quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Câmara aprova e Campos terá oito vereadores a mais nas eleições de 2012

Com o aumento de 17 para 25 no número de vereadores da cidade, uma despesa extra de R$ 936 mil será gerada apenas com pagamento de salários

A partir de 2013, Campos terá 25 vereadores. O aumento no número de cadeiras no Legislativo foi aprovado na noite de terça-feira (20) por unanimidade na Câmara de Vereadores. Já no ano que vem, o eleitor da cidade vai eleger mais oito vereadores. Atualmente, o maior município do interior do estado, com 463 mil habitantes, tem 17 representantes no Legislativo.


O aumento de cadeiras na casa vai gerar uma despesa salgada para os cofres públicos. Atualmente, cada vereador recebe quase R$ 9 mil por mês. Só de salários, a folha fica em torno de R$ 1,98 milhão ao ano. Com a mudança, a Câmara de Vereadores vai gastar mais R$ 936 mil por ano. Uma despesa total aproximada em R$ 2,92 milhões por ano com pagamento de pessoal. Isso sem contar a verba para gabinete e a contratação de assessores. Hoje, em média, cada parlamentar tem quatro assessores.



Diferente da decisão dos vereadores que aprovaram o aumento no número de vagas, pelas ruas ninguém foi a favor da novidade. E o que aconteceu na terça (20) pode não ser nenhuma surpresa se voltarmos no tempo. No inicio de maio foi entregue a reforma da Câmara. Na inauguração da obra, um detalhe chamou a atenção: a casa já estava preparada para receber exatamente mais oito vereadores.




Na época, os vereadores evitaram falar se eram a favor ou contra o aumento no número de cadeiras. Na entrega da reforma teve até festa. Todos os gabinetes foram reformados e oito novos foram planejados e também entregues, mesmo para ficarem vazios. Os banheiros, a cozinha e até a sala de imprensa ganharam retoques especiais. Tudo vigiado por um sistema de segurança com câmeras. A despesa foi de R$ 1,2 milhão no total. Para o cientista político Renato Barreto, toda a gastança do Legislativo não se justifica.


O Congresso Nacional redefiniu em 2009 o número máximo de vereadores para as cidades, de acordo com o número de habitantes. As Câmaras podem mudar a Lei Orgânica do município e ampliar as vagas para a eleição 2012. Isso é válido, desde que faça a alteração até outubro deste ano.


Enquanto os municípios de Campos e de Petrópolis aumentaram o número de vereadores, em Macaé a situação é contrária. A Câmara de Vereadores de Macaé aprovou a diminuição.

in360

3 comentários:

Anônimo disse...

Bom seria se tivesse oito a menos!
Precisamos de qualidade e não quantidade.

fabinho pagode disse...

fabinho pagode.
eu acho que tinha acabar com 5l3 deputados federais e 8l senadores, o presidente deveria escolher seus ministros, e pronto, e assim acontecer no estado, o governador escolher seus secretarios, e os prefeitos escolher tambem seus secretarios. pois hoje nos temos 513 deputados federais, 81 senadores, não sei quantos mil deputados estaduais e outros tantos vereadores no brasil, e a grande maioria, eu diria 95% só legisla em beneficio proprio, pelo menos limitaria essa roubalheira que está acontecendo no brasil há mais de 30 anos.

Anônimo disse...

É realmente um pagode,este brasil,gente que não trabalha e ganha,gente que quer ganhar de todos os lado,não tendo escrupulo.
É ou não um pagode este brasil?