terça-feira, 11 de junho de 2013

Com pouco espaço para novos sepultamentos, Cemitério de Santo Eduardo entra em estado de alerta.

Altamir da Silva, sepultador, diz estar preocupado com o pouco espaço que resta para novos enterros no cemitério de Santo Eduardo.

Segundo informação colhida Altamir da Silva, um dos sepultadores do Cemitério de Santo Eduardo, o espaço que resta para novos sepultamentos está se esgotando, visto que a área destinada para enterros simples, feitos em covas, só comportam no máximo dez novos sepultamentos, fato que nos deixa, como moradores, em alerta e preocupados, pois o nosso cemitério também é usado por moradores da Usina Santa Maria e Mutum, localidades pertencentes a Bom Jesus do Itabapoana que não possuem cemitério.
Altamir me disse que ainda nesta semana entrará com um pedido junto à CODEMCA (Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos) que é a responsável também pelos cemitérios do município, para que seja comprado um terreno ao lado para ampliação do mesmo.
Covas são abertas preventivamente, para facilitar o trabalho dos coveiros. 

Espaço que resta para sepultamentos: apenas cerca de 10 pessoas podem ser enterradas  nesta área.

Área mais nova do cemitério: praticamente com espaço esgotado para novos sepultamentos.

Na parte antiga, nos túmulos perpétuos o cemitério funciona normalmente.

2 comentários:

Pedro Lima disse...

que coisa absurda, mas deixou chegar a esse ponto para tentar tomar uma providencia?, ou esse funcionário não sabia que isso poderia vir a acontecer? qual a solução devida a estimativa dele que será tomada ser vier a ter mais obitos do que previsto pelo mesmo? seriapossivel ele dar uma resposta?já que deu a informação.

Leo Werneck disse...

O funcionário mantém conscientes todos os responsáveis por esta questão periodicamente. Apenas desta vez decidiu contactar o blog para que toda a população ficasse a par do problema e tentasse ajudar de alguma forma. Ele não tem culpa nenhuma pelo que está acontecendo.