terça-feira, 7 de outubro de 2014

Garotinho anuncia que receberá Crivella em sua casa, nesta terça-feira

Apoio ao candidato do PRB no segundo turno das eleições do Rio deve ser oficializada

O esperado apoio de Garotinho a Marcelo Crivella já tem data e hora para ser firmado. Garotinho postou em seu blog na tarde desta segunda-feira (06/10) que receberá em sua residência, em Campos, no bairro da Lapa, o candidato do PRB na manhã desta terça-feira, às 10h, e logo depois concederá uma entrevista coletiva.

A disputa para o segundo turno já começou. Nesta segunda-feira (06/10), Marcelo Crivella almoçou no centro do Rio de Janeiro, com Washington Quaquá, presidente do diretório regional do PT e prefeito de Maricá.

Crivella, logo após a totalização dos votos e a confirmação de ir para o segundo turno, confirmou que conversaria com Garotinho, representantes do PSOL e Lindbergh Farias.

Já Luiz Fernando Pezão que teve o apoio de 17 partidos no primeiro turno, também se mostrou disposto a buscar novas alianças, e chegou a declarar que procuraria Lindbergh e o PT, que esteve no governo Cabral até o início deste ano. Ao jornal O Dia, na tarde desta segunda-feira, Pezão sem revelar mais detalhes, disse que acertou um novo acordo e que será uma grande surpresa. “Na hora certa eu vou revelar”.

Pezão que já havia declarado no domingo a busca pelo entendimento com o PT, procurou nesta segunda o senador Lindbergh Farias, mas não demonstrou otimismo ao declarar que a tendência do candidato do PT é apoiar o senador Marcelo Crivella (PRB). O candidato do PMDB ligou para alguns deputados eleitos.

Outro procurado já nesta segunda-feira por Pezão foi o senador eleito Romário (PSB). Desse encontro nenhum anúncio, passando a ser, portanto, apontado como a 'grande surpresa' a ser anunciada. Já sobre o apoio de Garotinho a Crivella, Pezão disse: “Já esperava. É natural. Os dois demonstraram perfis parecidos em suas campanhas”.

CONTAS E NOVAS ALIANÇAS
Pezão (PMDB) venceu o primeiro turno com 40,75% dos votos válidos e Crivella, chegou na segunda colocação com 20,26%, apenas 0,5% do ex-governador Anthony Garotinho (PR), que ficou em terceiro, com 19,73%. Ao todo foram 42.654 votos de diferença.

Se somados os votos de Marcelo Crivella e Garotinho chega-se a conta de 3.195.676, ou seja, 46.837 votos a menos que os obtidos por Pezão. Mesmo que Garotinho anunciando apoio e transferindo para o candidato do PRB, toda sua votação, ainda assim terão que buscar novos eleitores.

No Rio de Janeiro 20,11% do eleitorado, ou seja, 2.440.581, quase 2,5 milhões de eleitores, não foram votar. Ainda em branco foram 6,12% (592.999) e nulos 11,44% (1.108.651). Assim, foram 4.142.231 eleitores, mais de 4 milhões, o que corresponde a cerca de 30%, que não votaram em ninguém.

Matéria extraída do Site Ururau.com.br

Nenhum comentário: