sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Makhoul se reúne em Santa Maria e expõe suas propostas

A reunião era a do candidato a vereador Nildo Cardoso (PMDB), que faz parte da coligação Campos Unida Pode Mais, que mostrou ser muito bem preparado para ocupar o cargo no legislativo municipal, mas quem veio prestigiar a mesma foi o candidato a prefeito Makhoul Moussallem (PT) que aproveitou a oportunidade para se apresentar para muitos que não o conhecem por essas bandas e disse que estar nestas regiões é prioridade na sua campanha já que aqui não temos o sinal das TVs locais de Campos onde estão sendo veiculados os programas políticos do horário eleitoral obrigatório. Makhoul chamou a atenção de todos ao relatar que quando foi candidato pela primeira vez, em 2004, ele teria vindo em Santa Maria fazer um comício já que aqui não tínhamos sinal dessas emissoras, e que hoje, em 2012, para seu espanto, ainda continuamos sem TV e sem sinal de telefonia celular. Sobre o assunto celular, o candidato anunciou que esteve pessoalmente com o governador Cabral, que disse que irá tomar todas as providências para que enfim seja solucionado, o mais rápido possível, este absurdo que é não termos sinal de telefonia móvel na região.

Makhoul foi indagado sobre a questão de que se ele for eleito retiraria o ônibus com a tarifa de 1 Real. Aliás, o candidato afirmou ser esse tema um dos prediletos dos ataques dos cabos eleitorais da candidata Rosinha a sua pessoa. Makhoul  foi contundente em afirmar que não irá acabar com o serviço e sim melhorá-lo, implantando também o transporte ferroviário via VLT (veículo leve sobre trilhos) em nossa região, transporte usado nos países mais desenvolvidos, o que irá proporcionar mais segurança, conforto e tranquilidade aos usuários.

Sobre a questão da saúde, Makhoul afirmou que esta questão será prioridade em seu governo e, que aqui na nossa região e em mais outros quatro cantos estratégicos teremos à disposição um helicóptero com toda a estrutura e os melhores profissionais para que rapidamente sejamos socorridos para as unidades de pronto-socorros da cidade. O candidato afirmou que isso é perfeitamente viável e possível e que é muito importante que os pacientes em estado grave sejam socorridos na primeira hora do advento para que haja chances reais de salvar mais vidas.

Vários outros temas foram abordados, mas considero esses os mais relevantes e que chamaram a atenção de todos os presentes.

O candidato virá mais uma vez na região no sábado, inclusive em Santo Eduardo, em carreata e desde já convido a todos os que são livres e estão cansados de conviver com a ditadura e o terrorismo do atual governo para somarmos forças e mostrarmos apoio ao candidato com o melhor programa de governo e que terá apoio dos governos estadual e federal para Campos unida prosperar muito mais.


9 comentários:

José Amaral disse...

Está aí, agora eu quero ver....
Este canditato Nildo Cardoso, está pagando pessoas para carregar placas, pessoas semanlmente, fazendo tudo o que você critica nos candidatos de Arnaldo e Rosinha, inclusive estas pessoas só estão nesta reunião(pelo menos aguns poucos de Santa que identifico)estão recebendo para tal....
Está vendo como são as coisas..

Blog do L. Werneck disse...

O que eu tenho com isso?
As pessoas realmente são contratadas para fazerem isso mesmo e eu não concordo com esse método. Não tenho compromisso com ele, nem o conhecia, fui na reunião para ouvir o Makhoul falar e a publicação que fiz foi focada nisso.

Mas não é por isso que irei denegrir a pessoa do Nildo Cardoso. Geralmente quem faz isso é porque precisa de ganhar um dinheiro. Todos nós sabemos disso, independentemente de quem seja o candidato.
Agora o que acontece aqui é pressão da máquina do governo e de cabos eleitorais de vereadores para colocarem placas com ameaças; o que é bem diferente!

José Amaral disse...

Claro, dependo de quem é beneficiado a ótica muda...
Makoul apoia o método e todos candidatos fazem isso, o problema é que você assim como várias pessoas foi mordido pelo bichinho da política, aí ó vemos os erros alheios, quando os mesmo erros caontecem do nosso temos argumento, as pessoas que seguram placas para Rosinha ou outros vereadore tamb´me precisam....

Blog do L. Werneck disse...

Não tem bicho nenhum me mordendo,rsss.

Já concordei contigo, meu caro.
O que quer que eu faça agora?
Que desista de votar no meu candidato por causa das placas de Nildo Cardoso? Ora bolas.
Não sou cabo eleitoral dele, já disse e não sou filiado a partido político, portanto não posso discutir estratégias nas convenções dos mesmos, apenas tenho minhas opiniões e não posso mudar o jeito que todos eles usam para chamar a atenção.

Anônimo disse...

Amaral, infelizmente quando não se tem militância, o recurso utilizado hoje está muito comum... ainda mais num município onde não tem concurso público e a criação de um mercado de trabalho digno, o que se vê são pessoas vendendo o voto e a força de trabalho de maneira indigna. Oque temos, portanto, é uma militância paga e nada profissional... fico revoltada quando vejo pessoas cansadas, idosas ou não, dormindo atrás de imensas placas!
Sou a favor da reforma política urgente!!!

Sérgio (rua do fogo) disse...

Achei o Makoul muito frio e sem poder de fala, não empolga ninguém, parece que está desanimado, realmente ele nasceu para a medicina.

Blog do L. Werneck disse...

Quem faz o político é o povo. Frase clássica e perfeita para o contexto político de Campos.

Anônimo disse...

É muito triste ter q ouvir tanta barbaridade...helicóptero .....

Blog do L. Werneck disse...

Barbaridade é gastar o nosso dinheiro com um sambódromo de 80 milhões de reais. Acorda! um helicóptero equipado custa mais ou menos uns 6 milhões de reais. Prioridades de um médico que lida com a saúde, não com o CIRCO.