terça-feira, 24 de maio de 2011

PROFESSORES DO RIO DE JANEIRO RECEBERÃO CARTÃO AUXÍLIO QUALIFICAÇÃO



A Secretaria de Estado de Educação concederá, até o dia 22 de junho, o Cartão Auxílio Qualificação aos professores regentes da rede estadual de ensino. Mais de 40 mil docentes serão beneficiados com uma carga inicial de R$ 500 para investir em treinamento e formação.


O benefício estará disponível em um cartão de débito emitido pelo Itaú e os portadores poderão realizar compras em estabelecimentos conveniados à bandeira MasterCard. Será possível utilizar os caixas eletrônicos da instituição financeira para consultar extrato e limite disponível.


Para retirar o Cartão Auxílio Qualificação, os professores devem ir à agência do banco em que têm a sua conta corrente onde recebem o crédito salário e apresentar documento de identificação original com foto. O Itaú emitirá os cartões conforme lista repassada pelo governo do Estado à instituição.


A medida, que conta com investimento do Governo do Estado de R$ 25 milhões somente em 2011, é mais uma forma de valorizar o professor. O objetivo é contribuir para que o docente possa investir na aquisição de materiais pedagógicos e em atividades culturais, visando à constante atualização e melhoria do desempenho em sala de aula. Os servidores da Educação já estão sendo beneficiados com o auxílio-transporte, cujo montante investido neste ano é de R$ 68 milhões.


- Esse é um investimento que o professor utilizará em sua auto-formação. O retorno é um professor mais qualificado. A medida atinge, consequentemente, os alunos. Esperamos que o professor utilize o benefício em prol do aprendizado do aluno. Com o conteúdo novo, adquirido a partir do recebimento do benefício, poderá ter uma dinâmica de aula diferenciada -, afirma o secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia.

2 comentários:

Anônimo disse...

Queremos salário digno!!!
O que ele está fazendo é favorecendo o setor financeiro do país. Também, economista como secretário de educação... Como ele mesmo disse"educação é um negócio", não era de se esperar algo diferente...
Que vergonha, governador!!!

Yla disse...

Menos esmolas e um salário digno!Abaixo ABONOS, AJUDA DE CUSTO E AFINS! Com salários reais, equivalentes a UM PLANO DE CARREIRA DECENTE QUE JÁ TIVEMOS E QUE NOS FOI SUBTRAÍDO. Nossa data-base correspondia ao 15 de OUTUBRO, DIA DO METRE!