terça-feira, 12 de abril de 2011

PMDB desfilia Rosinha e Magal

O diretório municipal do PMDB de Campos, em reunião ordinária, nesta segunda feira, 11, em sua sede, à avenida Helion Povoa, 444, decidiu desfiliar de seus quadros a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho e o vereador, Jorge Magal, que, a partir de agora, se quiserem poderão apresentar recurso à direção regional do Partido no prazo de 5 (cinco) dias úteis.
A instância máxima do Partido, no Município, acatou parecer da Comissão de Ética e Disciplina que, por sua vez, buscou amparo no Estatuto do Partido, revisado em 2008, e invocou os artigos 9, 10 e 11, seus incisos e parágrafos que tratam, especificamente, de fidelidade partidária. A Comissão de Ética considerou extenso parecer jurídico para consubstanciar a decisão e ainda a absoluta indiferença tanto da prefeita Rosinha como do vereador Magal, que notificados, para apresentarem defesa em processo instaurado para investigar suas relações partidárias com o PMDB, ignoraram os prazos do partido e, sequer, responderam às notificações.
         No processo que mapeou as ações partidárias dos filiados em questão, no processo eleitoral último, estão elencados trechos de matérias de jornais da região, com fotografias, em que a prefeita se anuncia “coordenadora regional” das campanhas dos candidatos a governador, Fernando Peregrino e a deputado federal, Anthony Garotinho, ambos do Partido da República.
         O Diretório do PMDB de Campos com a decisão anunciada cumpre o rito previsto em seu Estatuto para correção dos que infringem as normas da fidelidade partidária e responde à sociedade e a seus filiados.

Diretório Municipal do PMDB de Campos

Nenhum comentário: