domingo, 21 de dezembro de 2008

Ponte do Itabapoana: o fim da enchente e a revolta dos moradores

Nível do Rio começa a baixar significantemente.
O Colégio Carlos Matos, recém inaugurado, provou ser uma obra eficiente e que resistiu à inundação do Rio Itabapoana.

Os carros começam a transitar pelas ruas de Ponte do Itabapoana.


Muita destruição por toda a comunidade, é o que se vê.



Moradores perderam tudo o que tinham, isto é um fato.




Permanece também interditada a Rodovia que dá acesso à BR101



Estive nesta tarde na comunidade de Ponte do Itabapoana e o que vi por lá, confesso, é um misto de alívio e de consternação.
As poucas pessoas que vi nas ruas mostram tristeza e revolta em seus olhares e falas.
A culpa de tudo isso ter acontecido? Eles não têm dúvida em afirmar: DA CONSTRUÇÃO MAL FEITA DA BARRAGEM DA HIDRELÉTRICA PEDRA DO GARRAFÃO!
E MAIS: Os que perderam tudo dizem que vão entrar na Justiça contra a ODEBRESCHT - É o que ouvi por lá!
Preparem-se, começou a Batalha!
Agora, quem será que vai vencer esta guerra?

4 comentários:

André disse...

Werneck, não sei você, mas a conclusão que chego é que tem sim haver, esta enchente com a construção da hidrelétrica. Mesmo porque, nem a pior enchente que se tem notícia em Itabapoana, 1997, teve essas proporções. E ainda temos mais duas barragens rio acima. E o mais incrível que observei, pelas suas fotos,não se viu, pelo mesnos eu, uma autoridade se quer para ajudar a população, nem bombeiro, guarda civil e nem PM. Mas esqueci de um detalhe, ACABOU AS ELEIÇÕES.

Anônimo disse...

Pois é, só depois do caos é que vem a consciência... Cadê o estudo de impacto ambiental e o de impacto de vizinhança, vocês viram???
Já postei aqui anteriomente sobre o assunto... Santo Eduardo tb não vai se safar não... é só esperar as próximas chuvas... Mexe com a natureza sem critérios e ela revida...Normal!!!
O pior que quem paga a parte maior do "pato", são os mais necessitados... Que fazer? Tenho uma propósta: formar um mutirão e derrubar as barragens, se não conseguir legalmente! A população penalizada tem mais é que recorreer judicialmente e Boa sorte!

Anônimo disse...

pois é tom com o copanheiro andre em 1997 passei o ano novo ae verdade que era ainda novo mais foi a minha primeira experiencia de ver tudo inundado me lembro que quase não pudemos voltar para o rj pq o carro do meu pai quase ficou ilhado naquele dia se não fosse vizinhos na epoca para chamar meu pai na casa do meu tio demorariamos muito tempo para voltar para casa...

Anônimo disse...

o depoimento acima é meu diego piu piu