quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Rosinha veta aumento de 78% aprovado pelos vereadores e exige os 5,1% dos servidores


Aprovado pela unanimidade dos 13 vereadores presentes à sessão do último dia 28, na qual a Câmara aprovou o reajuste salarial máximo para os próximos prefeito, vice e 25 edis, o projeto de lei 8.134, relativo ao reajuste do próximo Executivo (de 78%), foi vetado pela prefeita Rosinha Garotinho (PR) desde a última terça, (dia 18), um dia antes do prazo, sendo publicado ontem no Diário Oficial (DO). Para tanto, Rosinha disse ter agido em atendimento ao Princípio Constitucional da Moralidade Administrativa (art. 37, caput, da Constituição Federal), além de pedir aos veradores (que aprovaram para si mesmos um aumento salarial de 61,8%, caso se reelejam) que aprovem o reajuste dos novos prefeito e vice no mesmo percentual que ela propôs e fez aprovar aos servidores públicos municipais: 5,1%.
Por mais que seus detratores possam alegar ter se tratado de uma medida demagógica ou populista, até porque a prefeita poderia ter fazido valer a maiora da sua bancada na sessão que aprovou unanimente os aumentos, a verdade é que Rosinha marcou um importante ponto com a opinião pública, sobretudo nesta reta final eleitoral, já que todos os princípios de moralidade e equidade apontavam à necessidade de paridade do reajuste para todos que compõem o serviço público do município de Campos, tenham nele ingressado por eleição ou concurso público. Este, aliás, foi o argumento usado pela grande maioria dos, até o momento, 2.685 cidadãos que subescreveram aqui o abaixo assinado virtual contra o aumento salarial máximo dos vereadores.
Mas se o veto de Rosinha aos salários dos próximos prefeito e vice tem inegável simpatia popular, a partir dele ficam mal diante da opinião pública não só os 11 vereadores governistas presentes na sessão do dia 28 (à exceção dos faltosos Papinha, do PP, e Vieira Reis, do PRB), como os dois edis de oposição que lá também estiveram para conferir caráter de unanimidade à aprovação dos aumentos máximos aos próximos Executivo e Legislativo de Campos: Nelson Nahim (PPL) e Odisséia Carvalho (PT).
Abaixo, o veto de Rosinha publicado ontem no DO…

Opiniões

2 comentários:

Sérgio C. disse...

Essa é a nossa Prefeita, calando a boca dessa oposição suja....

thiago caveira disse...

calando? kkkkkkkkkkkkkkkk
isto ela fez porque é época de eleição e ela ta vendo a repercussão que está dando sobre o aumento salarial dos vereadores. ela num é boba nem nada. ela tira muita mais que isto em algumas obras.