quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Blog recebe resposta da Ferrovia Centro Atlântica (FCA)

Leiam na íntegra a resposta enviada para o Blog sobre a questão da falta de manutenção da linha férrea na região de Santo Eduardo.

Prezado Lenilson,

Agradecemos seu interesse e informamos que a capina química foi efetuada entre os municípios de Campos e Vila Nova. No trecho após a cidade de Vila Nova, um bueiro se rompeu e estamos trabalhando para solucionar o problema até a semana que vem, para que assim possamos dar continuidade aos serviços de capina química.

Este trecho já está sem operação há dois anos, quando o tráfego de combustível foi suspenso, e desde então estamos sem contratos de frete na região. O departamento comercial está em busca de novos contratos, como por exemplo, o transporte de areia, para que o trem volte a rodar na região. Nesta linha não estão rodando trens de carga, mas apenas trens de serviço e auto linha para pequenos serviços de manutenção, devido a um número reduzido de funcionários visto que não há operações no local. Contamos com sua compreensão.

Estamos à disposição.

Saudações,
FCA Ferrovia Centro-Atlântica

Obs: Deu pra perceber? 
mediante a resposta da FCA, teremos que esperar um pouco mais para solucionarmos essa questão.


2 comentários:

Anônimo disse...

Essa resposta a respeito de suspender o transporte em nossa região ser por falta de transporte não acredito que seja a verdade, visto que o transporte de cimento de Cachoeiro do Itapemirim com destino ao Rio de Janeiro foi paralizado por falta de interesse da FCA, o transporte de combustíveis de Campos Elíseos Duque de Caxias para Campos também foi interrompido pelo desinteresse da FCA, as empresas de petróleo instaladas em Campos chegaram a abrir uma negociação para que o transporte não parasse, mas a resposta da FCA foi que a empresa estava se reestruturando para dar continuidade aos serviços, essas matérias foram veiculadas na imprensa, a algum tempo.

João Figueira disse...

Acho que estão sendo irresponsaveis com nossas ferrovias. todas em abandono, inclusive trechos estrategicos como Cachoeiro de Itapemirim ao Rio de Janeiro. E não creio que seja por falta de cargas. Estão sobrecarregando a br 101 de carretas e tornando cada viagem um pesadelo.