sexta-feira, 15 de abril de 2011

Novo piso salarial sancionado por Sérgio Cabral

Agora é lei: com um acréscimo de 9,86%, conquistado pela Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), nenhum piso salarial do estado será inferior a R$ 600. A determinação é da Lei 5.950/11, sancionada pelo governador Sérgio Cabral, publicada no Diário Oficial do Poder Executivo, desta quinta-feira, e que beneficiará mais de dois milhões de trabalhadores de todas as áreas, do setor agropecuário ao médico e farmacêutico. Para minimizar o impacto para os empregadores, o Parlamento acabou com a retroatividade do reajuste a janeiro.

A norma aprovada na forma de um substitutivo, e defendida por muitos parlamentares, vale a partir de 1º de abril. “Além de elevar o percentual em mais 3%, incluímos todas as categorias pleiteadas pelos deputados. Depois de termos observado tanta dificuldade na aprovação do mínimo nacional de R$ 545, chegamos, no Estado do Rio, a um patamar mínimo de R$ 607”, salientou o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que fez o substitutivo, deputado Rafael Picciani (PMDB).

5 comentários:

Cabrundo do Chuvisco disse...

Parabéns pelo blog!

até breve

Anônimo disse...

Parabéns Cabral! Mais um ponto mega positivo!

Anônimo disse...

anonimo disse todas as categorias serão beneficiadas, menos os funcionarios do estado que o piso salarial é de 153,00.

Blog do L. Werneck disse...

Ao Blog "Cabrunco do Chuvisco":

Obrigado pelo elogio, rsss

Até a próxima!

Maycon disse...

Cabral, é até vergonhoso dizer este nome.