domingo, 31 de julho de 2011

Vascão embalado vence o São Paulo no Morumbi

No dia em que o São Paulo promoveu a estreia do paraguaio Ivan Piris na lateral direita, quem fez a festa no Estádio do Morumbi foi o Vasco da Gama. Visitante, o time carioca levou a melhor no confronto entre as duas equipes e venceu por 2 a 0, em jogo neste domingo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mas se o duelo seria de estreia no São Paulo, já seria motivo de festa antecipada no Vasco: Juninho Pernambucano, titular do time de Ricardo Gomes, comemorava 300 jogos na equipe cruzmaltina. Substituído no intervalo por Felipe, o experiente meia viu do banco o gol da sétima vitória do time, que chega a 24 pontos e ocupa o quinto lugar.

O São Paulo, por sua vez, sofre uma derrota cara na competição: com 25 pontos, a equipe termina a rodada atrás do Flamengo, que venceu na véspera e foi a 27, e do Corinthians, que perdeu neste domingo e seguiu com 28 pontos, com um jogo a mais. Foi a quarta derrota tricolor no Brasileiro, a primeira sob comando de Adilson Batista.

O São Paulo começou a partida tocando melhor a bola e criando uma bonita chance aos 6min do primeiro tempo: após cruzamento de Lucas pela esquerda, Dagoberto arrumou a bola de cabeça para Rivaldo, que bateu de voleio sem força para a defesa de Fernando Prass. O goleiro vascaíno ainda apareceu bem em duas outras chances são-paulinas, defendendo os chutas de Carlinhos Paraíba, aos 10min, e Ivan Piris, aos 13min.

A partir daí, porém, o ritmo tricolor caiu, e uma nova chance só veio aos 24min: Dagoberto foi acionado na entrada da área, limpou o lance para a esquerda e bateu, mandando por cima do gol de Fernando Prass. O Vasco, que até então não conseguia sair da defesa, se arriscou em cruzamento pela direita aos 34min, que o zagueiro Dedé cabeceou também para fora.

Após o intervalo, porém, o Vasco conseguiu abrir o placar rapidamente: aos 7min, Diego Souza lançou pela direita para Éder Luís, que disparou, invadiu a área em velocidade e acertou um forte chute - a bola acertou as duas traves do gol de Rogério Ceni e entrou. A tentativa de resposta veio aos 16min, em chute de Dagoberto que Fernando Prass defendeu sem sustos.

Com o gol sofrido, porém, os donos da casa passaram a ter mais dificuldades na criação de jogadas, que passaram a se concentrar em Rivaldo. O São Paulo ainda investiu em Marlos, que entrou na vaga de Piris, mas sem melhorar a criação de jogadas. Pior: a equipe errava passes e não batia a gol.

No fim, já nos acréscimos, o Vasco decidiu a partada: após jogada pela esquerda e cruzamento rasteiro para a área, o veterano Felipe só teve o trabalho de bater para o gol e selar o placar. Vitorioso, o Vasco volta agora a entrar em campo na quarta-feira, quando visita o Santos na Vila Belmiro pela 14ª rodada às 21h50 (horário de Brasília). O São Paulo joga no dia seguinte, quando recebe o Bahia no Estádio do Morumbi às 21h.

3 comentários:

justiceiro disse...

do vasco vc fala. embalado ta o flamengo q ainda não perdeu no brasileirão ataque mais positivo e a maior torcida do brasil. tamos na midia tamos sem freio. ja que não quer fazer materia do flamengo todo dia vou te pertubar até vc baixar sua bolinha e ficar mais humilde. isto tbm é uma forma de discriminação e vc ja é contra o bolsonaro que vc diz que ele discrimina os homosexuais. e vc discrimina o torcedor rubro negro quem tem telhado de vidro não taca pedra em telhado dos outros ok.

Blog do L. Werneck disse...

Justiceiro, além de chato você é cego!
Não viu a reportagem sobre o Flamengo abaixo??
E tem mais: qualquer pessoa que tenha oi mínimo de senso não deveria apoiar as barbaridades do Bolsonaro!
Pelo visto, deve ser por isso também que usa esse falso codinome de "justiceiro", pois assumir que é uma pessoa que discrimina os outros não é nada fácil mesmo!

Edler Del Esposti disse...

O trem bala ta embalado mesmo, esse time do Flamengo quando entrar na má fase ninguem vai segurar mesmo, vai ficar la em baixo de novo, e o trem bala vai so comer pelas beradas. escreve oque eu to falando em, ainda temos chances da tripleci coroa esse ano. coba do Brasil, brasileiro e sulamericana.