quarta-feira, 29 de junho de 2011

Campos: Profissionais do Programa Saúde da Família não recebem há dois meses

Segundo a secretaria de Saúde de Campos, a demora no pagamento acontece por uma dificuldade na formação das equipes, mas que será efetuado em breve.



Profissionais convocados recentemente para trabalhar no Programa Saúde da Família, em Campos, já reclamam de salários atrasados. Eles afirmam que estão há dois meses em algumas unidades, mas não receberam por isso. Em outros pontos da cidade, moradores reclamam que não encontram atendimento.


Não é de hoje que o Programa Saúde da Família enfrenta problemas em Campos. O Programa foi suspenso em 2007 por determinação da justiça, com com base na contratação irregular de funcionários terceirizados. Todos foram demitidos. O concurso público de 2008 só foi homologado este ano e quem sofre as consequências são os moradores. Não é de hoje que a Unidade Básica de Saúde da Família em Pernambuca, na Zona Rural de Campos, está fechada.


De acordo com o Secretário de Saúde de Campos, Paulo Hirano, o Programa Saúde da Família não começou efetivamente porque as equipes ainda não foram formadas. O Secretário alega que muitos médicos aprovados não tomaram posse e que outros profissionais estão sendo chamados para completar essas equipes. Só assim o trabalho será liberado pelo Ministério da Saúde.


Paulo Hirano disse também que, a demora do pagamento acontece por esta dificuldade na composição da equipe, mas que a secretaria de Saúde já está reunida com a secretaria de Administração e os pagamentos devem ser feitos em um curto espaço de tempo. Só não disse quando.

in360

Nenhum comentário: