destacou a presença de entidades civis na audiência. “Tivemos representantes de várias setores como pesca e agricultura. O que demonstra a preocupação e interesse da população em um governo que trabalha com transparência e responsabilidade”, concluiu.

Fonte: SupCom Terceira Via

Correspondências de Santo Eduardo não estão mais ficando em Santa Maria

Funcionário dos Correios está entregando as correspondências agora de porta em porta em Santo Eduardo.
Imagem relacionada


A partir desta semana, as correspondências pessoais de moradores de Santo Eduardo estão sendo entregues diretamente por um funcionário efetivado dos Correios. A medida visa tornar o serviço de entrega mais eficiente e também a garantir que nenhuma correspondência possa a vir a ser desviada, extraviada ou perdida. A informação veio de Eliete Dias Jardim, responsável pelo Posto de Atendimento dos Correios, que é vinculado à prefeitura de Campos, em Santa Maria de Campos, local que estavam ficando as correspondências de Santo Eduardo desde de que a Agência do distrito foi fechada, em Julho de 2017. Eliete informou também que as correspondências dos moradores do 69 ainda ficarão disponíveis para serem retiradas em Santa Maria e fez um apelo para que ninguém possa a vir a ficar sem receber suas correspondências e encomendas é mais do que necessário identicar corretamente as residências, pois há casos relatados que há nomes de ruas trocados e que não há numeração fixada nas fachadas das mesmas, o que dificulta muito o trabalho do carteiro para encontrar os destinatários.

Enquanto isso, ainda estamos esperando que nosso posto comece a funcionar como foi anunciado anteriormente, mas até hoje nada!

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Chequinho: Ozeias, Miguelito, Ana Alice e Gisele Koch condenados pelo TRE-RJ

Seguindo entendimento do STF, corte regional determinou expedição dos mandados de prisão


O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro (TRE-RJ) confirmou, nesta segunda-feira, a condenação criminal dos vereadores afastados Ozeias (PSDB) e Miguelito (PSL), da ex-secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Ana Alice Alvarenga, e a ex-coordenadora do Cheque Cidadão, Gisele Koch. Investigados na Operação Chequinho, os quatro foram condenados, em outubro de 2017, a cinco anos e quatro meses de reclusão em regime semi-aberto e pagamento de 10 dias-multa.

Eles deverão começar a cumprir a pena imediatamente, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu pela execução da condenação após condenação em segunda instância. A expedição de mandado de prisão foi determinada pelo TRE-RJ após os julgamentos dos embargos.

Ana Alice e Gisele tiveram as por penas associação criminosa majoradas de 1 ano e 3 meses para dois anos, uma vez que tiveram ingerência no esquema que trocava inscrições irregulares no programa social Cheque Cidadão, da Prefeitura de Campos, por votos em candidatos ao Legislativo e ao Executivo do grupo político da então prefeita, Rosinha Garotinho (Patri).

Os quatro chegaram a ser presos em 2016. Ozeias e Miguelito foram eleitos, mas só assumiram as vagas na Câmara em meados do ano passado, após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Acabaram, porém, afastados dos cargos após decisão do TRE-RJ em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije). Agora, recorrem fora dos cargos.

Terceira Via

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Segunda etapa de vacinação contra aftosa começa nesta segunda (5) na região de Santa Maria de Campos

Nesta etapa, serão imunizados apenas bovinos com até 24 meses de idade. Aplicação das doses é gratuita para criadores com até 70 animais na propriedade.
 (Foto: Jean Barreto/Arquivo)
Edson Cordeiro - Foto: Jean Barreto/Arquivo
A superintendência de Agricultura e Pecuária inicia nesta segunda-feira (5) a segunda etapa da campanha de vacinação gratuita contra a febre aftosa dos rebanhos bovinos dos pequenos criadores, aqueles que possuem até 70 animais. Desta vez, serão imunizados apenas os animais com até 24 meses de idade que também receberam a dose da primeira etapa da campanha, em maio, quando foram vacinados mais de 22 mil cabeças nas pequenas propriedades.

— Vamos começar os trabalhos pela área do distrito de Santa Maria, na região Norte do município, que é hoje a maior bacia leiteira de Campos. Depois vamos para a região do distrito de Dores de Macabu, a segunda bacia, e em seguida para a área do Imbé, na parte Serrana do município. Depois continuamos o trabalho nos quatro assentamentos Zumbi e concluímos com a área da Baixada Campista — explica o superintendente Nildo Cardoso.

Uma reunião na quarta-feira (31) com as equipes de vacinadores, na sede da superintendência, definiu os detalhes para o início dos trabalhos. Como serão apenas os animais com até 24 meses, a expectativa é vacinar cerca de 10 mil cabeças. “Além das doses contra a aftosa, vamos estar prontos também para vacinar os animais contra a raiva e a manqueira (clostridiose), caso seja necessário. Nossos vacinadores vão conversar com os criadores e avaliar essa necessidade”, acrescenta Nildo Cardoso.


Os rebanhos dos médios e grandes criadores, com mais de 70 animais, são vacinados pelos próprios donos, com o devido acompanhamento da Defesa Agropecuária Estadual. Ao todo, o rebanho bovino e bubalino (búfalos) de Campos, considerando os animais com registro, soma cerca de 270 mil cadastrados na Defesa Agropecuária. Há mais de 20 anos o estado do Rio de Janeiro é considerado pelas autoridades sanitárias, “área livre de febre aftosa com vacinação”. Os últimos casos ocorreram em 1997, sendo um em Magé, na Região Metropolitana, e outro em Itaperuna, no Noroeste Fluminense.

campos.rj.gov.br