quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Governo do ES antecipa concurso da Polícia Militar

Segundo Governo, haverá novo concurso com mil vagas abertas.
Das 650 vagas abertas no último concurso, apenas 295 foram preenchidas.



Para preencher as vagas que sobraram no último concurso público da Polícia Militar do Espírito Santo, o Governo anunciou na tarde desta quarta-feira (1) que vai antecipar o próximo processo seletivo. Segundo o secretário de Segurança Pública, Henrique Herkenhoff, a próxima seleção vai abrir 1000 vagas. No último concurso, das 650 vagas disponíveis, apenas 295 candidatos foram aprovados.
"A seleção é e tem que ser rigorosa, mas o governo decidiu antecipar o concurso de 2013 e tivemos autorização do governador para iniciar um novo concurso para mil vagas. Nós vamos manter o ritmo de contratação de 650 novos policiais militares", comunicou o secretário.
Os candidatos que se inscreveram no concurso deste ano já estão automaticamente inscritos para o próximo. Ainda sem data definida, o edital deve sair até junho de 2012.
Polêmica
O concurso público da Polícia Militar do Espírito Santo oferece 650 vagas para o Curso de Formação de Soldados. Porém, segundo o resultado final divulgado nesta terça-feira (31), apenas 295 candidatos foram aprovados para a segunda etapa, que será realizada no próximo sábado (4). Especialistas em concursos públicos contestam esse número e cobram explicações.
Para especialista Ivone Goldner, o baixo número de aprovados está relacionado à má elaboração das questões. "Trabalho há 20 anos com preparação para concursos e nunca vi nada igual", afirma
Segundo Goldner, a Polícia Militar precisa dar explicações sobre o que aconteceu. "A PM precisa cobrar explicações da empresa contratada e repassá-la para a sociedade, já que realizar um concurso público não é barato. Tem custo, e o custo é alto", completa. A PM foi procurada, mas assessoria não deu um posicionamento.
Ao todo, 34.121 candidatos se inscreveram para o concurso da Polícia Militar, mas 15.921 faltaram à primeira etapa. Ou seja, 18.200 fizeram as provas objetivas. Veja o resultado final.
Segunda etapa
A segunda etapa do concurso consiste no Teste de Avaliação Física (TAF), que será realizado no próximo sábado (4), às 8h e às 14h, em Vitória. Os convocados podem conferir o horário exato e o local no site da empresa organizadora do concurso público.
Confusão na primeira prova
Aproximadamente 300 candidatos foram prejudicados pelo tumulto criado durante a prova no dia 11 de dezembro. Candidatos reclamaram que os portões foram fechados antes do horário anunciado no edital. A prova foi anulada e remarcada para o dia 15 de janeiro.


O concurso é realizado em sete etapas. De acordo com o major Aleixo Batista, em uma das etapas do concurso é feita uma investigação social. "Se for constatado que algum candidato participou de atos de vandalismo durante a confusão que ocorreu em dezembro, é motivo para que ele seja eliminado", destacou.
O major atentou, ainda, para os novos locais de prova. "Na Grande Vitória, as provas serão aplicadas em novos lugares, em instituições onde podemos ter um melhor monitoramento dos candidatos durante a prova", disse o major. "Os portões serão fechados pontualmente e não aceitaremos atrasos",

G1 ES

2 comentários:

THIAGO_R10 disse...

LÉO EU FIZ ESTE CONCURSO, REALMENTE ESTAVA MUITO DIFÍCIL A PROVA. A PRIMEIRA QUE FOI CANCELADA ESTAVA ATÉ UM POUCO MAIS DIFÍCIL, MAIS ASSIM MESMO A SEGUNDA CONTINUOU DIFÍCIL E ESTE NUMERO NÃO É SURPREENDENTE PORQUE QUEM FEZ E VIU A PROVA TAMBÉM VIU MUITOS ERROS NA PROVA TAL FATO QUE TEVE 14 QUESTÕES ANULADAS. QUAL OURO CONCURSO QUE VOCÊ JÁ VIU TANTAS QUESTÕES ANULADAS? E A EXATUS PR ORGANIZADORA DO CONCURSO É LAMENTÁVEL TANTO DESPREPARO. O CANDIDATO QUE DESEJA FAZER ESTE TIPO DE PROVA DEVE ESTUDAR DESDE JA PRA NÃO FAZER COMO EU EM FICAR PELO CAMINHO.

Igor de Alvarenga disse...

E eu foi aprovado nesse concurso, mas fiquei de fora da classificação por 2 pontos. Esses pontos levaram meu nome 300 posições abaixo. Na ocasião eram 1500 classificados e fiquei em 1800. Resultado: Não faço mais!