terça-feira, 15 de abril de 2014

Enquete mostra população insatisfeita com as definições da programação e datas da Festa de Santa Maria deste ano

Uma enquete foi lançada na semana passada na Rede Social Facebook, na página do jovem Mayko Julião, que também está, por sinal, envolvido diretamente com a organização social da festa de Santa Maria deste ano. Mayko tem se mostrado muito insatisfeito com os rumos das negociações junto com os responsáveis pela liberação dos shows e outras situações impostas pela prefeitura de Campos, fazendo questão de comparar o tratamento e atenção dados a outros lugares do município, inclusive os shows realizados na Programação do Verão da Família, no Farol de São Tomé e em Santo Eduardo.

Bom, segundo a enquete, mesmo sabendo que a maioria que participam destas pesquisas de redes sociais são jovens, mostra que a imensa maioria está insatisfeita com estes desdobramentos, causando muita discussão entre os envolvidos.

A enquete fez duas perguntas:

VOCÊ SANTAMARIENSE, CONCORDA COM A FESTA NO DIA 31 DE MAIO, JUNTO COM A FESTA DE SÃO JOSÉ DO CALÇADO E O CAMPOS FANTASY?

97,43% - NÃO, DIVIDIRÁ O PUBLICO;
02,57% - SIM, NÃO FAZ DIFERENÇA.

----------------------

RESULTADO PARCIAL DA ENQUETE.

VOCÊ SANTAMARIENSE E VISITANTE ESTÁ SATISFEITO COM A PROGRAMAÇÃO DA TRADICIONAL FESTA DE SANTA MARIA 2014?

SEXTA-FEIRA (30): DIBOBEIRA

SÁBADO (31): ALINE BRASIL / TUDUBLU

DOMINGO (01): SANDRO BALLI

00% SIM
100% NÃO

Mayko, aproveitou e divulgou também uma nota de esclarecimento, para, segundo ele, não deixar nenhuma dúvida sobre os fatos. Confira:

[NOTA DE ESCLARECIMENTO]

Caríssimos,

Gostaria antes de mais nada desejar uma boa tarde a todos.
Queria informar a comunidade de Santa Maria de Campos que desde a tarde do dia 09/04/2014 (quarta-feira) fiquei indignado e constrangido, com o resultado da reunião na FCJOL, onde compareceram a representantes da fundação, o nosso ilustre representante local Aristeu Rangel (que tem corrido atras pra melhorar nosso lugar), e um representante da igreja (Washington).

Fiquei chateado, pelo desfecho. Com base em emails, mensagens no facebook e por conhecer a FCJOL.

Entretanto, desde então, na emoção, muita coisa me fugiu ao controle.
Ofendi pessoas que não queria (mesmo que com a razão em algumas vezes), fui chamado de "Terrorista" e taxado de otário.

Enfim...tenho 31 anos de idade, trabalho, pago impostos, declaro IR, tenho minha mulher, mas tenho um defeito grave. Talvez o maior defeito de todos: "AMO SANTA MARIA". Amo, e sempre tentei fazer o melhor pelo meu lugar, pois ali tenho família e amigos.

Meu caráter, eu graças a Deus, devo a meus pais, irmão, avós e uns 5 ou 6 amigos de longa data (com reputação inabalável).

Aprendi no catecismo com dona Nina e Minha Avó, dona Laide, que Deus esta em todo lugar, e nada foge aos seus olhos. Deus é justo com quem é justo. Já com o meu Pai, Paulinho, aprendi que um dia há de prestarmos conta com o Senhor.

- SEGUE ABAIXO UM RELATO NA ÍNTEGRA DOS FATOS QUE CERCEIAM A FESTA DA PADROEIRA SANTA MARIA, DESTE ANO.

“Uma semana após o carnaval, cobrei de Aristeu que desde já procurasse os órgãos competentes de município para fazer a melhor festa de todos os tempos.

No Ato Aristeu me convidou pra ajuda-lo, e eu prontamente aceitei, na condição de criarmos uma comissão de Festa, para trabalhar VOLUNTARIAMENTE em pró da comunidade. E meu pedido foi aceito.

Montei uma comissão de festa, e no dia 22 de março fizemos a primeira reunião. Trocamos ideias sobre a melhor programação possível (onde Se lê programação não se resume a shows), mostrei vídeos de algumas bandas e por fim o Sr Marcio Batista nos lembrou sobre a Igreja, uma vez que a festa é da padroeira.

Na segunda-feira (23/03) salvo engano, parte da comissão de festa reuniu-se com o Padre Fabiano, que recebeu-vos muito bem por sinal. A reunião foi rápida, e ele confirmou o que a Sra Neuza Teles e Carlos Evandro nos passou. A igreja não desejaria nada de nós, não queria a festa junto, pois desejaria que a rua estivesse livre para as barraquinhas (quermesse) e os festejos da parte religiosa. Respeitamos sua decisão, oferecemos um ponto na festa social, para que a igreja arrecadasse dinheiro. Indagamos se a igreja queria realizar o bingo, a fim de levantar fundos a igreja. A única coisa que foi pedido, é que entre as 19h e 20h30min o som do palco estivesse desligado.

Com esse posicionamento, fomos à luta. Demos entrada na FCJOL com um oficio pleiteando shows e estrutura para os dias 22 a 25 de maio. No ato, a Sra Elaine nos passou que a prefeitura só poderia dar 3 dias de estrutura e 3 shows. A mesma ainda indagou sobre a igreja, e dissemos que como no ano anterior a igreja iria fazer seus festejos separados. A mesma nos passou tudo que era preciso para legalizar a festa,e assim FIZ todos os ofícios, para todos os órgãos competentes.

Após darmos entrada, o Sr Washington deu entrada pleiteando shows e estrutura (NADA MAIS QUE JUSTO) para a festa religiosa, separada da festa social.

A FCJOL informou que seria impossível dar as 2 festas. Com isso, nos da comissão nos reunimos mais uma vez com Washington, representante da igreja, a fim de solucionar.

As conversas entre EU e Washington (através do facebook), iniciaram-se no dia 02/04/2014 às 17h08min e terminou no dia 08/04/2014 às 18h04min.

Não irei revelar publicamente o teor da conversa, em respeito ao de cujos, à sua família, à igreja, e aos demais envolvidos. Não acho justo levar um problema pessoal que surgiu à 2 dias a comunidade. Santa Maria é maior que Eu, maior que Washington e que todos.

Entretanto, informo que, quem quiser conhecer a verdade, eu IMPRIMIR 18 paginas de conversa. Todo diálogo entre nós eu printei (fiz isso a tempo, antes que ele me bloqueaase de seu perfil, a fim de evitar que eu não tivesse essas informações).

Logo, posso comprovar tudo aquilo que defendi, tudo aquilo que expus, tudo aquilo briguei pelo melhor do meu lugar.

Enfim...adianto somente que, o Sr Washington TINHA CONHECIMENTO que não poderíamos fazer dia 31, pois teríamos prejuízos irreparáveis – quando digo prejuízos, é porque o oferecido pela FCJOL não era suficiente para atender a comunidade, com isso nossa única fonte de renda eram os barraqueiros. Eu o informei que usaríamos o dinheiro dos barraqueiros para pagar mais shows. E na referida data, muitos deles nos confessaram que não viriam, pois estariam na festa de São José dos Calçados.

Afirmo ainda (ESTA GRAVADO) que o mesmo declara ter conseguido estrutura para o sábado (31 de maio) e uma banda. O cujos afirma expressamente que precisaria apenas na sexta de um palco, que já estaria lá para um espetáculo de Teatro da Comunidade Shalon.

Resumindo... a festa será dia 31 apenas por conta de um espetáculo de teatro que ocorreria na sexta feira (30) e o desejo incessante em ter o show de Aline Brasil.

Respeito o desejo da Igreja, respeito o desejo do Sr Washington em buscar o melhor para a Igreja, mas concluir que faltou bom senso. Faltou pensar no restante da comunidade. O 18º distrito sempre comemorou as festividades juntos, unidos.

Aliás, o cujos, informou em nota que (...)A festa da padroeira estava triste, diferente, pois a unidade entre as festas (religiosa e social) havia sido desfeita por motivos tão pequenos e irrelevantes, que poderiam ser resolvidos em apenas um diálogo.

Aí lhe pergunto, desde quando a comissão de festa social quis fazer separada? Posso comprovar, como disse, que a todo instante procuramos unir. Prestamos apoio. Essa afirmação não condiz com a realidade.

Diante do exposto, informo a todos, que fracassei! Não conseguir com ética e bom senso ajudar mais na luta pela nossa festa. Desejo a toda a comunidade um ótimo final de semana, uma ótima festa, no final do próximo mês. E perdoe-me, a todos que de alguma forma ofendi.

Um abraço,

Mayko Julião

Nascido, criado e filho de Santa Maria

4 comentários:

Marcia disse...

Todo ano a msm coisa. Cansada ja!

Anônimo disse...

Isso ai cebola por essa M pra andar

Anônimo disse...

olha as eleições chegando ai gente! chora cavaco!!!

Anônimo disse...

Tem coisa mal contada ai.
ANo passado a festa foi separada pq?